Manoel Baruque

Manoel Baruque

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Manoel Baruque – ou A.Baruk, seu pseudônimo – é brasileiro, morador de Copacabana, Rio de Janeiro. É apaixonado por futebol, sendo praticante deste esporte desde sempre e nunca se cansando de assistir a jogos de todos os cantos do planeta, inclusive do Sporting Lisboa, clube de sua simpatia em Portugal. Baruque é desenhista de propaganda, arte que pratica também como esporte.

É escritor desde que se entende por gente. Por meio dos traços irreverentes de seus desenhos e de seus textos, tenta descobrir e expor o humor e a poesia existentes em tudo e em todos. Muitos imaginam que humor e poesia sejam antagônicos, mas para Baruque eles se completam. O autor decidiu, enfim, unir suas duas paixões, a arte e o futebol, em seu livro “Eu roubei a Jules Rimet – a história como deveria ser”.

“Precisei pesquisar, fazendo com que este livro se tornasse, também, um livro onde o leitor tivesse a oportunidade de conhecer a história das Copas e o que há de mais interessante, detalhes inusitados.”

Boa leitura!

 

Escritor Manoel Baruque, é um prazer contarmos com a sua participação na Revista Divulga Escritor. Conte-nos, o que o motivou a escrever “Eu roubei a Jules Rimet –a história como deveria ser”?

Baruque - O mistério sempre foi atraente para todos nós, humanos, e até para os animais. Assim, o mistério do roubo da taça Jules Rimet despertou em mim o desejo de me inteirar da história real. Em consequência, chegou-me o desejo de criar “uma nova história”, mantendo os dois ingredientes principais da história real, o mistério e o humor.

 

Apresente-nos a obra.

Baruque - A história real do roubo da taça Jules Rimet, contada neste livro, bem poderia ser “roubada” e colocada, em seu lugar, uma outra história, mais digna. Decidi criar esta “outra história”, procurando fazer algo “quase” impossível, superar a história real no quesito humor, como uma espécie de “vingança”.

 

De que forma a história do personagem central está irremediavelmente ligada à história das Copas, incluindo a de 2018?

Baruque - O personagem central, em verdade, representa todos os brasileiros. Por isso, este personagem não tem nome. A história dele se liga, de forma irremediável à história das Copas, por uma questão transcendental, por forças ocultas, pelo que chamam de destino, este que eu apresento no livro com o nome de Deus. O personagem tem poderes sobrenaturais, mas estes poderes servem apenas para previsões sobre as Copas, inexplicavelmente. Por outro lado, a própria história das Copas interfere na vida pessoal do personagem. Este livro, em sua segunda edição, foi escrito antes da Copa de 2014, razão pela qual não cita a Copa de 2018. Bem merecia uma terceira edição...

 

Quais os principais desafios para a escrita do enredo que compõe a obra?

Baruque - O principal desafio foi, na verdade, prazeroso. Precisei pesquisar, fazendo com que este livro se tornasse, também, um livro onde o leitor tivesse a oportunidade de conhecer a história das Copas e o que há de mais interessante, detalhes inusitados.

 

Quais os principais objetivos a serem alcançados por meio da publicação do livro?

Baruque - Creio que os principais objetivos de todo escritor é ter sua obra reconhecida e conseguir passar aos leitores uma mensagem. No caso deste livro, procurei passar uma mensagem de amor, não apenas ao futebol e à arte.

 

O que mais o marcou enquanto escrevia “Eu roubei a Jules Rimet –a história como deveria ser”?

Baruque - Escrevo textos para propaganda, mas jamais havia pensado em escrever um livro. O que me marcou, surpreendeu, foi perceber que um livro precisa ser criado e escrito, mas que, em certo momento, o escritor percebe que o livro começa a caminhar com “as próprias pernas”.

 

O que mais o encanta em se tratando da Jules Rimet?

Baruque - A forma como foi conquistada em “definitivo”, com arte jamais vista, por um time de gênios da bola, incluindo Pelé, Gerson, Rivelino, Tostão, Jairzinho..., um time de sonhos, o maior de todos os tempos. O próprio roubo da taça, de certa forma, é encantador.

 

Onde podemos comprar seu livro?

Baruque - Pode ser comprado de diversas formas, no site da Livraria Saraiva ou em diversos outros sites, incluindo o da própria editora, www.allprinteditora.com.br. Preferindo, o leitor poderá comprar o livro diretamente comigo, o que me dará muita alegria. O meu e-mail é manoelbaruque@uol.com.br

 

Quais os seus principais objetivos como escritor?

Baruque - Já tenho dois outros livros na “cabeça”, inclusive com títulos, mas não tenho tido tempo e disposição para começar. Porém, tenho certeza que, na linguagem do futebol, bastará dar o “pontapé inicial”. Estes livros não terão o futebol como tema, mas seguirão o mesmo caminho, onde haverá mistério, humor, reflexões e poesia. O meu objetivo é dar vida a estes livros.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor o escritor Manoel Baruque. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Baruque - Difícil deixar apenas uma mensagem, mas se tivesse de escolher apenas uma, aconselharia aos leitores libertarem suas emoções, seja escrevendo um livro, seja pela prática de esportes, seja pela troca destas emoções com outras pessoas, sempre no sentido do amor.

 

Divulga Escritor, unindo você ao mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com

Entrevistas Literárias.

WASHINGTON LUIS LANFREDI

Por:Conexão Literatura   ENTREVISTA COM WASHINGTON LUIS LANFREDI   Washington Luis Lanfredi O autor é formado em Técnico de Eletrônica e Engenharia Mecatrônica. Tem 35 anos e nasceu em Atibaia, mas vive em Taubaté desde os três anos de idade, sendo Taubaté a terra da Literatura infantil....

Nara Vidal

Por Selmo Vasconcellos   Nara Vidal é mineira de Guarani. Formada em Letras pela UFRJ, é Mestre em Artes pela London Met University. Mora na Europa há 14 anos. É autora de infantis, juvenis e seu primeiro adulto, “Lugar Comum” (Editora Pasavento), já em reimpressão, foi lançado em...

Dinovaldo Gilioli

Por Selmo Vasconcellos   Dinovaldo Gilioli — nasceu em Leópolis/PR, 1957, morou em Curitiba e reside há mais de 30 anos em Florianópolis – SC. Formado em Ciências Contábeis, com especialização em Realidade Brasileira e pós graduação em Dinâmica dos Grupos. Quando diretor do Sindicato...

Christiane de Murville

A francesa e brasileira Christiane de Murville apresenta 'Até Quando?'   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Graduada, mestre e doutora em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo, com especialização em psicodrama e orientação profissional, Christiane Isabelle Couve de Murville...

George Ornellas

Romance policial 'Amores e crimes' será lançado no Rio de Janeiro   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) George Ornellas é Professor de Educação Física, Geógrafo, Historiador e Escritor. Romântico e aventureiro, nasceu no Rio de Janeiro, escreveu seu primeiro romance há mais de vinte anos,...

Jéssica Figueiredo

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Nome: Jéssica Figueiredo                       Cidade: Recife - PE        País: Brasil   Quais livros estarão...

Manoel Baruque

Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Manoel Baruque – ou A.Baruk, seu pseudônimo – é brasileiro, morador de Copacabana, Rio de Janeiro. É apaixonado por futebol, sendo praticante deste esporte desde sempre e nunca se cansando de assistir a jogos de todos os cantos do planeta, inclusive do Sporting...

Maria Gravina Ogata

Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Maria Gravina Ogata nasceu na cidade de Polignano a Mare, na região da Puglia, no sul da Itália. Com dois anos de idade imigrou para o Brasil, alguns anos após o término da Segunda Guerra Mundial. É brasileira naturalizada, Geógrafa e Advogada, com Mestrado em...

Melchíades Montenegro

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Melchíades Montenegro, pernambucano, é geógrafo, escritor e poeta, com inúmeros artigos, contos, poemas e livros publicados. Montenegro é associado da União Brasileira de Escritores, Vice-Presidente da Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro, e...

Fernando Cardoso

Com trinta e quatro obras publicadas o autor Fernando Cardoso se torna referência Internacional para adultos e crianças     Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Escritor e pedagogo, Fernando Cardoso nasceu no norte de Portugal, mais concretamente na cidade do Porto, mas aos quatro...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Leis e Direitos Autorais.

Herdeiros e direito do autor

Foto: Mega Jurídico - www.megajuridico.com/direito-autoral-tem-prazo-de-validade/   Questão tormentosa nos dias de hoje é a administração das obras literárias, artísticas e científicas pelos herdeiros dos artistas, principalmente em relação ao seu uso por terceiros. Para entender...

Estrutura do Conto

          CONTO – História completa e fechada como um ovo. É uma célula dramática, um só conflito, uma só ação. A narrativa passiva de ampliar-se não é conto. Poucas são as personagens em decorrência das unidades de ação, tempo e lugar. Ainda em...

Ministério da Cultura Lei Rouanet

  1. O que é a Lei Rouanet? A Lei Rouanet (Lei 8.313/1991), promulgada durante a gestão do ministro Sérgio Paulo Rouanet, instituiu o Programa Nacional de Apoio à Cultura (PRONAC), cuja finalidade é a captação e canalização de recursos para os diversos setores culturais. 2. O que é o PRONAC? O...

O que é ficha Catalográfica?

DESCRIÇÃO: edocbrasil         De acordo com o artigo 6º da Lei 10.753 de 2003, todos os livros publicados no Brasil devem conter a Ficha Catalográfica, ou, CIP (Cataloguing in Publication) – no Brasil Catalogação na Publicação – e deve estar de acordo com o padrão...

Como construir a Capa para seu Livro.

        Quando construímos um trabalho literário, temos várias etapas que precisamos pensar.          Como todo livro, a primeira impressão é o convite aos leitores a visitarem nosso trabalho, e por isso uma boa capa é fundamental...

Como diagramar seu livro no Word.

        Geralmente eu usava apenas o formado “Times New Roman” no espaçamento simples letra número 12, usava margens superiores e inferiores 1,91 centímetro, e para as margens direita e esquerda a mesma medida. Porém, com a evolução dos trabalhos e muito estudo,...

Quanto custa publicar um livro?

Se você vai publicar seu livro por uma editora comercial, o custo a ser levado em conta é o de tempo para a divulgação de sua obra. Se você acha que o ponto final é o fim do seu trabalho, engana-se. Para dar certo, mesmo sendo publicada por uma editora competente, sua obra precisa que você a...

Imagem, Fotografia e Direitos Autorais

Foto Ilustrativa  https://gibanet.com/sobre/direitos-autorais           Imagem, no cotidiano da editoração, costuma ter duplo significado: o de efígie, vinculado aos direitos da personalidade, e o de reprodução fixada de...

O que é Lauda.

INFORMAÇÕES PARA TRADUTORES INICIANTES           O que é uma "lauda"?         Como calcular uma lauda?         Tipos de Lauda.            Cobrança...

Violação dos direitos Autorais.

Aspectos atuais do Direito Autoral a violação dos direitos de Propriedade Intelectual – Responsabilidade dos provedores de internet   Luis Felipe Salomão         Nessa linha, os juízes desempenham mister da mais alta relevância, na medida em que...
1 | 2 >>

Notícias Diversas.

Professor lança releituras de lendas e folclore brasileiro em livro ilustrado

  O autor José Couto, professor e pós-graduado em Educação Ambiental, traz ao público o livro “O Unicórnio do Sul e outras lendas poéticas”, uma coletânea ilustrada de poemas, que tem como tema o folclore brasileiro e suas lendas. José também recria cantigas de roda, literaturas orais e...

resultado de concurso literário 2018 de Barra Mansa

Fundação Cultura Barra Mansa divulga resultado de concurso literário 2018 Publicado: Terça, 16 de Outubro de 2018, 20h15    Selecionados serão homenageados em cerimônia solene na Biblioteca Municipal Adelaide Franco A Prefeitura Municipal de Barra Mansa, por meio da Fundação Cultura...

MINISTÉRIO LANÇA 1° PRÊMIO LITERÁRIO DA PESSOA IDOSA

O Ministério dos Direitos Humanos (MDH), por meio da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, promove o 1º Prêmio Literário da Pessoa Idosa do MDH.   Inédito no âmbito da Administração Pública Federal, será um concurso de crônicas, com a proposta de incentivar a...

Finalista 26º Concurso Literário da Academia de Letras de São João da Boa Vista

26º Concurso Literário - 2018 A Academia de Letras de São João da Boa Vista divulga o resultado do 26º Concurso Literário - 2018. Nos poucos casos em que houve empate, todos os candidatos serão premiados.    POESIA ✏️Até 12 anos  1º Maria Fernanda Paulino de Lima  2º Leticia...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>