Manoel Baruque

Manoel Baruque

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Manoel Baruque – ou A.Baruk, seu pseudônimo – é brasileiro, morador de Copacabana, Rio de Janeiro. É apaixonado por futebol, sendo praticante deste esporte desde sempre e nunca se cansando de assistir a jogos de todos os cantos do planeta, inclusive do Sporting Lisboa, clube de sua simpatia em Portugal. Baruque é desenhista de propaganda, arte que pratica também como esporte.

É escritor desde que se entende por gente. Por meio dos traços irreverentes de seus desenhos e de seus textos, tenta descobrir e expor o humor e a poesia existentes em tudo e em todos. Muitos imaginam que humor e poesia sejam antagônicos, mas para Baruque eles se completam. O autor decidiu, enfim, unir suas duas paixões, a arte e o futebol, em seu livro “Eu roubei a Jules Rimet – a história como deveria ser”.

“Precisei pesquisar, fazendo com que este livro se tornasse, também, um livro onde o leitor tivesse a oportunidade de conhecer a história das Copas e o que há de mais interessante, detalhes inusitados.”

Boa leitura!

 

Escritor Manoel Baruque, é um prazer contarmos com a sua participação na Revista Divulga Escritor. Conte-nos, o que o motivou a escrever “Eu roubei a Jules Rimet –a história como deveria ser”?

Baruque - O mistério sempre foi atraente para todos nós, humanos, e até para os animais. Assim, o mistério do roubo da taça Jules Rimet despertou em mim o desejo de me inteirar da história real. Em consequência, chegou-me o desejo de criar “uma nova história”, mantendo os dois ingredientes principais da história real, o mistério e o humor.

 

Apresente-nos a obra.

Baruque - A história real do roubo da taça Jules Rimet, contada neste livro, bem poderia ser “roubada” e colocada, em seu lugar, uma outra história, mais digna. Decidi criar esta “outra história”, procurando fazer algo “quase” impossível, superar a história real no quesito humor, como uma espécie de “vingança”.

 

De que forma a história do personagem central está irremediavelmente ligada à história das Copas, incluindo a de 2018?

Baruque - O personagem central, em verdade, representa todos os brasileiros. Por isso, este personagem não tem nome. A história dele se liga, de forma irremediável à história das Copas, por uma questão transcendental, por forças ocultas, pelo que chamam de destino, este que eu apresento no livro com o nome de Deus. O personagem tem poderes sobrenaturais, mas estes poderes servem apenas para previsões sobre as Copas, inexplicavelmente. Por outro lado, a própria história das Copas interfere na vida pessoal do personagem. Este livro, em sua segunda edição, foi escrito antes da Copa de 2014, razão pela qual não cita a Copa de 2018. Bem merecia uma terceira edição...

 

Quais os principais desafios para a escrita do enredo que compõe a obra?

Baruque - O principal desafio foi, na verdade, prazeroso. Precisei pesquisar, fazendo com que este livro se tornasse, também, um livro onde o leitor tivesse a oportunidade de conhecer a história das Copas e o que há de mais interessante, detalhes inusitados.

 

Quais os principais objetivos a serem alcançados por meio da publicação do livro?

Baruque - Creio que os principais objetivos de todo escritor é ter sua obra reconhecida e conseguir passar aos leitores uma mensagem. No caso deste livro, procurei passar uma mensagem de amor, não apenas ao futebol e à arte.

 

O que mais o marcou enquanto escrevia “Eu roubei a Jules Rimet –a história como deveria ser”?

Baruque - Escrevo textos para propaganda, mas jamais havia pensado em escrever um livro. O que me marcou, surpreendeu, foi perceber que um livro precisa ser criado e escrito, mas que, em certo momento, o escritor percebe que o livro começa a caminhar com “as próprias pernas”.

 

O que mais o encanta em se tratando da Jules Rimet?

Baruque - A forma como foi conquistada em “definitivo”, com arte jamais vista, por um time de gênios da bola, incluindo Pelé, Gerson, Rivelino, Tostão, Jairzinho..., um time de sonhos, o maior de todos os tempos. O próprio roubo da taça, de certa forma, é encantador.

 

Onde podemos comprar seu livro?

Baruque - Pode ser comprado de diversas formas, no site da Livraria Saraiva ou em diversos outros sites, incluindo o da própria editora, www.allprinteditora.com.br. Preferindo, o leitor poderá comprar o livro diretamente comigo, o que me dará muita alegria. O meu e-mail é manoelbaruque@uol.com.br

 

Quais os seus principais objetivos como escritor?

Baruque - Já tenho dois outros livros na “cabeça”, inclusive com títulos, mas não tenho tido tempo e disposição para começar. Porém, tenho certeza que, na linguagem do futebol, bastará dar o “pontapé inicial”. Estes livros não terão o futebol como tema, mas seguirão o mesmo caminho, onde haverá mistério, humor, reflexões e poesia. O meu objetivo é dar vida a estes livros.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor o escritor Manoel Baruque. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Baruque - Difícil deixar apenas uma mensagem, mas se tivesse de escolher apenas uma, aconselharia aos leitores libertarem suas emoções, seja escrevendo um livro, seja pela prática de esportes, seja pela troca destas emoções com outras pessoas, sempre no sentido do amor.

 

Divulga Escritor, unindo você ao mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com

Entrevistas Literárias.

Wagner Torres de Araujo

Realidade ficcional é destaque em 'Memórias Dispersas'   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Wagner Torres de Araujo, carioca da Zona Norte, não adaptado à formação de técnico de nível médio e ao trabalho em indústrias. Na verdade, sempre ansiou pelo conhecimento e cultura mais amplos. Por isso...

José Carlos Barbosa

Sabedoria e conhecimento andam juntos em 'Nego Véio' Por Shirley M. Cavalcante(SMC) José Carlos Barbosa nasceu em 2 de setembro de 1948 em Serra Azul (SP), na Fazenda Belo Horizonte. Radicou em Ribeirão Preto desde 1955, terra que o adotou como se fosse sua terra natal. Sempre estudou em escolas...

José Alves Vieira

Entre a Religião e a Ciencia é o novo lançamento do autor José Alves Vieira   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) José Alves Vieira nasceu em 8 de abril de 1956, filho de Jerônimo José Cabral e Agostinha Martins Cabral, ambos já falecidos; foi trabalhador rural e professor de ensino fundamental....

Isaías Oliveira

Enredo revela uma Amazônia desconhecida por muitos   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Isaías Oliveira, 64 anos, é jornalista com 41 anos de profissão (1976-2017), nascido em Manaus (AM), tendo exercido durante 30 anos atividades de assessoria de imprensa e cargos públicos. Durante os anos...

Gisele Lemos.

Escritora e Poetisa Carioca, Gisele Lemos, uma trajetória de sucesso. Entrevista dia 8 de agosto de 2016            Nascida do Rio de Janeiro, Gisele Lemos, foi registrada no Engenho da Lagoa Rodrigo de Freitas e Gávea, na Zona Sul, Assim como Cecília...

Jurista Hioman Imperiano de Souza

Juizado Especial apresentado pelo jurista Hioman Imperiano de Souza   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Hioman Imperiano de Souza é mestrando em Direito Constitucional, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN); especialista em Prática Judicante, pela Universidade Estadual da...

Felipe Versati

'As sete cores do Arco-iris' um livro envolvente que vem marcando histórias Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Felipe Versati, paulistano, há mais de oito anos atua com marketing e gestão de marcas. Versati sempre gostou de escrever, e na faculdade pretendia ser redator publicitário, mas seu interesse...

Lau Siqueira

Em João Pessoa 'A memória é uma espécie de cravo ferrando a estranheza das coisas' Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Lau Siqueira nasceu em Jaguarão (RS), mas atualmente reside na Paraíba. Siqueira publicou 7 livros, quais sejam: “O Comício das Veias”, Editora Ideia, 1993; “O Guardador de Sorrisos”,...

Fabio A. Gabriel

Diálogos contemporaneos entre Filosofia e Educação   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Nascido em Quatiguá (PR)e residente em Joaquim Távora no mesmo estado, Fabio A. Gabriel é formado em filosofia, teologia e pedagogia; é especialista em ética e mestre em educação. Trabalha como professor de...

Iara Ladvig Budelon

Romance histórico 'La Casa Amarilla' busca interação crítica do leitor Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Iara Ladvig Budelon nasceu em 1965 em Porto Alegre (RS). Aos 16 anos escreveu o primeiro romance “Areias Escaldantes”, não publicado. Na escola de Ensino Fundamental Visconde de Pelotas participou...
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Leis, Direitos Autorais e Estruturas Textos.

Utilizando referência bibliográfica da maneira correta em sua escrita

    A padronização da referência bibliográfica na produção de textos, apesar de ser fundamental, costuma causar preocupação e dor de cabeça em muitos autores. Não é à toa, afinal, existem formas corretas de formatar cada tipo de referência, como livro, artigo, site de internet, periódicos...

Estrutura de Soneto

Sonetos       Denomina-se soneto um poema de forma fixa, composto por 14 versos, apresentados em 4 estrofes (ou estâncias), sendo 2 quartetos e 2 tercetos. O nome deste gênero lírico é originário do italiano sonetto, que significa “pequena canção”, ou, de forma literal,...

Crônica por Donato Ramos

UM PRESENTE PARA OS MEUS AMIGOS: um livrinho inteirinho:     EU, CRONISTA. Integrante de série que compõe EU, NA PRIMEIRA E TERCEIRAS PESSOAS.      EU, CRONISTA     A Crônica é um tipo de texto narrativo curto, geralmente produzido para meios de...

9 erros que devem ser evitados ao publicar um livro

  Autores de primeira viagem ficam ansiosos e, na pressa de alcançar seus objetivos, podem cometer uma série de erros ao publicar um livro. Para evitar isso, saber o que não deve ser feito, muitas vezes, pode ser mais importante e eficiente do que o contrário. A verdade é que escrever é...

Herdeiros e direito do autor

Foto: Mega Jurídico - www.megajuridico.com/direito-autoral-tem-prazo-de-validade/   Questão tormentosa nos dias de hoje é a administração das obras literárias, artísticas e científicas pelos herdeiros dos artistas, principalmente em relação ao seu uso por terceiros. Para entender...

Estrutura do Conto

          CONTO – História completa e fechada como um ovo. É uma célula dramática, um só conflito, uma só ação. A narrativa passiva de ampliar-se não é conto. Poucas são as personagens em decorrência das unidades de ação, tempo e lugar. Ainda em...

Ministério da Cultura Lei Rouanet

  1. O que é a Lei Rouanet? A Lei Rouanet (Lei 8.313/1991), promulgada durante a gestão do ministro Sérgio Paulo Rouanet, instituiu o Programa Nacional de Apoio à Cultura (PRONAC), cuja finalidade é a captação e canalização de recursos para os diversos setores culturais. 2. O que é o PRONAC? O...

O que é ficha Catalográfica?

DESCRIÇÃO: edocbrasil         De acordo com o artigo 6º da Lei 10.753 de 2003, todos os livros publicados no Brasil devem conter a Ficha Catalográfica, ou, CIP (Cataloguing in Publication) – no Brasil Catalogação na Publicação – e deve estar de acordo com o padrão...

Como construir a Capa para seu Livro.

        Quando construímos um trabalho literário, temos várias etapas que precisamos pensar.          Como todo livro, a primeira impressão é o convite aos leitores a visitarem nosso trabalho, e por isso uma boa capa é fundamental...

Como diagramar seu livro no Word.

        Geralmente eu usava apenas o formado “Times New Roman” no espaçamento simples letra número 12, usava margens superiores e inferiores 1,91 centímetro, e para as margens direita e esquerda a mesma medida. Porém, com a evolução dos trabalhos e muito estudo,...
1 | 2 >>

Notícias Diversas.

Acho que Jorge Amado estaria orgulhoso do texto da filha Paloma !

Crônica de Domingo, 6 de janeiro de 2019, publicada na sexta,    4: Princesas, príncipes e as crianças sem cor do Brasil.   "Há 83 anos, meu pai, o escritor Jorge Amado, publicou seu quinto livro. Ele tinha apenas 23 anos. O romance “Capitães da Areia” retratava a vida dos meninos de...

Aluna do Colégio Dom Bosco de Americana é premiada em Curitiba

  A jovem Alyssa Tomiyama, de 10 anos, aluna do Colégio Dom Bosco Americana - SP, foi premiada em 3 categorias do “MGT – O Encontro”, em Curitiba-PR.   Durante os três dias de evento, aconteceu uma mostra de talentos para os principais profissionais da moda, cinema, TV,...

Emadilson de Jesus - professores que fazem a diferença

    Graduado em Letras, pós-graduado em Ensino de Língua Espanhola “lato sensu” e também Escritor (Poeta membro do Clube do Poeta Sul da Bahia e Membro Correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni em Minas Gerais), com seis livros e dois artigos acadêmicos lançados pela...

Solidariedade é tema de série de livros

Aos 11 anos, a estudante Clara Luz Hermida lança “A loja de doces da Clarinha” na Oficina Cultural Clara Luz Hermida é uma menina que não tem luz no nome por acaso. Aos 11 anos, desde os 8 anos tem um engajamento um tanto incomum para crianças na sua idade. “Não posso ver ninguém sofrendo que...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>