Manuel Antônio Álvares de Azevedo

 Manuel Antônio Álvares de Azevedo

       

       Manuel Antônio Álvares de Azevedo (São Paulo, Província de São Paulo, Império do Brasil, 12 de setembro de1831 — Rio de Janeiro, Império do Brasil, 25 de abril de 1852) foi um escritor da segunda geração romântica (Ultra-Romântica, Byroniana ou Mal-do-século), contista, dramaturgo, poeta e ensaísta brasileiro, autor de Noite na Taverna.

 

        Biografia:

        Filho de Inácio Manuel Álvares de Azevedo e Maria Luísa Mota Azevedo passou a infância no Rio de Janeiro, onde iniciou seus estudos. Voltou a São Paulo, em 1847, para estudar na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, onde, desde logo, ganhou fama por brilhantes e precoces produções literárias. Destacou-se pela facilidade de aprender línguas e pelo espírito jovial e sentimental.

        Durante o curso de Direito traduziu o quinto ato de Otelo, de Shakespeare; traduziu Parisina, de Lord Byron; fundou a revista da Sociedade Ensaio Filosófico Paulistano (1849); fez parte da Sociedade Epicureia; e iniciou o poema épico O Conde Lopo, do qual só restaram fragmentos.

        Não concluiu o curso, pois foi acometido de uma tuberculose pulmonar nas férias de 1851-52, a qual foi agravada por um tumor na fossa ilíaca, ocasionado por uma queda de cavalo, falecendo aos 20 anos. No entanto, vale ressalva, acausa mortis do autor é um tema historicamente controverso, com diferentes hipóteses.

        A sua obra compreende: Poesias diversas, Poema do Frade, o drama Macário, o romance O Livro de Fra Gondicário, Noite na Taverna, Cartas, vários Ensaios (incluíndo "Literatura e civilização em Portugal", "Lucano", "George Sand" e "Jacques Rolla") e Lira dos vinte anos

        Suas principais influências são: Lord Byron, Goethe, François-René de Chateaubriand, mas principalmente Alfred de Musset.

        Figura no cânone da poesia brasileira. Foi muito lido até as duas primeiras décadas do século XX, com constantes reedições de sua poesia e antologias. As últimas encenações de seu drama Macário foram em 1994 e 2001. É patrono da cadeira 2 da Academia Brasileira de Letras.

        Lira dos Vinte Anos.

 

        Álvares de Azevedo.

        Lira dos Vinte Anos (inicialmente planejada para ser publicada num projeto — As Três Liras — em conjunto com Aureliano Lessa e Bernardo Guimarães), é o título da principal obra do autor. Segundo alguns pesquisadores, o nome da coleção de poesias se dava ao fato de ter existido uma garota — a qual, até hoje, ninguém sabe a identidade, muito bem escondida pelo Dr. Jaci Monteiro — que tocava esse instrumento.

        É evidente a explicitação de Álvares de Azevedo na postura consciente do fazer poético, afinal em seus prefácios há um alto grau de conhecimento quanto à proposta ultrarromântica, a qual exibe um certo metarromantismo marcada pelo senso crítico.

        É, provavelmente, o primeiro a incorporar o cotidiano na poesia no Brasil, com o poema Ideias íntimas, da segunda parte da Lira. O autor de Lira dos Vinte Anos estabelece valores e critérios a sua obra. Revela-se, assim, uma verdadeira teorização programada.

        No segundo prefácio de Lira dos Vinte Anos, o seu autor nos revela a sua intencionalidade e o vincula de tal maneira ao texto poético, que a gratuidade e autonomia perde espaço e revela a intencionalidade do poeta, isto é, explicação de temas, motivos e outros elementos.

        Um aspecto característico de sua obra e que tem estimulado mais discussão diz respeito à sua poética, que ele mesmo definiu como uma "binomia", que consiste em aproximar extremos, numa atitude tipicamente romântica. É importante salientar o "Prefácio" à "Segunda parte" de Lira dos Vinte Anos, um dos pontos críticos de sua obra e na qual define toda a sua poética.

        Machado de Assis publicou no jornal “Semana Literária”, em 26 de junho de 1866 uma análise de Lira dos vinte anos.

        Atualmente, a literatura de Álvares de Azevedo tem suscitado alguns estudos acadêmicos, dos quais sublinham-se "O Belo e o Disforme", de Cilaine Alves Cunha (EDUSP, 2000), e "Entusiasmo indianista e ironia byroniana" (Tese de Doutorado, USP, 2000); "O poeta leitor. Um estudo das epígrafes hugoanas em Álvares de Azevedo", de Maria C. R. Alves (Dissertação de Mestrado, USP, 1999); "Álvares de Azevedo: A busca de uma literatura consciente", de Gilmar Tenorio Santini (Dissertação de Mestrado, UNESP, 2007); "Uma lira de duas cordas", de Rafael Fava Belúzio (Scriptum, 2015). Este último propõe uma leitura renovadora da crítica sobre o autor.

        O crítico literário Alexei Bueno faz uma interessante observação sobre a "característica quase esquizoide da alma de Álvares de Azevedo", a dissociação entre sua obra "onde não faltam bebedeiras e orgias altamente byronianas" e sua vida pacata de "excelente e responsabilíssimo aluno, de enorme afeição familiar e provavelmente bastante casto".

        

        Trabalhos.

        Devido a sua morte prematura, todos os trabalhos de Álvares de Azevedo foram publicados postumamente.

        Lira dos Vinte Anos (1853, antologia poética);

        Macário (1855, peça de teatro);

        Noite na Taverna (1855, contos);

        O Conde Lopo (Juaréz Cavalcante)

        Álvares de Azevedo também escreveu muitas cartas e ensaios e traduziu para o português o poema Parisina, de Lorde Byron, e o quinto ato de Otelo, de William Shakespeare.

 

Fonte:Wikipédia

Biografias de Escritores Brasileiros.

Guiomar de Paiva

Guiomar de Paiva Brandão           Guiomar de Paiva Brandão é natural de Caxambu, reside em São Lourenço, Sul de Minas Gerais. Filha de José Capistrano de Paiva Filho e Maria de Lourdes Mendes Paiva é casada com Augusto Brandão e tem quatro filhos, Daniel,...

Augusto Barbosa Coura Neto

Augusto Barbosa Coura Neto, Membro Correspondente da Academia de Letras de Balneário Camboriú, é natural de Ponte Nova/MG, e casado com Mariza Matilde Martellet Coura. Engenheiro Florestal pela UFSM/RS e Pós-graduado em nível de Especialização pela UFSC/SC.  Trabalhou no Projeto RADAMBRASIL,...

Silvia Araújo Motta

SILVIA (de Lourdes) ARAÚJO MOTTA Email-Emeio atual: clubedalinguaport@gmail.com Sou a Silvia Professora, BEM FELIZ aposentada, violonista e escritora, pela vida apaixonada. Mensageira da Alegria, cativa da Arte e Cultura vivo a divulgar Poesia, Música e Literatura. O tempo mudou meus...

Domingas Alvim

    Domingas Alvim, escritora desde os cinco anos de idade – data em que escreveu seu primeiro poema. Até agora, tem 3 livros publicados (Poços dos Desejos; Do Deserto; Viver é meu Vício).      Sempre foi seduzida pela palavra. Lida, escrita, desenhada, rabiscada....

Thaís Souza

    Nasceu na cidade de Campos dos Goytacazes-RJ, em 16 de agosto de 1990.     Estudou da 1ª á 4ª série do ensino fundamental.     Cursou Informática Básica, Design Gráfico, Web Design, e na atualidade cursa Gestão...

Silvania Marques Kaminski

    Silvania Kaminski é o nome literário de Silvania T. Marques Kaminski, nascida no dia 15 de abril de 1968, na cidade de Planalto, RS onde reside até hoje. Casada com Carlos Kaminski, com quem teve um casal de filhos: o Ícaro e a Karin Gabriéli.     Descobriu a...

Leandro Martins de Jesus

  Nasceu em Itapetinga – Ba, em 1980. Graduado em Pedagogia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB, casado, é funcionário público estadual.  Na área de Teologia, concluiu o Curso de Teologia para Leigos do Vicariato São João da Arquidiocese de Vitória da...

Ronaldo Frigini

   Acadêmico da 01ª Cadeira da Academia de Letras de São João da Boa Vista        Juiz de Direito. Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Faculdade de Direito da Fundação de Ensino Octávio Bastos, UniFeob, de São João da Boa Vista, exerceu a Advocacia...

Emerson Maciel Santos

Presidente da Academia Laranjeirense de Letras. Editor da Brasil Casual Editora. Colunista de Cultura do Jornal A Voz dos Municípios. Membro vitalício da associação Internacional dos escritores e artistas - IWA, que é a maior associação literária do mundo. Tem pouco mais de 1.310...

Benedito Carlos Gonçalves de Lima

Benedito Carlos Gonçalves de Lima, nascido em 11 de Junho de 1949, no Estado de São Paulo, mais precisamente na cidade de Bauru. Pois sua mãe senhora Ernestina Gonçalves de Lima estava hospedada na casa de uns amigos corumbaenses que residiam nessa cidade, eram da família Macena. Sua mãe estava em...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Entrevistas Literárias.

Nara Vidal

Por Selmo Vasconcellos   Nara Vidal é mineira de Guarani. Formada em Letras pela UFRJ, é Mestre em Artes pela London Met University. Mora na Europa há 14 anos. É autora de infantis, juvenis e seu primeiro adulto, “Lugar Comum” (Editora Pasavento), já em reimpressão, foi lançado em...

Dinovaldo Gilioli

Por Selmo Vasconcellos   Dinovaldo Gilioli — nasceu em Leópolis/PR, 1957, morou em Curitiba e reside há mais de 30 anos em Florianópolis – SC. Formado em Ciências Contábeis, com especialização em Realidade Brasileira e pós graduação em Dinâmica dos Grupos. Quando diretor do Sindicato...

Christiane de Murville

A francesa e brasileira Christiane de Murville apresenta 'Até Quando?'   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Graduada, mestre e doutora em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo, com especialização em psicodrama e orientação profissional, Christiane Isabelle Couve de Murville...

George Ornellas

Romance policial 'Amores e crimes' será lançado no Rio de Janeiro   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) George Ornellas é Professor de Educação Física, Geógrafo, Historiador e Escritor. Romântico e aventureiro, nasceu no Rio de Janeiro, escreveu seu primeiro romance há mais de vinte anos,...

Jéssica Figueiredo

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Nome: Jéssica Figueiredo                       Cidade: Recife - PE        País: Brasil   Quais livros estarão...

Manoel Baruque

Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Manoel Baruque – ou A.Baruk, seu pseudônimo – é brasileiro, morador de Copacabana, Rio de Janeiro. É apaixonado por futebol, sendo praticante deste esporte desde sempre e nunca se cansando de assistir a jogos de todos os cantos do planeta, inclusive do Sporting...

Maria Gravina Ogata

Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Maria Gravina Ogata nasceu na cidade de Polignano a Mare, na região da Puglia, no sul da Itália. Com dois anos de idade imigrou para o Brasil, alguns anos após o término da Segunda Guerra Mundial. É brasileira naturalizada, Geógrafa e Advogada, com Mestrado em...

Melchíades Montenegro

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Melchíades Montenegro, pernambucano, é geógrafo, escritor e poeta, com inúmeros artigos, contos, poemas e livros publicados. Montenegro é associado da União Brasileira de Escritores, Vice-Presidente da Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro, e...

Fernando Cardoso

Com trinta e quatro obras publicadas o autor Fernando Cardoso se torna referência Internacional para adultos e crianças     Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Escritor e pedagogo, Fernando Cardoso nasceu no norte de Portugal, mais concretamente na cidade do Porto, mas aos quatro...

Escritora Paula Laranjo

Alimentando a alma através de "Reflexos" e "Essência da Alma" com a autora Paula Laranjo Sou natural de Leça da Palmeira.  Licenciei-me em Engenharia Agronómica, pela Universidade do Algarve. Possuo Pós – Graduação em Sistemas HACCP, pelo Instituto Egas Moniz.  Exerço a minha...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>