Menção a um Amigo.

Menção a um Amigo.

foto pixabay dominio publico

 

Amigos são presentes que ganhamos da vida,

eles são capazes de esquecer seus problemas,

e abrir seu sorriso largo e nos dar um abraço,

no momento de nossas tristezas.

 

Amigos são aquele que de um jeito manso,

humilde e carinhoso,

conquista espaço em nosso coração,

nos cativa e se torna da família.

 

Amigos nos leva em seus pensamentos,

mesmo que estejamos distantes e atribulados.

Eles nos guarda em suas lembranças,

e em suas orações,

eles pedem a Deus por nossa guarda e proteção.

 

Amigos esquecem muitas vezes de suas próprias vidas,

para caminhar ao nosso lado.

Oferece-nos seu ombro,

sua mão e compreensão.

Nos acalenta com aquela prosa agradável,

nunca nos deixa sentir solidão.

 

Amigo são eternos,

pena que a vida não seja assim.

 

Eterna...

 

E um dia sem pedir licença,

cruelmente o destino nos ceifa de sua amizade.

E recolhe à vida eterna,

deixando aqui muitas saudades.

 

Hoje com o peito apertado,

com lágrimas nos olhos,

quero dizer um até logo,

e não um adeus.

A você meu companheiro.

 

Pois tenho a certeza que um dia,

encontrar-nos-emos novamente.

E como aqui na Terra,

você estará esperando-me de braços abertos,

com sorriso largo e suas mãos estendidas,

mostrando toda sua amizade e carinho.

 

Tenha a certeza que mais que um amigo,

você é e será sempre meu irmão,

que o levarei sempre dentro do coração.

 

Até breve assim eu digo,

que os anjos lhe abracem e iluminem.

E que Deus nos dê o conforto,

para superarmos a sua partida,

e a dor da sua saudade,

que já sinto comigo.

 

Leandro Campos Alves.

2015.

 

 
Número de páginas: 101 

Edição: 1(2016) 

Formato: Pocket 105x148 

Coloração: Preto e branco 

Acabamento: Brochura s/ orelha 

Tipo de papel: Offset 75g

 

 

 

 

 

 

 

 

www.clubedeautores.com.br/book/206358--Sonhos?topic=mensagens#.VwWSpPkrLIU

 

 Todos direitos estão reservados a autor  conforme artigo (Lei 9610/98).



 

Meus Poemas.

Peteca do Destino.

foto pixabay dominio publico         Peteca do Destino.         Quando te ganhei, esposei em meus lábios o sorriso. E da surpresa da vida, então chorei.   Alegria em ter-lhe em minhas mãos, logo o seu feltro abriu. O aroma de sua juventude exalou-se pelo...

As Mãos que Afagam, por Leandro Campos Alves.

As Mãos que Afagam.     São minhas aquelas mãos. As mãos que afagam o seu sono, que segura e protege seu tombo.   São minhas aquelas mãos. As mãos que apoiam seu caminho, que acalenta seu coração, que te dá o porto...

Torre de Babel, por Leandro Campos Alves.

Torre de Babel.       O vento é o nosso polinizador de vidas, o responsável por levar a vida, dar a vida, conduzir a vida.   E com o seu veludo e delicado aconchego, ele leva sementes e pedalas aos quatro cantos do mundo.    E hoje como vento, lembro-me dos...
<< 11 | 12 | 13 | 14 | 15