Polígono Sul-Mineiro Livro

Polígono Sul-Mineiro Livro

Resumo

 

O Polígono Sul-Mineiro do Livro (Leitura, Escrita, Literatura e Bibliotecas -PSML(LELB)) / PSM 3LEB é um coletivo cultural biblioliterário. Dele participam pessoas e entidades comprometidas com a criação, produção, distribuição, circulação, promoção, mediação, fruição do livro, integrantes envolvidos desde a ideia do livro na cabeça do autor até o momento da leitura nas mãos do leitor. 
Num resumo de suas atividades pela construção de um Sul de Minas, como um território leitor e de leitores, destacamos alguns dos principais encontros promovidos para aproximar pessoas e entidades sul-mineiras com tal propósito, sempre ressaltando que desses encontros derivam um incrementado rol de atividades que vêm potencializando e consolidando a agenda do Sul de Minas Leitor e de Leitores:
2001- Cidade de Campanha (MG).
2002 - Cidade de Carrancas (MG).
2003 - Cidade de Camanducaia (MG)
2004 - Cidade de Capitólio (MG)
2005 - Várias localidades sul-mineiras para a Mobilização em prol do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) e do Ano Ibero-Americano da Leitura
2005 - Localidades do Polo Poços de Caldas (MG)
2006 - Localidades do Polo São Sebastião do Paraíso (MG)
2007 - Localidades do Polo Passos (MG)
2008 - Localidades do Polo Alfenas (MG)
2009 - Localidades do Polo Varginha (MG)
2010 - Localidades do Polo Campo Belo (MG)
2011 - Localidades do Polo Lavras (MG)
2012 - Localidades do Polo Andrelândia (MG)
2013 - Localidades do Polo São Lourenço (MG)
2014 - Localidades do Polo Santa Rita do Sapucaí (MG)
2015 - Localidades do Polo Pouso Alegre (MG)
2016 - Localidades do Polo Itajubá (MG)
2017- Várias localidades sul-mineiras para a Mobilização em prol do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (PELLLB-MG).
2018 - Várias localidades sul-mineiras para a Mobilização em prol dos Planos Municipais do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (PMLLLBs). - início dos trabalhos.

Experiência

 

Produtor Cultural Biblioliterário

Autônomo

janeiro de 2000  – o momento (18 anos 9 meses)

 

A nossa proposta de construção de um território leitor e de leitores, no Sul de Minas, por meio de campanhas, ações, projetos, programas, planos que valorizem e democratizem o acesso ao livro e incentivem a leitura, normalmente, conta com um repertório de atividades que contemplam desde sessões de leitura (rodas e círculos), sessões de narração de histórias, contação de causos, rodas de recreação, jogos, e brincadeiras, cursos (especialmente cursos de mediação de leitura, contação de histórias), programas de alfabetização (notadamente para pessoas com deficiência, jovens, adultos), ciclos de estudos, aulas, oficinas, (criação literária, criação artística, produção textual, produção imagética), lançamentos de livros e publicações, sessões de autógrafos, entrevistas com autores, reuniões, encontros, bate-papos, diálogos, interlocuções, intercâmbios, conferências, palestras, colóquios, mesas-redondas, debates, painéis, seminários, demonstrações, tertúlias literárias, saraus poéticos, apresentações culturais (cultura ameríndia, afro-brasileira, popular, tradicional, folclórica, patrimônio material e imaterial), exposições artísticas / plásticas / visuais / audiovisuais / novas mídias, exposições de coleções, projeções cinematográficas, espetáculos culturais contemporâneos, apresentações musicais, coreográficas, cênicas, circenses, leituras públicas/dramatizadas, encenações, jograis, mímicas, pantomimas, performances / instalações / intervenções literárias, piqueniques e convescotes literários, visitas mediadas, expedições de reconhecimento, mostras artesanais, mostras gastronômicas. Além das feiras, festas, festivais, fóruns do livro, leitura e literatura, anuais, que se configuram, em cada uma das localidades sul-mineiras (mais de 170 cidades e mais de 80 distritos) como o evento culminante de um processo de construção do território leitor, de leitores ao longo do ano naquela localidade..

 

- POR QUÊ?

O Coletivo Polígono Sul-Mineiro do Livro (Leitura, Literatura e Bibliotecas) tem como propósito contribuir para a construção do Sul de Minas como um território leitor e de leitores e para tal conta com a participação ativa de todos. Todos são sempre bem-vindos e de antemão asseguramos que cada contribuição é valiosíssima. Não deixe de participar, interagir! Contamos com você! Avante!
 
- COMO?
 
No repertório de atividades do Polígono Sul-Mineiro do Livro (Leitura, Literatura e Bibliotecas) estão previstas desde sessões de leitura (rodas e círculos), sessões de narração de histórias, contação de causos, rodas de recreação, jogos, e brincadeiras, palestras, mesas-redondas, debates, painéis, seminários, cursos (especialmente cursos de mediação de leitura, contação de histórias), programas de alfabetização, ciclos de estudos, seminários, oficinas, lançamentos de livros e publicações, sessões de autógrafos, entrevistas com autores, reuniões, encontros, bate-papos, diálogos, interlocuções, intercâmbios, conferências, palestras, colóquios, painéis, aulas, oficinas, demonstrações, tertúlias literárias, saraus poéticos, apresentações culturais, mostras artesanais, exposições artísticas/plásticas/visuais/audiovisuais, exposições de colecões, projeções cinematográficas, espetáculos culturais, apresentações musicais, coreográficas, cênicas, leituras públicas/dramatizadas, encenações, jograis, mímicas, pantomimas, instalações/intervenções/performances literárias, piqueniques e convescotes literários, visitas mediadas, expedições de reconhecimento, dentre outras atividades que acontecem de forma pontual em campanhas, ações, ou inseridas em projetos que compõem programas de forma continuada.
 
 
- QUANDO?
 
 
O Polígono Sul-Mineiro do Livro (Leitura, Literatura e Bibliotecas) passou a se reunir desde o ano de 2000, com 12, depois 144 integrantes, que no período de 2001 a 2004 empreenderam visitas presenciais, realizaram entrevistas, aplicaram questionários, enviaram formulários para os recortes Norte, Sul, Leste e Oeste do território sul-mineiro. Durante este período ocorreram os aglutinadores encontros que ficaram conhecidos como os "Encontros de -Campanha, -Carrancas, -Camanducaia, -Capitólio.  Uma iniciativa que se desdobrou para as áreas geográficas microrregionais, entre os anos de 2005 até 2016. As áreas visitadas foram, na sequência, as de Poços de Caldas, São Sebastião do Paraíso, Alfenas, Passos, Campo Belo, Lavras, Varginha, Andrelândia, São Lourenço, Santa Rita do Sapucaí, Pouso Alegre, Itajubá, o que proporcionou o recolhimento de dados, informações, propostas, sugestões, encaminhou o delineamento de um panorama sobre o comportamento leitor do território sul-mineiro.
 
Anualmente, o calendário se inicia em 7 de janeiro e se encerra em 22 de dezembro. 
A abertura ocorre com campanhas, ações alusivas ao Dia do Leitor. 
 
E o encerramento, depois de um ano com intensa e incrementada programação voltada para a promoção do Livro e incentivo da Leitura, acontece com as Árvores de NataLivros, tanto a realização da Árvore Social que distribui livros, bem como a Simbólica que convoca a eleição, por meio de votação, das obras que ao longo do ano  contribuíram para a formação do Sul de Minas como território leitor e de leitores. 
 
Além do acesso a livros, também se incentiva a leitura e o diálogo com o leitor, já que tais autores se tornam convidados para conversas com os grupos de leitores que elegeram suas obras. 
 
Também encerra o ano leitor, no Sul de Minas, a campanha de incentivo à leitura conformada como “Amigo Secreto /Oculto / InvisíveLivro” nas livrarias, sebos e pontos de venda de livros nas cidades da região.
 
 
- ONDE?
 

O Polígono Sul-Mineiro do Livro (Leitura, Literatura e Bibliotecas) interage junto a -contatos, interlocutores,colaboradores, mobilizadores- em Aguanil, Aiuruoca, Alagoa, Albertina, Alfenas, Alpinópolis, Alterosa, Andradas, Andrelândia, Arantina, Arceburgo, Areado, Baependi, Bandeira do Sul, Boa Esperança, Bocaina, Bom Jardim de Minas, Bom Jesus da Penha, Bom Repouso, Bom Sucesso, Borda da Mata, Botelhos, Brasópolis, Bueno Brandão, Cabo Verde, Cachoeira de Minas, Caldas, Camanducaia, Cambuí, Cambuquira, Campanha, Campestre, Campo Belo, Campo do Meio, Campos Gerais, Cana Verde, Candeias, Capetinga, Capitólio, Careaçu, Carmo da Cachoeira, Carmo de Minas, Carmo do Rio Claro, Carrancas, Carvalhópolis, Carvalhos, Cássia, Caxambu, Claraval, Conceição da Aparecida, Conceição das Pedras, Conceição do Rio Verde, Conceição dos Ouros, Congonhal, Consolação, Coqueiral, Cordislândia, Córrego do Bom Jesus, Cristais, Cristina, Cruzília, Delfim Moreira, Delfinópolis, Divisa Nova, Dom Viçoso, Doresópolis, Elói Mendes, Espírito Santo do Dourado, Estiva, Extrema, Fama, Fortaleza de Minas, Gonçalves, Guapé, Guaranésia, Guaxupé, Heliodora, Ibiraci, Ibitiúra de Minas, Ijaci, Ilicínea, Inconfidentes, Ingaí, Ipuiúna, Itajubá, Itamoji, Itamonte, Itanhandu, Itapeva, Itaú de Minas, Itumirim, Itutinga, Jacuí, Jacutinga, Jesuânia, Juruaia, Lambari, Lavras, Liberdade, Luminárias, Machado, Madre de Deus de Minas, Maria da Fé, Marmelópolis, Minduri, Monsenhor Paulo, Monte Belo, Monte Santo de Minas, Monte Sião, Munhoz, Muzambinho, Natércia, Nazareno, Nepomuceno, Nova Resende, Olímpio Noronha, Ouro Fino, Paraguaçu, Paraisópolis, Passa Quatro, Passos, Pedralva, Perdões, Piranguçu, Piranguinho, Piumhi, Poço Fundo, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Pouso Alto, Pratápolis, Ribeirão Vermelho, Santa Rita de Caldas, Santa Rita do Sapucaí, Santana da Vargem, Santana do Jacaré, Santo Antônio do Amparo, São Bento Abade, São Gonçalo do Sapucaí, São João Batista do Glória, São João da Mata, São José da Barra, São José do Alegre, São Lourenço, São Pedro da União, São Roque de Minas, São Sebastião da Bela Vista, São Sebastião do Paraíso, São Sebastião do Rio Verde, São Tomás de Aquino, São Thomé das Letras, São Vicente de Minas, Sapucaí-Mirim, Senador Amaral, Senador José Bento, Seritinga, Serrania, Serranos, Silvianópolis, Soledade de Minas, Tocos do Moji, Toledo, Três Corações, Três Pontas, Turvolândia, Vargem Bonita, Varginha, Virgínia, Wenceslau Braz.
 
 
- QUEM?
 

O Polígono Sul-Mineiro do Livro (Leitura, Literatura e Bibliotecas) é composto por uma turma de sul-mineiros desenhada de forma a se reunir num conjunto de 12 vértices interligados 
1- escritores, prosadores, poetas, jornalistas literários, blogueiros literários, resenhistas, academias de letras e afins, associações de escritores, agremiações literárias, coletivos de autores, autores independentes, dentre outros autores;
2- contadores de histórias/estórias/causos, mediadores de leitura, agentes de leitura, declamadores, 'performers', clubes de leitura (clês)/rodas e círculos de leitura;
3- bibliotecários, coordenadores de bibliotecas, auxiliares de bibliotecas, amigos de bibliotecas, inclusive sociedades de amigos da biblioteca (sabs -locais e regionais-), grupos de amigos da biblioteca (grabis), amigos da biblioteca (amibis);
4- professores da educação básica; organizados numa liga sul-mineira de ‘professores leitores literários;
5- professores universitários e pesquisadores, teóricos, críticos, historiadores do livro, leitura, escrita, literatura, biblioteca, com especial interesse na temática sul-mineira;
6- agentes literários, tradutores, preparadores de textos, revisores, editores, produtores editoriais, distribuidores, livreiros, distribuidores, sebistas;
7- bibliófilos e colecionadores;
8- encadernadores, conservadores e restauradores;
9- ilustradores, artistas plásticos, visuais, audiovisuais, digitais, (livro-objeto, livro de artista), artesãos (livros artesanais);
10- gestores, produtores, profissionais da área cultural-voltados para o livro, leitura, escrita, literatura, biblioteca – com ênfase para o livro como patrimônio cultural, como política pública; (conselhos municipais, associações microrregionais de municípios);
11- gestores, produtores, profissionais da área de promoção social-voltados para o livro, leitura, escrita (alfabetização), literatura, biblioteca – no enfoque da leitura como ação sociotransformadora junto a população em risco e vulnerabilidade social (gestantes, crianças, adolescentes, jovens, menores, privados de liberdade, dependentes químicos, portadores de necessidades especiais, operários, moradores de zonas urbanas periféricas, rurais, idosos).
12- gestores, produtores, profissionais da área de turismo (eventos)-voltados para o livro, leitura, escrita, literatura, biblioteca – com destaque para o livro dentro da proposta da economia criativa (feiras, festas, festivais, fóruns do livro, leitura, literatura, biblioteca, semanas, anos dedicados a autores/obras etc).
 
 
– O QUÊ?
 

 

O Polígono Sul-Mineiro do Livro (Leitura, Literatura e Bibliotecas) é um coletivo [1] cultural [2} contemporâneo[3] biblioliterário[4] .

 

[1] Os dicionários nos apresentam várias acepções para o verbete “coletivo”, porém na prática, tal conceito já nos é familiar. Sabemos que coletivo sinaliza para algo que envolve muitas pessoas, que é construído, utilizado por muitos, ou seja, aponta interesse comum.

 

[2]Podemos conceituar um coletivo cultural como um conjunto de pessoas, grupos, redes com várias formações, diferentes funções, mas com um objetivo comum, o de desenvolver o cenário cultural de determinado território, de forma colaborativa, intersetorial, aglutinando os esforços dos 1º, 2º, 3º setores (podendo ser incluído o recém denominado 4º setor, para alguns autores).

 

[3]Contemporaneamente, os mineiros, no tocante ao tema do livro e da leitura vêm se organizando nas regiões: Central, Triângulo, Norte, Vale do Aço, Zona da Mata em torno de redes e coletivos como: “Sou de Minas, Uai”, “TrianguLivros”, “BussoLivros”, “LivrAço”, “Mata de Livros”, citando apenas os que mais interagem conosco aqui na região sul do estado.
 
[4]No caso de um coletivo cultural biblioliterário, isto é, voltado para o Livro, a Leitura, a Literatura, a Biblioteca (LLLB), o foco está no acesso ao livro e no incentivo à leitura. O que se materializa pela vivência, em nossa região, dos 4 (quatro) eixos dos Plano Nacional e Estadual do Livro, Leitura, Literatura, Biblioteca (www.cultura.gov.br/pnll ehttps://www.almg.gov.br/acompanhe/eventos/hotsites/2017/forum_tecnico_plano_do_livro/index.html): : 1. Democratização do acesso ao livro; 2. Formação de mediadores para o incentivo à leitura; 3. Valorização institucional da leitura e o incremento de seu valor simbólico; 4. Desenvolvimento da economia do livro como estímulo à produção intelectual e ao desenvolvimento da economia nacional e suas respectivas linhas de ação.
 

 

Trocas/Intercâmbios em Papel/Pixel por meio de caixas postais/correios eletrônicos 
entre Contatos, Interlocutores, Colaboradores, Mobilizadores
do Livro, Leitura, Literatura, Bibliotecas no Sul de Minas
 
1 – Escritor (1)
2 – Leitor (2) | Narrador (2) | Mediador (4)
3 – Bibliotecário (5) | Amigo da Biblioteca (6)
4 – Professor Educação Básica-Infantil (7) Fundamental I (8) | Fundamental II (9) | Médio (10) | EJA (11)
5 – Pesquisador (12)
6 – Editor (13) | Livreiro (14)
7 – Colecionador (15)
8 – Encadernador (16)
 
9 – Artista (17)
10 – Patrimônio Cultural (18)
11 – Política Pública (19)
12 –  Economia Criativa (20)
 
 
Polígono 12 presencial.
 
 
Turma LLLB (do Livro, Leitura, Literatura, Bibliotecas) 
das Serras, Campos, Águas do Sul de Minas em
1 – Poços de Caldas e entorno
2 – São Sebastião Paraíso e entorno
3 – Alfenas e entorno
4 – Passos e entrono
5 – Campo Belo e entorno
6 – Lavras e entorno
7 – Varginha e entorno
8 – Andrelândia e entorno
9 – São Lourenço e entorno 
10 – Santa Rita Sapucaí e entorno
11 – Pouso Alegre e entorno
12 –  Itajubá e entorno

Fonte: poligono sul mineiro do livro.

poligonosulmineirodolivro.blogspot.com

 

Conheçam mais o projeto acessando poligonosulmineirodolivro.blogspot.com/, tenham uma ótima leitura.

Textos organizacionais do estatudo da Polígono, autoria da instituição.

Empresas Parceiras da cultura Brasileira.

Biblioteca Comunitária Novo Horizonte

Contando a história…   A inspiração para criar a BCNH veio do coração de Deus.   No ano de 2006, eu e meu amigo Marcelo não sabíamos o que fazer com vários livros que nós encontramos jogados na rua. Resolvi guardá-los em minha casa para trabalhar com as crianças da...

Polígono Sul-Mineiro Livro

Resumo   O Polígono Sul-Mineiro do Livro (Leitura, Escrita, Literatura e Bibliotecas -PSML(LELB)) / PSM 3LEB é um coletivo cultural biblioliterário. Dele participam pessoas e entidades comprometidas com a criação, produção, distribuição, circulação, promoção, mediação, fruição do...

Jornal Sem Fronteiras

O Jornal Sem Fronteiras, da “Rede Mídia de Comunicação Sem Fronteiras”, foi idealizado pela escritora e jornalista Dyandreia Portugal, para atender às necessidades do mundo cultural, por ser um veículo de comunicação exclusivo para os amantes das Artes e...

Chiado Books

Sobre nós         Publicar livros não é o nosso trabalho, é a nossa paixão! Na CHIADO BOOKS adoramos livros, os publicados por nós e muitos publicados por outros. E trabalhamos todos os dias para oferecer a cada Leitor um livro que seja especial...

Edição por Demanda

 Editora Edição por Demanda. INSTITUCIONAL       Administrada por um Designer com experiência de mais de 25 anos atuando no mercado de produções gráficas, nós da EDIÇÃO POR DEMANDA produtora de livros, temos toda estrutura, muita disposição e estamos sempre...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>