Perda.

Perda.

 

 

A noite desce no horizonte,

e faz-me ver como sinto sua falta.

Eu procuro em minhas lembranças,

o vestígio do nosso amor.

Mas qual amor?

Se lhe magoei, humilhei e lhe deixei.

 

Naquele dia vi suas lágrimas clamarem meu carinho,

o meu abraço e meu calor.

Senti você suplicar um pouquinho só do nosso amor.

Porém não me importei com a sua dor.

 

Ignorei seus sentimentos,

dei-lhe as costas e parti,

e hoje aqui estou com meu lamento.

Abraçado com a noite solitária,

embriagando-me de saudades.

Pela falta da minha cara metade.

 

O tempo passa e não te esqueço,

dói-me a perda, mas eu mereço.

Não dei o devido valor,

ao tamanho do nosso amor.

 

À noite e as farras,

os colegas e os bares.

Foram a minha perdição e sentença.

Perdoe-me por fazê-la sofrer.

Hoje sei que fui seu carrasco,

e mereço ter como companhia,

a solidão das noites frias.

 

 

Leandro Campos Alves.

20/10/2014

 

Cover_front_perspective
Número de páginas: 103 

Edição: 1(2015) 

Formato: A5 148x210 

Coloração: Preto e branco 

Acabamento: Brochura c/ orelha 

Tipo de papel: Offset 90g
 

Meus Poemas.

Grande final da Liga Mantiqueira de Motocross, em Liberdade MG.

        O ronco dos nossos motores, chora em silêncio a sua partida. Valeu Companheiro.                           Gabriel Ribeiro #13 Autor da Frase: Leandro Campos Alves.   Homenagem...

A morte!

A morte expressa o medo. Mas que medo? Medo do que? Nascemos e somos levados ao batismo, cremos em Cristo, na ressurreição e na vida eterna. Então não seria a morte a consagração do que na vida esperamos?   Aos que vão, o silêncio! Aos que ficam, o choro! Aos incrédulos, a desilusão!   A...

Silêncio

O pensamento voa, na calada da noite. E no silêncio do dia! Meu peito agoniza.   Os momentos da vida, ficam restrito nas lembranças. O tempo com a vida passa, e envelhecemos com ele.   Com o amadurecimento... Sinto a frieza da alma, na quietude do seu silêncio.   Sombrio...

Soneto de la vida

Nuestros cuerpos entrelazados, sin remordimiento y pecado, me lleva al éxtasis del placer, al poseer usted.   Gritamos y amamos, El placer rompe el silencio de la noche, como la propia noche, que se pierde al amanecer.   Las memorias permanecen, sin miedo y consecuencias, sin hijos o...

Acróstico Maestro Caaraüra

M - Maestro Caaraüra A - a expressão da Literatura, E - epicentro da nossa cultura. S - Símbolo da clave, T - tocada com emoção, R - revela sua expressão, O - orquestrando sua posição.   C - Cativante e multi-instrumentista, A - atuante na cultura. A - Atinado com suas conquistas, R -...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>