Rafael Rossi

 Rafael Rossi

      

 

          Tenho 31 anos e escrevo esses poemas desde os 15, mas comecei a escrever poesia mesmo aos 13 anos. Minha história com a poesia se confunde com a minha relação com a música, quando escrevia boa parte das letras da banda de rock da qual participava com os meus amigos de infância, da minha rua, banda que chamamos de Estado Independente, onde tocávamos rock dos anos 80 e punk rock e músicas próprias inspiradas nessas influências. A obra que me despertou para a poesia foi o filme Sociedade dos Poetas Mortos e eu aprendi a escrever e apreciar poesia com Cazuza, Fernando Pessoa e Vinícius de Moraes. Além do punk e desses poetas modernos citados, minha poesia é permeada pelas influências do surrealismo, do antropofagismo e de experimentações diversas, além de certo romantismo. A política também é uma presença marcante na minha arte. Participei do movimento estudantil por 9 anos, tendo feito movimento estudantil secundarista e universitário, como vice-presidente do grêmio da ETE República (FAETEC) e diretor do Centro Acadêmico de História e do DCE da UFF, e atuei no movimento sindical a partir do SEPE, como um professor-militante. Professor de História, vocalista de banda de rock e militante do movimento social. Sou comunista assumido nesses tempos de senso comum despolitizado e neoliberal e de falta de perspectivas e de esperança no futuro. Fui militante do PSTU, com uma atuação político-partidária também, tendo sido um militante trotskista, um marxista revolucionário. Todos esses elementos, naturalmente, influenciam de modo preponderante a poesia que faço, uma poesia rasgada, um tapa na cara, um espinho ao invés de uma flor, mas sem esquecer da beleza da vida e daquilo que vale a pena. Aquilo pelo que vale a pena lutar e que vale a pena admirar. A investigação, a curiosidade e tudo aquilo que se refere à ciência e à filosofia também me agradam e de algum modo aparecem no conjunto da minha obra. Estudei sobre as revoltas escravas na Roma Antiga, na elaboração de minha dissertação de mestrado, curso realizado na UFF, e considero que esses estudos, mesmo aqueles que se referem ao mais distante, nos aproximam a cada passo do que significa ser humano, aproximam-nos de nossa humanidade; a busca permanente dos artistas e dos cientistas sociais que ainda acreditam na necessidade de se entender e expressar a essência humana, no seu processo, no seu desenvolvimento, na sua permanência e na sua mudança, na sua generalidade e nas suas diferenças encontra eco na minha figura, na minha obra e na minha vida. Elaborei ainda uma monografia de pós-graduação em Filosofia sobre a indústria cultural e a alienação do tempo livre do homem contemporâneo, pela Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro. Os estudos filosóficos e históricos que fiz fundamentam a minha visão de mundo, além da minha experiência prática, da minha experiência de vida, da minha trajetória política e das minhas experimentações e criações estéticas.

 

Livros:

 

Estado Independente

Queda livre

Espírito Punk

Escritos Políticos

TODA POESIA

POEMAS DE PEDRA E DE ROSAS

 

Fonte: Clube de Autores.

Biografias de Escritores Brasileiros.

Gislaine Canales

Gislaine Canales nasceu em Herval - RS - BR, em 20/04/38. Divorciada. Quatro filhos. Sete netos. Uma bisneta. Delegada do Portal CEN - "Cá Estamos Nós", Presidente da UBT, União Brasileira de Trovadores, e Cônsul de Poetas Del Mundo em Balneário Camboriú /SC. Bacharel  em Pedagogia e...

Guiomar de Paiva

Guiomar de Paiva Brandão           Guiomar de Paiva Brandão é natural de Caxambu, reside em São Lourenço, Sul de Minas Gerais. Filha de José Capistrano de Paiva Filho e Maria de Lourdes Mendes Paiva é casada com Augusto Brandão e tem quatro filhos, Daniel,...

Augusto Barbosa Coura Neto

Augusto Barbosa Coura Neto, Membro Correspondente da Academia de Letras de Balneário Camboriú, é natural de Ponte Nova/MG, e casado com Mariza Matilde Martellet Coura. Engenheiro Florestal pela UFSM/RS e Pós-graduado em nível de Especialização pela UFSC/SC.  Trabalhou no Projeto RADAMBRASIL,...

Silvia Araújo Motta

SILVIA (de Lourdes) ARAÚJO MOTTA Email-Emeio atual: clubedalinguaport@gmail.com Sou a Silvia Professora, BEM FELIZ aposentada, violonista e escritora, pela vida apaixonada. Mensageira da Alegria, cativa da Arte e Cultura vivo a divulgar Poesia, Música e Literatura. O tempo mudou meus...

Domingas Alvim

    Domingas Alvim, escritora desde os cinco anos de idade – data em que escreveu seu primeiro poema. Até agora, tem 3 livros publicados (Poços dos Desejos; Do Deserto; Viver é meu Vício).      Sempre foi seduzida pela palavra. Lida, escrita, desenhada, rabiscada....
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>