Sheilla Tavares musa olímpica 2016.

Sheilla Tavares musa olímpica 2016.

        Em época de Olimpíadas começamos a relatar assuntos referentes a mesma, como nossos anseios, favoritismo, modalidades e também sobre a beleza feminina que representam seus países.

        Porém a beleza unida ao talento, carisma e a um profissionalismo incrível, descreve na integra esta profissional que tenho maior respeito e admiração, mesmo não conhecendo-a pessoalmente, para mim é a representação perfeita da mulher Brasileira.

        A mulher que encontra tempo para todos seus afazeres, sonhos, amores e família.

        O talento é apenas mais um atributo de Sheilla Tavares.

 

Leandro Campos Alves

Junho de 2016

 biografia de Sheilla Tavares de Castro Blassioli

 

 

        Sheilla Tavares de Castro Blassioli (Belo Horizonte, 1 de julho de 1983) é uma jogadora de voleibol brasileira. Atua na posição de oposto, em clubes e na seleção brasileira. É uma das atletas mais vitoriosas da história do esporte brasileiro, vencedora de 2 medalhas de ouro olímpicas, sendo considerada por muitos especialistas, como uma das maiores jogadoras de voleibol de todos os tempos.

 

Biografia e carreira

Infância e adolescência

Filha de pais divorciados, Sheilla foi criada pelos avós desde os três anos de idade. Aos seis anos, se mudou para o bairro de Lourdes, em frente ao Minas Tênis Clube, estimulando-a a praticar esportes diariamente. Os primeiros contatos com o vôlei foram muito cedo, nas aulas de educação física no Instituto Izabela Hendrix. Em pouco tempo Sheilla já jogava no time do colégio. Aos 13 anos, incentivada pelo técnico e professor do colégio, Olyntho Nunes de Avelar Júnior, fez um teste no Mackenzie Esporte Clube.

Clubes

Após entrar no Mackenzie em 1997, as atuações no clube levaram Sheilla à primeira convocação para a Seleção Mineira juvenil. A partir daí, Sheilla defendeu o Estado de Minas Gerais em muitas oportunidades, sagrando-se Campeã Brasileira pela primeira vez em 2000. Logo foi convocada para a Seleção Brasileira Juvenil, onde foi Campeã Sul Americana e Mundial. Bernardinho abordou Sheilla a se unir ao Paraná Vôlei Clube, mas o Mackenzie vetou a proposta.

No fim do ano 2000, com apenas 17 anos, Sheilla se transferiu para o o outro time de Belo Horizonte, o MRV/Minas de Fofão e Cristina Pirv, onde atuou por 4 temporadas. Em 2002, era campeã da Superliga. Em 2004, depois de ter se destacado na equipe, Sheilla aceitou um novo desafio: atuar na Itália. Foi contratada pelo Scavolini Pesaro, uma das principais equipes da liga Italiana.

Mais tarde no Pesaro teve a companhia da ponteira da seleção brasileira Marianne Steinbrecher (Mari), e a liderança de tanto o técnico da seleção, José Roberto Guimarães, como seu auxiliar e preparador físico do time, o também brasileiro Ângelo. Foi sob o comando de Ângelo que Sheilla e Mari sagraram-se campeãs do Campeonato Italiano de vôlei e a Copa CEV na temporada 2007/2008.

Em 2008, a atleta voltou ao Brasil para defender a equipe do São Caetano/Blausiegel, juntamente com as companheiras de seleção Mari e Fofão, onde permaneceu pelas temporadas de 2008/2009 e 2009/2010. A equipe do ABC paulista ficou na 3ª colocação da Superliga em ambas as temporadas. Já na Superliga 2010/2011, com o fim da parceria do time de São Caetano com a empresa de medicamentos Blausiegel, Sheilla e Mari se transferiram para a equipe do Unilever/Rio de Janeiro, onde sob o comando de Bernardinho e junto com duas jogadoras da seleção - a líbero Fabi e a levantadora Dani Lins - foram campeãs da Superliga 2010/2011 sobre o Osasco. Na temporada seguinte foram vice-campeãs perdendo para o mesmo Osasco.

Após a final, Sheilla acertou sua transferencia para o Sollys/Osasco, onde foi campeã sul-americana e mundial de clubes, inclusive sendo eleita a melhor jogadora do Mundial.

Na temporada 2014/2015, jogará pela equipe do Vakif Bank/Stambul da Turquia.

Seleção

Quando a seleção brasileira sofreu uma crise, no início dos anos 2000, com as então principais jogadoras da seleção pediram dispensa, por problemas de relacionamento com o técnico Marco Aurélio Motta, Sheilla teve a oportunidade de disputar seu primeiro Campeonato Mundial, no ano de 2002. Mas, por contar com jogadoras muito jovens e inexperientes, o Brasil não fez um bom campeonato, amargando a sétima colocação. Com a saída de Marco Aurélio, o técnico José Roberto Guimarães assumiu o posto de comandante da seleção. Com isso, as jogadoras que anteriormente haviam pedido dispensa retornaram e a jovem seleção do Mundial de 2002 foi desfeita, deixando Sheilla de fora das Olimpíadas de Atenas 2004.

Mais tarde, em 2005, a seleção passou por uma inteira renovação, Sheilla foi reconvocada e se destacou na seleção, ajudando na conquista de todos os títulos disputados naquele ano, sendo eleita melhor jogadora em duas competições e ganhando a confiança da torcida. Em 2006, pela Seleção Brasileira mais uma vez deu show e foi bicampeã do Grand Prix e eleita a melhor jogadora do torneio. No mesmo ano, foi vice-campeã mundial, sendo a maior pontuadora do Brasil na competição.

O ano de 2007 foi o ano da decepção, nenhum título pela Seleção Brasileira, sendo o maior destaque a terrível derrota na final do Pan do Rio de Janeiro 2007 para a renovada Seleção de Cuba. A seleção ficou com a medalha de prata na Copa do Mundo de Vôlei, que classificou o time automaticamente para as Olimpíadas de Pequim.

Em 2008, Sheilla foi campeã do Grand Prix de Voleibol de 2008 e do torneio de voleibol olímpico. Nas Olimpíadas, foi a maior pontuadora brasileira, e ficou na lista das dez melhores atacantes e das cinco melhores bloqueadoras do torneio.

Depois de ganhar os Jogos Pan-Americanos de 2011, a seleção teve desempenhos abaixo da média nos outros torneios do ano e da primeira metade de 2012, se classificando para as Olimpíadas de Londres apenas na eliminatória sul-americana. Apesar de chegar desacreditada a Londres e beirar a desclassificação na primeira fase, Sheilla ajudou a seleção a chegar ao bicampeonato olímpico, sendo escolhida como Melhor Sacadora da competição. No final de 2012, foi eleita pelo Comitê Olímpico Brasileiro a Melhor Atleta do Ano, em votação popular.

Vida Pessoal

Em 20 de Abril de 2013 casou-se com Brenno Blassioli, um ex-jogador de basquete e atual técnico-assistente do Esporte Clube Pinheiros com quem namorava desde 2011.

 

Fonte: Wilkipédia

 

 Pré Lista do Tecnico ZÉ ROBERTO para olimpiada do rio.


Levantadoras


Dani Lins (Osasco)
Fabíola (Sem clube)
Roberta (Rio de Janeiro)
Naiane (Minas)

 

Centrais


Fabiana (Sesi-SP)
Thaisa (Osasco)
Juciely (Rio de Janeiro)
Carol (Rio de Janeiro)
Adenízia (Osasco)

 

Opostas


Sheilla (Vakifbank-TUR)
Tandara (Minas)
Monique (Rio de Janeiro)

Ponteiras
Natália (Rio de Janeiro)
Fernanda Garay (Dínamo Moscou-RUS)
Jaqueline (Sesi-SP)
Gabi (Rio de Janeiro)
Mari Paraíba (Volero Zurich)

 

Líberos


Camila Brait (Osasco)

O País e o Mundo.

Gaiopar

    Há algum tempo descobri a paz no cantar dos pássaros, em especial na alegria do canto dos Canários Belgas e suas plumagens.         Não queria ter um animal preso numa gaiola sem dar-lhe o máximo de conforto que o animal pudesse ter.  ...

HERÓIS DO TRAÍRA: 27 ANOS SE PASSARAM, MAS SUAS AÇÕES EM DEFESA DA NAÇÃO PERDURAM NA MEMÓRIA DE TODOS.

    Tabatinga (AM) – No dia 2 de março, foi realizada a tradicional cerimônia no Comando de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva (CFSol/8º BIS), em homenagem aos heróis que tombaram no Destacamento de Fronteira Traíra, em 1991.     A homenagem...

Suspeitos ligados a quadrilha de ataques a bancos e tráfico são presos em MG e SP

    Segundo o Ministério Público, organização criminosa estava envolvida com ataques a bancos de Cruzília (MG) em setembro de 2018. Reprodução/EPTV  Fonte: G1 / EPTV     O Ministério Público de Minas Gerais (MG) prendeu na manhã desta terça-feira (26)...

Estação de Tratamento de Esgotos do município de Caxambu MG.

        Tenho um carinho enorme por este lugar, se eu falar muitos até duvidaram qual lugar é este.     Um lugar que é exemplo de competência e respeito à natureza, onde os profissionais que atuam neste local e em toda cidade, tem meu respeito e carinho pela...

RESTAURO DA CASA BARBOSA - LIBERDADE MG.

FOTO DA COLEÇÃO DE JCARLOS SILVÉRIO   Casa Barbosa            A Casa Barbosa hoje encontra-se em processo de Restauro devido à formação do Instituto Casa Barbosa - ICAB que em boa hora se constituiu pela Lideranças de Francisco Mendes, Maria do Carmo...

Policiais de Tangara da Serra.

        Um porteiro que estava com os documentos da motocicleta vencidos, em Tangará da Serra, a 242 de Cuiabá, pediu à polícia que não apreendessem o veículo dele, porque precisava do mesmo para levar a mulher dele ao hospital três vezes por semana para...

Wild Basket

        O estudante do 4 período de Bacharelado do Sistema de Informação, IFET, Campos Juiz de Fora, Braian Anderson criou o jogo Wild Basket que está viralizando no Google Play.          O jovem natural de Baependi cidade situada ao...

Jhoninho Motos e Minas Moto

    Aos amigos que amam viajar sobre duas rodas, unindo a liberdade de conhecer novas regiões com a paixão da aventura, o Sul de Minas é o lugar ideal para seu passeio, em especial indico a Cidade Hidromineral de Caxambu.     Aqui você encontrará o que há de melhor...

Restaurante e Pizzaria do Gordo em Liberdade MG

O lugar ideal para passarmos bons momentos e fazer aquela refeição!!!     Agora em novo endereço, com ambiente amplo e confortável.     Em especial eu ressalvo o atendimento personalizado do proprietário, que a anos trabalha com apoio dos filhos e esposa, transformando...

CAXAMBUENSE É CONSAGRADA COM TRÊS TÍTULOS DE BELEZA EM APENAS SEIS MESES

A jovem caxambuense Taynã Lima, aos 17 anos, já demonstra toda a sua beleza. Nos últimos cinco meses, a jovem participou de três concursos de beleza e foi eleita em todos.  Taynã foi eleita Miss Turismo no mês de junho em Caxambu, em novembro foi eleita em Baependi Miss Sul de Minas, e no dia...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>