O INEVITÁVEL AMOR.

O INEVITÁVEL AMOR.

Um educador que experimenta 
autoria-poesia-por um outro mundo necessário e possível! Adquira pelo site.

 

Sinopse:

 

O inevitável amor é...

Uma experiência artística muito recente em minha vida.

Digo. Recente mesmo!

Aprendendo e compartilhando este novo caminho com os meus próximos, pude pouco compreender a importante postura de vivenciar a arte, mais do que apreciá-la.

Das poesias, o meu segredo é retirá-las dos altares inacessíveis, socializa-las ( jogá-las ao vento!), porque as componho observando o meu dia a dia, expondo em cada palavra aquilo que sinto e vivo com as pessoas, sejam conhecidas ou desconhecidas.

Escrevo sobre as paixões, as travessuras com a vida, o meu cotidiano, a especial proximidade com crianças.

Antes de qualquer verso me posiciono como um educador, no qual dedica o seu oficio também a conhecer a arte como um dos aspectos mais importantes da vida.

Da arte que nos renova nos entusiasma, que nos dá esperança, daquela que nos coloca em contato com as infinitas sensações e sentimentos, eu visualizo o meu Ser, cada vez mais humano.

Nestas páginas eu intenciono experimentar com vocês o meu vício de sonhar um mundo mais comprometido com a liberdade, com a arte de conviver e, acima de tudo, sobre as infinitas formas de amar.

Pois o amor é inevitável...!

Marcos Fonseca.

 

O INEVITÁVEL AMOR

AUTOR: Marcos Fonseca

ISBN: 978-85-69045-00-0

GÊNERO: Poesia

EDIÇÃO: 1ª

FORMATO: 

A5; 14,8x21,0 cm; 

136 págs.;

 papel pólen 70 gr.;

 costurado;

capa cartão LD brilho com orelhas.

Venda pelo link:www.editoraapmc.com/#!product-page/ocidq/ba4e1f4a-727c-f447-770f-647a15f4c51c

 

Fonte:

Editora Ana Paula de Moraes Cordeiro

 

Lançamento de Livros.

Decifra-me ou te Devoro.

Walber Gonçalves de Souza. Eugênio Maria Gomes Organizadores. Vários autores   Lançamento. Dia 24 de maio de 2017. Fonte: Unec

A Barca e a Biblioteca.

    A barca e a biblioteca é uma ficção que narra a trajetória de um homem que aos poucos descobre a verdadeira história de seu pai, morto nos tempos da Ditadura Militar Brasileira.     Tudo começa nos anos 60, quando César, ainda menino, vive entre a fantasia de...

Uma Questão de Escolha

        Para meus amigos leitores que gostam de um romance mais apimentado, conheçam a obra da Escritora Jaciane Chaves, “Uma Questão de Escolha”.         Já a venda pelo...

Direito Tributário na Prática

        Doutrina | Jurisprudência | Legislação Por: Hamilton Castardo          Este é um livro de Direito Tributário, agora na 4ª. Edição, com o escopo de auxiliar advogados, contadores, administradores e demais operadores do direito,...

Sempre vai haver uma canção

  Por Daiane Duarte 126 páginas           Desde criança Diana aprendeu a não acreditar no amor, ela foi criada num lar que a fez acreditar que não valia a pena se apaixonar já que o amor não existia Diana criou seu próprio...

Boneca de Pano

          O que seria dos escritores sem os leitores?          Por isso, cada vez que chega o retorno positivo de um deles eu vejo que cada página existe por um motivo único e especial. E para quem ainda não conhece "Boneca de Pano",...

Fotógrafo Marcelo Aniello lança livro de fotografia inspirado nas cores de Trancoso

        Obra contará com exposição gratuita aberta ao público e intervenção de artistas plásticos e grafiteiros         O famoso "Quadrado" do "pequeno e grande" vilarejo de Trancoso, em Porto Seguro, BA, agora está eternizado...

O Pirulito das Abelha

        Da escritora Isa Colli, o livro infantil "O Pirulito das Abelhas", sucesso de vendas.   Sinopse           O Pirulito das Abelhas é uma fábula que narra a vida de Vivene e Florine, duas abelhas que habitam Moinho, uma aldeia...

“A Reportagem” de Bettina Muradás

29 de novembro em Curitiba, lançamento da edição Portuguesa do romance “A Reportagem” de Bettina Muradás   Nascida em Curitiba- PR, a jornalista Bettina Muradás foi desde cedo seduzida pelo universo das palavras. Foi repórter e colunista no jornal “Correio de Notícias” e na “Singular Agência...

No velório de Alexandre

por José Celso da Cunha.   Sinopse           Era sábado, dia 31 de dezembro de 1960. Apesar da estação, o último dia do ano cobria a cidade de Perobeiras com uma fria névoa de chuva. Na sala de visitas daquela casa no sobrado, o corpo de Alexandre jazia...
<< 4 | 5 | 6 | 7 | 8 >>