Poetas Lusófonos Contemporâneos

Poetas Lusófonos Contemporâneos

Bom dia amigos (as)

Participo-vos aqui o lançamento do livro ANTOLOGIA de Poetas Lusófonos Contemporâneos – Vol I “Perdidamente”, obra que será, segundo os responsáveis, editada anualmente e da qual, orgulhosamente, tomo parte nessa estreia.

Lamento não estar presente, pois a distancia e o tempo não me permitem. 

Como já perceberam anteriormente, não sou de antologias, porém participar da literatura em Portugal me pareceu bem nesse momento.

Meu muito obrigado para a Teresa Queiroz, pois a riqueza da Lusofonia permite que nasça poesia! 

Um grande e fraterno abraço para todos os envolvidos no projeto.

O lançamento será:

Dia 24 de Abril de 2016 – pelas 16 horas – em Lisboa – Sana Malhoa Hotel – Av. José Malhoa nº8. 

Artigos Literários por Hilda dos Santos Milk.

The Drabble.

  Ola escritores/leitores. Depois de alguns dias de ausencia, retorno agora cheia de vontade de escrever. Já ouviram falar do Drabble? O conceito tem origem no fandom de ficção científica no Reino Unido, na década de 1980, o formato de 100 palavras foi criado pela SF...

Acerca do Separatismo

  Bom dia amigos(as). Estou estreando no blog a convite do meu amigo Leandro Alves hoje, e preciso mencionar a admiração e respeito que cultivo por este mineiro que luta todos os dias, abrindo caminho para as suas palavras.    O escritor entende que a valorização da literatura...
<< 1 | 2 | 3

Artigos da Escritora Hilda dos Santos Milk.

Hilda dos Santos Milk/ Guerreira Xue

        Hilda dos Santos Milk/GuerreiraXue, nascida aos 24/08 em Rosário do Sul, no estado do RS.         Atualmente residente em São Paulo desde 1987.         Trabalhou em diversas atividades, sendo vendedora...

O Ogro e a Tecelã.

              Apresento-vos o livro infanto juvenil O O gro e a tecelã.             O livro fala sobre um garoto de...
1 | 2 | 3 >>

Caminhos do vento!

LUZES E SOMBRAS

Entre as luzes e as sombras Ando em busca de meus caminhos Entre o meio fio e a rua A floresta e a montanha Por entre flores e espinhos Ora sob a luz da lua Entre carros e gentes Permeio por aves e cobras Ora sob a luz do sol Vou tramando... E tecendo a vida feito um linho São tantos erros e poucos...

Os Fantasmas

Hoje eles, os fantasmas,  vieram me visitar E ao recordar fizeram-me rir,  e fizeram-me chorar. Em meio a tantas lembranças  vieram os ciganos. que na beira do arroio vinham  todo verão acampar. E na casa do passado  ouvia-se o bando cantar com suas grandes...

A Palavra Poderosa

O poder da palavra vai além Da bala de metralhadora, Ela grita mais alto Que a bomba. Explode e não mata. A palavra pode te ferir Magoar, mentir, Ou falar a verdade. É uma questão A entender e refletir. A palavra pode te levantar Para seguir adiante Ou mesmo te derrubar. A palavra não tem idade Ou...

Princesa de Nada

O dia estava bonito E ela sentada na areia Construindo seu castelo Sonhando Sabe-se lá com o que Não vê o mar Não olha o horizonte Está como que encantada Carrega dentro de si A ilusão de amar E nela, está sendo amada Querida e desejada Tanto que nem percebe a chuva Que vem forte e rápida E a maré...

A Mascarada

Desde menina, ela era linda. Muito vaidosa, e admirada. Sua mãe dizia preocupada Não se gabe disso Porque a beleza de fora  o tempo leva Se quiser um dia ser amada Terá de ser capaz de mostrar O que poucos vão ver O que há dentro de você Porque isto Só a morte pode levar. O tempo passou, A...

TEMPO DE REDENÇÃO

Ela sabia que era culpada de sua cegueira. Embora tivesse sido julgada e absolvida, ainda era culpada. Ela levou-o para casa, cuidou de suas feridas que logo cicatrizaram, mas a visão, essa não foi recuperada. E não havia dia que ela não pensasse: “sou culpada!”. Mas a vida tem destas surpresas, e...

TRISTE LAMENTO

Olhai o trigo nos campos, meu filho Com ele alimente a alma, e aos seus Não criei o mundo para que seja destruído e sim nutrido por tudo que vos conforte o coração Não mate por ganância o seu igual porque isso não te fará único Poderoso ou imortal Reparta o seu pão pois do trigo virá muito...

Sonhos Rotos não Cabem Mais

  Alguns homens carregam o mundo com a leveza de uma pena. Outros são arrastados por enxurradas sem nada de seu à acrescentar. Além do que antes foi dito daquilo que um dia por outro alguém foi sonhado e em seus antigos pergaminhos já descrito existem novos sonhos que podem e devem ser...

Na Hora da Fome

No mundo redondo e perfeito O relógio vira na hora certa, Todos livres de preconceito E o tempo, uma porta aberta. A natureza produz o sustento O homem cuida da cria... A fera a espera do advento E o sol nasce todo dia O céu e a terra se misturam O cão e gata andam juntos O leão e a zebra...

Escolhas

 Para Onde Ir O homem encontra a mulher  no meio do caminho e pergunta -Para onde você vai? A mulher olha então para um lado, e vê Uma criança abandonada chorando, Olha para outro lado Há uma guerra em curso, Em outro, uma festa começando A mulher então...

Andejo

Ando no vento A balançar os cabelos Sinto a água da chuva A bater no meu rosto O chão deslizar sob meus pés Percebo o cheiro das arvores O barulho frenético dos carros Escuto as batidas de meu coração E hoje pareço mais viva  Do que jamais fui. Ando no vento A...

Intermitências

Intermitências   Intermitência é tudo  e um pedaço,  o que existe  e o que não,  o que vai e volta.   O relógio que rompe  e liberta o tempo,  o ruído do silêncio,  o nada que espera,  o tudo que já se foi.   A...

Eu Me Lembro

Eu me lembro Quando éramos crianças Que andávamos pelas pontes Corríamos atrás do trem E escalávamos os montes   E os pássaros sobrevoavam Pela volta toda do atol Subindo paras as nuvens Bebíamos da mesma fonte Seguíamos o caminho do sol   Eu me lembro Todos...

O Príncipe e a Escrava

Tudo a favor de nada Tudo vem vai tudo que dói alivia tudo que é noite vira dia e tudo que é tudo vira nada Ela era a bela princesa De uma grande nação Ele era o principe de outra E ambos não conheciam a servidão Um dia veio a guerra E com ela também a escravidão De moça...

Viagem

Pela fresta da janela Percebo um raio de luar Escuto o silêncio da floresta E o pensamento  Começa a viajar... Nem sei direito para onde vai,  Mas vai voar.   Eu que achava já,  Ser a dona de mim  Quase não consigo controlar, Esta avalanche de...

Salvem a Síria/Save the Síria

Onde anda o Amor que não encontro Onde estão meus filhos que eu perdi A mulher  da qual dela nasci Todos se foram morreram Só eu sobrevivi porque nos matam se somos todos iguais Até ontem eu era um sujeito de sorte Eu tinha a minha casa a minha família E dormíamos embalados  em sorrisos e...

O Velho Pirata

Remem escravos  Gritava o homem demente pois é qualquer dia  bom dia para navegar E ao olhar em volta o velho marinheiro mirando firme no horizonte  continuava a berrar Icem as velas marujos Não tenham medo porque a vida e a morte  andam ai por todo lugar...

Eles Chegaram

Eles chegaram, E junto trouxeram suas armas se fosse o caso de matar Um preço razoável pela conquista da bela terra, do ar, das matas e do mar.   Eles chegaram Trazendo suas roupas, presentes sua doenças e os sermões E veio junto um Deus com o livro das receitas que...

Era

Era que é Que um dia será E que já se foi   Era de passados Do Carro de boi Do futuro que não virá   Era de velhas histórias Dos surdos cegos E das poucas consciências   Era dos acasos Das caras contingencias Dos descasos   Era de memórias...

O Tempo que o Tempo Tem

  Coisa engraçada é isso do tempo Só ele é dono de si  O tempo não imita ninguém está por toda parte Anda sempre no próprio compasso Empurra com força, a tempestade  E sopra a brisa suavemente, Sem medida ou espaço o tempo vai cá, vai lá, e logo...
1 | 2 >>