Rosa Céu

Rosa Céu

II EVENTO "IMAGEM QUE INSPIRA"
Título: PINCELADAS DE BELEZA
Autora: Rosa Céu
País: PORTUGAL

 

 

PINCELADAS DE BELEZA

 

Não conto as vezes que olho a natureza!
E no deslumbramento por tão belas cores
Passo à branca tela, pinceladas de beleza…
Fazendo esquecer demais minhas dores.

 

No sopé da elevada montanha de granito,
Árvores de verdes matizados se erguem!
O canto das aves me conduz ao infinito
Para onde meus pensamentos seguem.

 

Miro a clareza do rio num suave deslizar
Contornando aqui e ali o que encontra…
E neste contemplar dou comigo a sonhar!

 

Pelas margens floridas perco meu olhar!
No amarelo, laivo vermelho se concentra… 
Tudo vai dar vida à tela que sonho pintar.

 

Rosa Céu (© Direitos de autoria reservados)

Título: PINCELADAS DE BELEZA
16/01/2019

 

 

        A maior representação do romantismo, da sensibilidade, da poesia, posso afirmar que vem pela métrica do soneto.

        Poetizar e ter o dom dos versos, mas ser sonetistas é ter a dadiva da criação.

        Parabéns confreira Rosa Céu, perfeito o soneto “Pinceladas de Beleza” que tive o prazer de ler, perfeito e adorável de ser declamado.  

 

Leandro Campos Alves.

Membro da Academia Caxambuense de Letras- Cadeira 10

Membro Correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni 

Fundador da Delegacia da União Brasileira de Trovadores em Caxambu

Membro Correspondente da Academia Internacional de Artes, Letras e Ciências, “A Palavra do Século 21”

Membro da International Writers and Artists Association; IWA 

Autor do Maior Poema do Brasil - reconhecido oficialmente pelo livro dos recordes Brasileiros.

 

 

 

    O soneto (do italiano sonetto, pequena canção ou, literalmente, pequeno som) é um poema de forma fixa, composto por quatro estrofes, sendo que as duas primeiras se constituem de quatro versos, cada uma, os quartetos, e as duas últimas de três versos, cada uma, os tercetos. A forma mais comum é a que contém dez sílabas poéticas por verso, classificando-se como decassílabo, geralmente com acentuação rítmica na sexta e décima sílabas (verso heroico) ou na quarta, oitava e décima sílabas (verso sáfico). Os sonetos costumam ter uma estrutura semelhante. O texto começa com uma introdução, que apresenta o tema, seguida de um desenvolvimento das ideias e termina com uma conclusão, que aparece no último terceto.     Essa é, em geral, a estrofe descodificadora de seu significado.

 

Poemas, crônicas e textos de diversos Autores.

Mulher suicídio na ponte de Niterói hoje, 11 de fevereiro de 2019

Foto apenas ilustrativa.       Hoje 11/02/2019 uma mulher jovem (entre 22 a 25 anos) a ponto de pular da ponte localizada no RJ, divisa de São Gonçalo e Niterói a polícia estava aí, bombeiros, psicólogos, mas ninguém se aproximava por medo de que ela saltasse, nisso um...

Rosa Céu

II EVENTO "IMAGEM QUE INSPIRA" Título: PINCELADAS DE BELEZA Autora: Rosa Céu País: PORTUGAL     PINCELADAS DE BELEZA   Não conto as vezes que olho a natureza! E no deslumbramento por tão belas cores Passo à branca tela, pinceladas de beleza… Fazendo esquecer demais minhas...

Karina Aldrighis

Como é escrever para Karina Aldrighis? "Escrever para mim é como o vicio em cigarro: se não escrevo, fico ansiosa, agitada, com insônia, notívaga, não consigo organizar as ideias, verdadeira confusão mental, enquanto não coloco “aquela” ideia no papel, enquanto não escrevo... Pode parecer exagero,...

Marcelo Kassab

Como é escrever para Marcelo Kassab? " Tu, escritor Da realidade extrais fantasia, semeias asas às emoções reprimidas. Das lágrimas que lavam as feridas mudas a vírgula, renasce a alegria. Pintas imensas obras de arte nas páginas que libertas das amarras. As tintas e cores com que...

Maria Iraci Leal – MIL

Poeta e Escritora.  Licenciatura Plena em Educação Artística.  Massoaterapeuta. de Tramandaí   Chorei sim, mas nunca desisti...   Chorei, sim, chorei muito, demais, hoje sei que nada tinha de especial aquela fase de vida! Mas foi necessário conhecer das ilusões o...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>