Antologia Liberdade dos Poetas.

Antologia Liberdade dos Poetas.

 

Aguardem...

 

                Em dezembro com data ainda a ser confirmada, teremos o lançamento do fruto de um sonho.

                O sonho de apoiar a cultura Literária na busca de novos talentos.

                A descoberta de Poetas e Escritores, entre os jovens de minha cidade natal.

                Com apoio das escolas de nosso município, da Secretaria Municipal de Educação e da Prefeitura Municipal de Liberdade administração 2013/2016, em Novembro teremos o lançamento da Antologia “Liberdade dos Poetas”, e no mesmo mês a Publicação em todo país pelas editoras, Clube de Autores Livro Impresso, e o Livro Digital pela Editora Saraiva.

                Um trabalho de apoio cultural sem fins lucrativos. Com regulamento específico para este trabalho.

                A capa da Antologia leva a assinatura do artista Ângelo Abreu da Artesabyte.

                Em dezembro de 2015, “Liberdade dos Poetas”.

 

 

Cover_front_medium

 

www.clubedeautores.com.br/book/197193--Antologia_Liberdade_dos_Poetas?topic=jovenseadolescentes#.V_WQQ_krLIU

Leandro Campos Alves.

 
 

        Comunicado importante a todos os envolvidos com a Antologia Liberdade dos Poetas.

 

        Em cumprimento ao regulamento da Antologia, no artigo e parágrafo que me responsabilizo no registro dos poemas, venho através deste artigo, informar que todos os poemas e o regulamento específico da antologia estão protegidos por Lei. Os poemas poderão ser divulgados, compartilhados, deste que levem a fonte e a autoria dos poemas, porém a publicação comercial só poderá ser feita com a autorização prévia do autor.

        Da mesma forma, não poderá ter outra Antologia que venha ser feita dentro das escolas usando o mesmo regulamento, sem a devida autorização do organizador. 

        Por se tratar de uma antologia envolvendo menores de 16 anos, foi preciso registrar um regulamento especifico dentro dos parâmetros da lei, e este regulamento foi registrado junto com a antologia em conformidade com a lei autoral Número 9610/98.

 

 

 

Obra com registro no E.D.A.

  Todos os direitos são reservados ao autor, conforme artigo ( lei 9.610/98).



 

 

Poetas e seus Poemas da Antologia “Liberdade dos Poetas".

O nosso país.

  O nosso país, nosso Brasil. Tem suas inúmeras belezas. País meu, seu, nosso. País de todos.   Cada estado do nosso país, tem sua tradição. Os gaúchos gostam de chimarrão. Os mineiros gostam de queijo. Os baianos de tapioca. É assim sempre.   Cada estado com sua cultura. Mas ambos...

Gato e sapato

  Gato tem rabo. Tem cavalo que é alto. O sapato tem cadarço. E o galo é baixo.   O gato foi “pro” mato. O cavalo foi pastar. E o sapato está molhado. E o galo foi ciscar.   O gato caiu no brejo. O cavalo saiu a galopar. Achou um sapato sujo. E não sabia o que fazer.   O gato...

Campos das flores.

  Tarde vazia, saudade da minha infância. Do luar na varanda. Do cantar dos pássaros no entardecer, fazendo melodia.     No brilhar das estrelas, refletido sobre as águas. Nos campos das flores, alegre brincadeira de criança. Tempo de imaginações, de fadas, sonhos e...

Amor constante.

  Longe das estrelas, longe do céu. Longe de você, meu coração, desalenta e vira papelão.   Sinto um desespero total quando fico longe dos seus olhos, olhos que tem cor de mel.   Sua pele suave, seu olhar sincero a busca constante de um grande amor espero.   Sua pele suave, seus...

O coelho sapeca.

Conheço um coelho muito sapeca. Ele chuta o joelho é levado da breca.   Conheço um coelho que lava o pé. Não lava o seu pêlo porque não quer.   Esse coelho é muito danado, ele vai à horta e come todo gramado. Lá tem uma cachorra que é muito danada.   Esse coelho, come, come sem...

Um amor.

  Queria saber que dia, minuto, e segundo eu comecei a te amar, mas não tem como...   Saber depois que o tempo passou, eu percebi o jeito que eu conheci o amor. Esse amor foi crescendo, crescendo e você nem estava percebendo.   Pensei em te contar e não tive coragem, fiquei olhando...

Um modo de ver a vida.

  Com esses olhos fechados não vejo nada. Com eles abertos também não... Isso é a tristeza de quem não tem visão.   Mas eu não sou triste, vejo tudo com essas mãos curiosas nunca perdi a vaidade sempre chamei atenção.   Na escola briguei com muitos valentões, aqueles que não suportam...

A primavera.

  Muitas borboletas voam no céu. Duas onças procuram comida. Três formigas carregam as flores. E as abelhas colhem o mel.   O jardim está florido, a bicharada está animada. O céu está colorido, com as borboletas agitadas.   O coelho sai da toca. A girafa vem “pra” ver, a chegada da...

Consciência.

  Agora já não existe a loucura, a ilusão, a irresponsabilidade da juventude Não mais os desenhos de luz mas, a emoção persiste, sincera realidade, a mão que aperta outra transmite impulsos, sinais, volúpia de sonhos... Agora conscientes, reais. Nenhuma forma nebulosa, nenhuma sombra, nenhum...

Menina dos meus sonhos.

  Chegou aos poucos trazendo-me a paz que precisava. O seu sorriso a cada manhã, e o meu amor alimentava.   Encheu a minha vida vazia de alegria, e de rosas a minha estrada, tão desanimada pela qual eu percorria.   Mas você brincou com meus sentimentos, foi embora tão de...
<< 2 | 3 | 4 | 5 | 6 >>