Solidariedade é tema de série de livros

Solidariedade é tema de série de livros

Aos 11 anos, a estudante Clara Luz Hermida lança “A loja de doces da Clarinha” na Oficina Cultural

Clara Luz Hermida é uma menina que não tem luz no nome por acaso. Aos 11 anos, desde os 8 anos tem um engajamento um tanto incomum para crianças na sua idade. “Não posso ver ninguém sofrendo que tenho vontade de ajudar”, diz a menina que lança hoje, na Oficina Cultural, o primeiro volume de uma série chamada “As aventuras de Clarinha”. O livro “A loja de doces da Clarinha” (Ed. Biografia, 20 páginas, R$ 20) é baseada é baseada na vida da jovem autora.

“Comecei a escrever um conto de fadas, mas não consegui fechá-lo muito bem. Foi quando veio a ideia de escrever as histórias baseadas nas experiências que tenho vivido em meio aos projetos voluntários que participo”, conta Clara Luz, em entrevista por telefone ao jornal Diário do Comércio de Uberlândia, concedida logo após sua chegada da escola.

Para Clara Luz e os pais, o conselheiro em dependência química Luís Hermida e a assistente social Claristana Marques Silva Hermida, a educação tem que estar sempre em primeiro lugar. Para a menina, é uma questão de organização do tempo para fazer tudo que precisa. Além dos afazeres da escola, do projeto Esperança - no qual ela arrecada cadeiras de banho e de rodas para pessoas com dificuldade de locomoção – Clara faz alguns cursos voltados para a área da atuação e modelagem.

Moradora do bairro Shopping Park, onde já coordena a festa do Dia das Crianças, é muito conhecida e respeitada pelos vizinhos. “Fico muito feliz cada vez que um deles chega com doações para algum dos projetos”, comenta.

Com o projeto Esperança, Clara Luz foi convidada para participar do “Programa da Eliana”, do SBT. A edição foi ao ar em 2 de abril passado e a partir daí ela conseguiu reconhecimento nacional. Foi pelo programa que representantes da editora Biografia a conheceram.

“Quando entraram em contato comigo falando que tinham interesse em publicar um livro eu não botei muita fé, achei que não era verdade. Não pensei que fosse possível”, recorda Clara Luz. Depois, quando viu a capa do livro pronta e as histórias ganhando o formato de livro ela afirma ter ficado muito emocionada e está bastante ansiosa para a noite de hoje.

Neste primeiro volume a personagem Clarinha acompanha a batalha dos pais para conseguirem sustentar a família. Ela se depara com a difícil realidade de crianças trabalham para sobreviver e precisam abdicar da escola para assumir responsabilidades que não deveriam ser delas. “Eles montam uma loja de doces para conseguir renda para casa e ao mesmo tempo ficar perto dos filhos”. Serão cinco volumes na série “As aventuras de Clarinha”, todas já prontas e com data de lançamento a serem anunciadas.

Sobre a carreira de atriz, Clara afirma que aguarda um chamado para teste no SBT para alguma das produções da casa.

Com o livro Clara Luz espera inspirar as pessoas a olharem mais para o próximo e que a caridade seja algo presente na rotina das pessoas. Tanto para crianças como para os adultos, ela tem dois conselhos. “O primeiro é ter fé em Deus porque dessa forma na hora certa você conseguirá tudo que precisa. O segundo é o desapego, o doar. Sempre que tiver algo em sua casa que você não usa, doe porque pode ser útil para outra pessoa”.

Depois do lançamento, “A loja de doces da Clarinha” estará nas livrarias de São Paulo e poderá também ser adquirido pelo site da editora Biografia. Para o lançamento desta noite, eles prepararam também um show especial com o violinista Nicolau Sulzbeck para uma animada sessão de autógrafos. “Espero todo mundo lá. Estou muito feliz e essa felicidade tem que ser dividida também”, disse Clara Luz.

 

SERVIÇO

O QUÊ: Lançamento do livro “A loja de doces da Clarinha”

QUEM: Clara Luz Hermida

ONDE: Oficina Cultural (praça Clarimundo Carneiro, nº 204, bairro Fundinho)

QUANDO: hoje, às 19h

ENTRADA FRANCA

INFORMAÇÕES: 3214-9889

O LIVRO: O livro estará à venda no local por R$ 20 e a autora estará no local para autografar a obra e  a noite conta ainda com a música do violonista Nicolau Sulzbeck.

Fonte:Diário de Uberlândia

diariodeuberlandia.com.br/noticia/13361/solidariedade-e-tema-de-serie-de-livros

Notícias Diversas.

Acho que Jorge Amado estaria orgulhoso do texto da filha Paloma !

Crônica de Domingo, 6 de janeiro de 2019, publicada na sexta,    4: Princesas, príncipes e as crianças sem cor do Brasil.   "Há 83 anos, meu pai, o escritor Jorge Amado, publicou seu quinto livro. Ele tinha apenas 23 anos. O romance “Capitães da Areia” retratava a vida dos meninos de...

Aluna do Colégio Dom Bosco de Americana é premiada em Curitiba

  A jovem Alyssa Tomiyama, de 10 anos, aluna do Colégio Dom Bosco Americana - SP, foi premiada em 3 categorias do “MGT – O Encontro”, em Curitiba-PR.   Durante os três dias de evento, aconteceu uma mostra de talentos para os principais profissionais da moda, cinema, TV,...

Emadilson de Jesus - professores que fazem a diferença

    Graduado em Letras, pós-graduado em Ensino de Língua Espanhola “lato sensu” e também Escritor (Poeta membro do Clube do Poeta Sul da Bahia e Membro Correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni em Minas Gerais), com seis livros e dois artigos acadêmicos lançados pela...

Solidariedade é tema de série de livros

Aos 11 anos, a estudante Clara Luz Hermida lança “A loja de doces da Clarinha” na Oficina Cultural Clara Luz Hermida é uma menina que não tem luz no nome por acaso. Aos 11 anos, desde os 8 anos tem um engajamento um tanto incomum para crianças na sua idade. “Não posso ver ninguém sofrendo que...

30º Concurso Literário Internacional de Poesias, Contos e Crônicas

Informações: a) Poesia, Conto e Crônica.   Premiação: I) Edição em Coletânea Internacional   Prazo: 1° de Março de 2019   Autora homenageada Ieda Linck   Informações   Tema livre Idiomas: português, espanhol, francês e italiano Inscrições até: 1° de...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>