Os sinos de minha terra.

Os sinos de minha terra.

 

Quando nasci, assim disse minha mãe:

Escute, menino. Escute o doce badalar dos sinos de setembro.

Escute-os para nunca esquecê-los

para que te lembres de casa quando for outubro,

quando for novembro.

Eu escutei-os,

e de casa me lembro

enquanto ainda carrego minha vela.

Nessa vida de muitos janeiros,

e somente um setembro.

A vida é como uma procissão,

com aqueles apelos e canções de esperança.

Emanamos nossas luzes para quebrar a escuridão,

com fé de um dia retornarmos ao berço na liberdade de criança.

Quando parti, assim disse minha mãe:

Te lembres, menino.

Te lembres da infância e dos sinos de setembro.

Te lembres para que saibas o caminho,

te lembres e saudoso retornes para casa,

quando venceres a procissão de tua vida.

 

        Rone Wulff Araújo Carvalho Filho, mascido em Taubaté aos 05/11/1998, estudante do 3° ano da Escola Estadual Frei José Wulff, em Liberdade – MG, apaixonado por literatura, cinema, teatro, música e diversas artes, escreve e produz os mais diversos gêneros, desde poesias a romances e roteiros teatrais e televisivos.

 

.

 

Todos direitos estão reservados a "Antologia Liberdade dos Poetas" e a autora  conforme artigo (Lei 9610/98).
 

Poetas e seus Poemas da Antologia “Liberdade dos Poetas".

Índice da Antologia Liberdade dos Poetas.

Adriele Elaina de Carvalho Almeida........................................11 Alisson de Paula Costa..........................................................13 Ana Carolina Alves Giffoni......................................................15 Ana Claudia da...

Coração.

           Tu és divino e vermelho, No peito do ser humano. Coração que tens o amor, E também a dor.   Sentimentos com fartura, Sempre terei quando precisar. Tu ficas leve, Quando descobre que comigo pode contar.   Tão pequeno... Do tamanho de uma mão O...

Mãe

  Mãe palavra doce de falar, com muito carinho e dedicação, cuida de mim e de meus irmãos.   Ela é amiga, ela é guerreira, está sempre comigo quando preciso. Com amor sempre me ajuda, sem reclamar.   Mãe! Como é bom dizer! ... Se todos soubessem, não magoariam você, só lhe davam amor...

O tempo e a vida.

  Nascer, aprender andar, cair e se levantar, brincar e crescer.   Estudar, ter amigos, se apaixonar e namorar, se divertir e a juventude aproveitar.   Se formar, trabalhar, amar, se casar, uma família formar, e com ela viajar.   Os filhos criar, e envelhecer, os netos ver...

A vida.

  A vida é feita de momentos. Momentos bons e ruins, pois se não fosse esses momentos, não existiria vida.   Na vida passamos por dificuldades, que nos levam a desistir, mas a coragem e a confiança, permite-nos seguir.   O mundo pode acabar, todos morreram, mas só de parar e...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>