Poetizando.

Poetizando.

foto pixabay dominio publico

 

Poetizo a vida,

Poetizo a história,

Poetizo a própria poesia.

 

São letras,

São rimas,

Formando os traços da melodia.

 

O amor que nasce do sentimento,

O sentimento que marca pequenos momentos,

Ou apenas transmite a nossa alegria,

Esta alegria que nasce em nossos pensamentos.

 

A tristeza não tem mais espaço,

A melancolia é rabisco de versos do passado,

Porque hoje tenho vida,

E vivo na utopia das nossas poesias.

 

Leandro Campos Alves.

2015.

 

 
Número de páginas: 101 

Edição: 1(2016) 

Formato: Pocket 105x148 

Coloração: Preto e branco 

Acabamento: Brochura s/ orelha 

Tipo de papel: Offset 75g

 

 

 

 

 

 

 

 

www.clubedeautores.com.br/book/206358--Sonhos?topic=mensagens#.VwWSpPkrLIU

 

 Todos direitos estão reservados a autor  conforme artigo (Lei 9610/98).

 

 

Meus Poemas.

Feliz 2019.

Neste ano que se inicia, em nome do Nosso Senhor. Desejo-te paz e alegria, saúde, sabedoria e amor.       Leandro Campos Alves 2018

Oração de súplicas à Nação.

Peço a Deus compreensão, para ver tudo diferente. Peço a Deus mais compaixão, para não julgar nossa gente.   Peço a Deus misericórdia, pelos erros da História, pela morte da memória, de Jesus em oratória.   Peço a Deus clemência, pela falta de prudência, ao esquecer a existência, de Sua...

A maior riqueza de um homem é ser pobre.

    A maior riqueza de um homem é ser pobre. Nela encontramos...   Saudade, amizade, liberdade, sobriedade, humildade, unidade, reciprocidade, fidelidade.   Que mesmo diante da dificuldade, e da necessidade. Achamos nela a hombridade, para sorrir de felicidade.   Enquanto a...

Carnaval em Flor.

Ser livre é viver a alegria, sorrir, pular e entrar na folia. Ter o coração aberto, e o corpo desnudo, ou até mesmo coberto.   Ser livre é viver, dançar e encantar. Criar, trabalhar e ser popular, amando quem no caminho encontrar, deixando a tristeza em outro lugar.   Ser belo é fazer o...

A morte.

A morte que amedronta, vem marcando, ferindo e sangrando. Levando aos que ela encontra, ou, aos que a Deus encanta.   Dói a prematuridade, de uma flor em plena mocidade, ser lançada a história, e acolhido pela eternidade.   Sangra o peito de toda cidade, ao receber a notícia, desta imensa...
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>