O Homem Está Nu

O Homem Está Nu

Bom dia leitores/escritores

Como era bom se a vida fosse assim, redondinha. Com pessoas cuidadosas e solidárias...

 

-Hoje não vou levantar.

A mulher fez-se de surda, ou ele não disse, só pensou, e ela caladinha foi para o banho, voltou, vestiu-se, tomou seu café, e saiu.

E Jamil ficou lá imóvel, e olhando para o nada. Dormiu, acordou, chorou até dormir novamente. Não pensava em nada, só dormia e acordava. Tinha uma vaga esperança de não despertar, mas despertava.

O telefone tocou, a campainha tocou. Ouvia-se o barulho lá fora e na cabeça de Jamil era puro silencio, estava tudo vazio. E quando Jamil lembrava, chorava.

E como quem estava cansado de ser, o Jamil agora era nada. E não havia dor ou culpa, arrependimento, ressentimento, nem calor, só o vazio. Ou podia ser cheio demais e por isso, é que estava a transbordar.

Sem pensar naquilo que sabe, no que viu, ou em tudo que tem e o que já construiu...Tudo vai desabando por enxurradas de lágrimas salgadas que encharcam seu olhar.

... E lá longe no infinito, o homem se deixou estar e não era sem roupas ou dinheiro, não era sem casa ou família era uma nudez de corpo. Uma sensação de total ausência.

 

Era o fim do dia quando a mulher voltou, olhou em volta e percebe que Jamil não levantou. Abriu a porta do quarto letamente e viu que Jamil dormia pesado agora.

Seu coração apertou-se a ver seu homem nesse estado de alma.Tornou a fechar a porta e foi para a cozinha, e enquanto preparava o jantar, pensava em tudo que se passara nos últimos dias.

O celular toca interrompendo seus pensamentos.

-Oi dona Ana. Está tudo bem sim, cheguei agora.

Ele ainda muito abatido, mas vai descansando. Acho que só precisa de tempo agora e muito carinho.

Foi uma tragédia horrível o incêndio e todos aqueles gritos, nem quero pensar. Os jornais só falam e falam...

A equipe fez o que pode, mas mesmo no hospital ainda tem gente morrendo por conta da fumaça tóxica.

Jamil desabou  de vez... Vida de bombeiro dona Ana, vida de bombeiro.

Tenho fé que vai melhorando aos poucos, caso contrário vou leva-lo ao hospital para avaliação e tratar. Hoje em dia a maior parte das pessoas pensa que sofrer é doença, e chorar não pode. Pode sim.

Jamil e a equipe serão homenageados pelo prefeito na próxima semana por bravura no exercício salvar vidas, porém ele lamenta as que não salva.

Te ligo para dar noticias sogra, fique tranquila que cuido bem dele. Beijos!

desligando o telefone ela vai no quarto chamar Jamil

-Boa noite preguiçoso!

Jamil abre os olhos e contempla a mulher...

-Fiz o picadinho que voce gosta, portanto espero que esteja com fome, porque eu estou faminta!

Quer ajuda para levantar?

Lentamente Jamil foi levantando e com a ajuda da mulher foram para o chuveiro.

-Amanhã é sábado. Vamos andar de bicicleta querido?

Sem resposta a mulher continua com um leve sorriso... -Quero passear no lago com voce, só nós dois como nos velhos tempos...

Lembra que foi voce que me ensinou a pedalar?

Ah Jamil querido, aprendi tanta coisa com voce! Meu amigo, meu amor amado.

O jantar transcorreu em silencio que só era quebrado com o barulho da louça e talheres.

Jamil queria falar, dizer qualquer coisa que fosse, mas as malditas palavras não saiam. Amava tanto aquela mulher que magoa-la seria como morrer mais um pedaço.

Ao som de Omar Akram ambos se recolheram para o quarto e Jamil se deita virado para o canto, e a mulher o enlaça como a protege-lo de sua própria solidão.

No meio da noite os gritos a acordam... Jamil sonhava com o incêndio e gritava com desespero...

-Acorde Jamil, é um sonho mal. Vou pegar água querido, fica calmo.

-Não era sonho, era tudo real meu Deus!

A mulher estacou ao ouvi-lo. Fazia exatamente sete dias que Jamil não pronunciava uma palavra sequer. Era a oportunidade que esperava para tira-lo do fundo do abismo.

-Vou trazer sua água...

Mais calmo Jamil desata:

-Aquilo ficou um inferno. E não havia água que fizesse parar de queimar, o cheiro era de morte por toda a parte. Meu Deus! Todas aquelas pessoas em desespero... Por um momento, mesmo estando lá tentando tirar aqueles escombros freneticamente, resgatando corpos meio mortos meio vivos eu pensava em desistir sabe fazer de conta que não aconteceu, correr para minha casa e ficar quietinho no meu canto, confortar-me no meu egoísmo.

Agora me lembro de tudo e foi muito absurdo, não existe treinamento que nos prepare para um cenário daqueles.

Depois meu pensamento mudava. "Não, tudo vai acabar logo, estou aqui para fazer isso, tenho que fazer rápido."

Sinto-me agora sem valor, por não ter morrido também. Tantos jovens que justamente quando começavam a vida se perderam, parece-me que tudo é tão sem sentido.

Emocionada com o relato do marido a mulher retruca:

-Nem diga isso, por favor! Voce acha que se tivesse morrido no incêndio faria sentido? Quem iria liderar a equipe com tanta competência? Foi muito triste ver tantos mortos, mas se voce tivesse salvado uma vítima que seja, ainda assim voce já merecia viver.

Voce ajudou as pessoas que podia e foram muitas, fez o máximo que é permitido a um ser humano, voce sabe e todos os que o conhecem entendem isso também. Não somos de ir a igreja, mas iremos nos juntar as todas as famílias que estiveram envolvidas nesta tragédia no domingo próximo. Temos fé a ponto de  creditarmos, nós dois, que o amor é a única opção que salva,  e mais ou menos que isso, não existe.

Ai Jamil  meu amor... Eles estão sofrendo muito por suas perdas, precisam de todo apoio possível agora.

-Está certo meu amor, mas morreram porque não as salvamos, compreende! Como vou encara-las? O que nos move ao salvar alguns e outros não?

-Ai aiii... Que confusão! A pergunta está mal colocada aqui.

Voce e os outros arriscaram suas vidas salvando outras vidas. Ninguém os prepara para cenas tão trágicas como estas. É preciso consenso e conscientização coletiva. Ninguém salva o mundo sozinho. Digamos que sempre vão precisar de mais cooperados. Campanhas de prevenção, fiscalização, etc. etc.

Jamil contemplou sua mulher como se a visse pela primeira vez em anos e abraçou-a dizendo calmamente.

-Coisa boa que tenho voce.

E os dois tornaram a dormir, e pela primeira vez em muitos dias o sono foi reparador.
GuerreiraXue/Hilda Milk
 

                                              

 

"Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente...
Cala: parece esquecer..."

Fernando Pessoa

https://www.facebook.com/GuerreiraXue
https://escritoressemfronteiras2.blogspot.com.br/

Artigos da Escritora Hilda dos Santos Milk.

Hilda dos Santos Milk/ Guerreira Xue

        Hilda dos Santos Milk/GuerreiraXue, nascida aos 24/08 em Rosário do Sul, no estado do RS.         Atualmente residente em São Paulo desde 1987.         Trabalhou em diversas atividades, sendo vendedora...

O Ogro e a Tecelã.

              Apresento-vos o livro infanto juvenil O O gro e a tecelã.             O livro fala sobre um garoto de...
1 | 2 | 3 >>

Caminhos do vento!

Patologia do Amor

O mundo gira A vida passa O vento voa A porta bate A terra brota E o amor... Nasce   O outono chega A folha cai O homem espera O dia se vai A noite vem E o amor... Tempera   O sol se deita A estrela aparece O tempo muda A flor abre O pássaro pousa E o amor... Cresce   A morte...

A Lenda

Reza a lenda que Nos tempos do longínquo passado Deus andava pelos mundos, Deixando seus rastros por todo lado, E de suas invisíveis pegadas Surgiram no céu as estrelas Mostrando-nos os caminhos Por ele seguido.   A mesma lenda também diz; Aqueles que se escondem da noite Por medo do...

Meu Lugar

Existe um lugar que talvez  eu possa ir. Nem sei se um dia chego. Lá tem uma flor a me esperar E quando eu a olhar Ela logo vai se abrir Tenho coisas para buscar E não é desses sonhos impossíveis Só simplicidades... Sabe aquelas banalidades Que nos fazem sorrir Arroz com feijão Aquela música...

Quantas Vezes

Quantas vezes subimos o monte ali do alto, perto das nuvens contemplando as distancias e encerrados em nós, choramos diria eu, um ato necessário triste e também solitário porque afinal todas as contas acertamos é conosco mesmo    E que ninguém veja nossas...

Segregados

Bom dia leitores/escritores Já dizia Rui Barbosa “A regra da igualdade não consiste senão em quinhoar desigualmente aos desiguais, na medida em que se desigualam. Nesta desigualdade social, proporcionada à desigualdade natural, é que se acha a verdadeira lei da igualdade... Tratar com...

Pelos Caminhos do Vento

Bom dia leitores/escritores   Eis-me aqui dividida em versos.  Escrevendo a vida aos pedaços Remoendo velhos poemas dispersos E se acaso não houver nestes, tanta paixão  Me perdoem a frieza, pois sem querer  Serei eu movida pela razão Contudo, isso não quer dizer  Que me...
<< 1 | 2 | 3

Artigos Literários por Hilda dos Santos Milk.

SENSO COMUM

Na rotina diária o homem respira, trabalha, come e dorme. Suas diversões são; futebol das quartas e a bebedeira das sextas, acompanhado de outros bêbados que chamam de hora feliz. Certo ou errado, cada um é que sabe de si. Algumas mulheres acompanham o ritmo, dando colorido ao...

O Ladrão do Tempo

Na era da escuridão ele já existia, e quando se fez a luz, ele ausentou-se, pois foi de ferias para África. Ao retornar ao país de origem ele estava entrado em anos, e os amigos de infância tinham morrido. E ele chorou. Nesse momento que ele percebeu que o tempo não ligava para a sua morte. Depois...

Tia Irene

Quando era menina morava na Vila Harmonia, e logo depois do rio vivia uma mulher sozinha, a quem todos chamavam de tia Irene, e se era minha, eu não sei. Há que se diga que esse nome é de bruxa mesmo. Segundo as línguas do lugar ela tirava mau-olhado, tristeza, devolvia a alegria e fazia homem...

Tudo que Encanta

Tudo que encanta se reflete no coração e na emoção de cada um, mas isso não quer dizer que a mesma coisa encante a todos da mesma maneira. A exemplo disso posso mencionar a Teresa. Uma moça que morava do lado de lá da ponte de São Seberi , e nem adianta procurar no mapa, porque esse lugar, eu...

Amor Perfeito

Ana Lucia era professora de matemática de Marquinhos na escola, e tinha um problema sério com o garoto. Toda vez que ela entrava na sala de aula, ele dormia. Ao se inteirar de seu histórico, Ana Lucia ficou sabendo que o menino era orfão de mãe e que morava com avó, uma senhora que vendia doces...

Sonhos Encantados

Rosilda me diz que sonha muito, e sonha tanto que ela nunca sabe se está dormindo ou acordada. Pois bem, uma vez a moça sonhou que se casava, e no dia seguinte foi ao mercadinho buscar vinagre, para a salada. E não se sabe porque cargas dágua, ela levou a cadela "Diana" consigo.  A Diana...

A Feiticeira

Dizem que elas são muitas, e moram em qualquer lugar. E dizer que não acredito seria perda de tempo, pois a vida é tão cheia de mistérios que não me surpreenderia se eu mesmo fosse uma. Então vá lá ... Uma vez, eu menina ainda, ia tomar banho no açude nas terras de meu pai, estava para completar...

O Homem e Sua Existência

A História do homem acontece desde os primórdios, e ainda nenhum "pensador" até hoje conseguiu decifrar de maneira conclusiva, o porquê de sua existência.   A natureza, dos animais e das plantas, dos céus e da terra está lá, a espera de respostas. O homem é criatura que subjuga,...

NOTA DA AUTORA

Ola,  para Novembro, Pelos Caminhos do Vento, nas livrarias Bertrand, Finac e Wook de Portugal. Pela Editora Pastelaria Studios, Obrigada Teresa Queiroz pela confiança e paciência. :) Esqueci de mencionar sobre a foto de capa! A imagem linda de sol é de Paulo Fernandes. E...

Impeachment de Dilma Rousseff

Hoje acontece a votação pelo impeachment de Dilma Roussef. Confesso que nem assisti a palhaçada toda, porque ao que me consta a queda "dela" já são favas contadas, independente do que se diga ou prove. O que dizer de um País que elege seu presidente pelo voto direto, e agora o tem acusado por...

THE OGRE AND THE WEAVER By Guerreira Xue

…ABOUT THE BOOK … As far as I know, these stories and tales are true journeys into the imaginary of our heads, and they cross the lines between curves and straight lines, between right and wrong, and ultimately everything is a life lesson, and each person interprets it their own way. The book deals...

Sem Futuro

Estou com medo do mundo que vamos deixar para os nossos netos. Eu sinceramente, não preciso acreditar em Deus ou em Diabo, queria mesmo era acreditar na humanidade de todos nós. Esses ataques terroristas pelo mundo são uma tentativa de desestabilizar uma sociedade que a muito tempo afogou-se no...

Era Uma Vez Na Toscana

  Madalena estava embrenhada  na papelada burocrática quando a secretária a interrompe. _Telefono sulla linea uno, Magdalene _Rispondo ora, grazie Ana. Magdalene a parlare. _Olá Madalena, é Lindolfo. Um silêncio no outro lado da linha... _Olá Lindolfo, como vai? Quantos anos...

O Amor de Além Mar

  Ao entrar em casa, Lindolfo é recebido com festa pelo cão tic-tac, que só sossega depois de ganhar sua ração diária. Ambos tinham uma vida em comum bem rotineira que começava cedo com uma caminhada matutina pela praia, uma parada para no café do Manuel, para o desjejum e passar os...
1 | 2 | 3 | 4 >>