O coelho sapeca.

 O coelho sapeca.

Conheço um coelho

muito sapeca.

Ele chuta o joelho

é levado da breca.

 

Conheço um coelho

que lava o pé.

Não lava o seu pêlo

porque não quer.

 

Esse coelho é muito danado,

ele vai à horta

e come todo gramado.

Lá tem uma cachorra que é muito danada.

 

Esse coelho,

come, come sem parar.

Ele come verdura

e tudo o que encontrar.

 

José Felipe da Silva Campos, estudante do 4° ano da Escola Municipal Augusto Pestana, zona rural de Liberdade – MG.

 

 

 

 

Todos direitos estão reservados a "Antologia Liberdade dos Poetas" e ao autor  conforme artigo (Lei 9610/98)

 

Poetas e seus Poemas da Antologia “Liberdade dos Poetas".

A natureza e suas estações.

  A natureza é algo difícil de se explicar, Deus criou com tanta perfeição. Com quatro estações só tem a nos encantar.   Outono com suas frutas doces e saborosas, para a gente apreciar.   As folhas secas balançando, o assovio do vento vem anunciando, que o inverno está...

O vento.

  O vento vem surgindo por trás das montanhas de mansinho. Vem trazendo harmonia para todos os meus amiguinhos.   A brisa do vento contagia toda cidade. Traz alegria para todos espalhando felicidade.   O que seria de nós se não existisse o vento? É ele que traz o ar que respiramos a...

A primavera chegou.

  A primavera com suas flores, pincela a mata de lindas cores. Enfeita os campos e todas as florestas como um dia de festa.   Nos galhos verdes abrigam-se os ninhos, e perfuma os caminhos. As aves cantam de flor em flor, cheias de vida e cheias de amor.   As borboletas parecem...

Minha Liberdade

  Me lembro: No rio refletia a minha Liberdade. Em vários tons de um amarelo, sempre encantado com toques de luz do verde.   Eu morava nos arredores, numa fazenda quase jardim. Havia paz e alegria nos sorrisos, muito verde muitas folhas, muitas flores, e, tempos depois, muitas...

Poetas de Liberdade.

  Poeta é ter a liberdade de expressão, a sensibilidade que cria a emoção. É saber o porquê de ser, ou de viver, sonhar e fazer.   Poetizar é andar pelos nossos sonhos, é sonhar andando por nossas ruas, poetizando com uma lucidez incompreendida, porém com a utopia revelada por nossa...
<< 10 | 11 | 12 | 13 | 14