Leandro Gomes de Barros.

Leandro Gomes de Barros.

BIOGRAFIA de Leandro Gomes de Barros

    Leandro Gomes de Barros, paraibano nascido em 19/11/1865, na Fazenda da Melancia, no Município de Pombal, é considerado o rei dos poetas populares do seu tempo. Foi educado pela família do Padre Vicente Xavier de Farias, (1823-1907), proprietários da fazenda, e dos quais era sobrinho por parte de mãe. Em companhia da família "adotiva" mudou-se para a Vila do Teixeira, que se tornaria o berço da Literatura Popular nordestina, onde permaneceu até os 15 anos de idade tendo conhecido vários cantadores e poetas ilustres.

    Do Teixeira vai para Pernambuco e fixa residência primeiramente em Jaboatão, onde morou até 1906, depois em Vitória de Santo Antão e a partir de 1907 no Recife onde viveu de aluguel em vários endereços, imprimindo a maior parte de sua obra poética no próprio prelo ou em diversas tipografias. Vale a pena transcrever o aviso no final de um poema, A Cura da Quebradeira, que demonstra suas constantes mudanças e o grande tino comercial:

"Leandro Gomes de Barros, avisa que está morando em Areias, Recife, e que remetterá pelo correio todos os folhetos de suas produções que lhe sejam pedidos”.

    Sua atividade poética o obriga a viajar bastante por aqueles sertões para divulgar e vender seus poemas e tal fato é comentado por seus contemporâneos, João Martins de Ataíde e Francisco das Chagas Baptista:

 

"Voltando João Athayde
De Vitoria a Jaboatão
Quando chegou em Tapéra
Que saltou na estação
Encontrou Leandro Gomes
Entraram em conversação"

"Estava em Lagoa dos Carros,
O grande Chagas Batista,
Quando trouxeram-lhe à vista
Leandro Gomes de Barros,
que para comprar cigarros
tinha descido do trem (...)"

 

    Foi um dos poucos poetas populares a viver unicamente de suas histórias rimadas, que foram centenas. Leandro versejou sobre todos os temas, sempre com muito senso de humor. Começou a escrever seus folhetos em 1889, conforme ele mesmo conta nesta sextilha de A Mulher Roubada, publicada no Recife em 1907:



Leitores peço-lhes desculpa
se a obra não for de agrado
Sou um poeta sem força
o tempo me tem estragado,
escrevo há 18 anos
Tenho razão de estar cansado.



    Caboclo entroncado, de bigode espesso, alegre, bom contador de anedotas: este é o retrato que dele faz Câmara Cascudo em Vaqueiros e Cantadores. Casou-se com Venustiniana Eulália de Barros antes de 1889 e teve quatro filhos: Rachel Aleixo de Barros Lima, Erodildes (Didi), Julieta e Esaú Eloy, que seguiu a carreira militar tendo participado da Coluna Prestes e da Revolução de 1924. De Leandro só possuímos fotos de meio-busto e uma de corpo inteiro, que colocava em seus folhetos para provar a autoria de seus versos; de sua família, o que ficou para a história foram os folhetos assinados com caligrafia caprichada, sobretudo os de Rachel.

    Na crônica intitulada Leandro, O Poeta, publicada no Jornal do Brasil em 9 de setembro de 1976, Carlos Drummond de Andrade o chamou de "Príncipe dos Poetas" e assinala:

    "Não foi príncipe dos poetas do asfalto, mas foi, no julgamento do povo, rei da poesia do sertão, e do Brasil em estado puro". E diz mais: "Leandro foi o grande consolador e animador de seus compatrícios, aos quais servia sonho e sátira, passando em revista acontecimentos fabulosos e cenas do dia-a-dia, falando-lhes tanto do boi misterioso, filho da vaca feiticeira, que não era outro senão o demo, como do real e presente Antônio Silvino, êmulo de Lampião". 

    Mas não foi só Drummond, nosso poeta maior, que reconheceria em Leandro a majestade dos versos. Em vida era tratado por seus colegas como o poeta do povo, o primeiro sem segundo (Athayde) e verdadeiro Catulo da Paixão cearense daqueles ásperos rincões (Gustavo Barroso).

    Após o seu falecimento, em 4 de março de 1918, no Recife, o poeta e editor João Martins de Ataíde, em seu folheto A Pranteada Morte de Leandro Gomes de Barros, escreveu:



Poeta como Leandro
Inda o Brasil não criou
Por ser um dos escritores
Que mais livros registrou
Canções não se sabe quantas
Foram seiscentas e tanta
As obras que publicou.

 

Fonte: https://www.casaruibarbosa.gov.br/cordel/leandro_biografia.html#

Biografias de Escritores Brasileiros.

Gislaine Canales

Gislaine Canales nasceu em Herval - RS - BR, em 20/04/38. Divorciada. Quatro filhos. Sete netos. Uma bisneta. Delegada do Portal CEN - "Cá Estamos Nós", Presidente da UBT, União Brasileira de Trovadores, e Cônsul de Poetas Del Mundo em Balneário Camboriú /SC. Bacharel  em Pedagogia e...

Guiomar de Paiva

Guiomar de Paiva Brandão           Guiomar de Paiva Brandão é natural de Caxambu, reside em São Lourenço, Sul de Minas Gerais. Filha de José Capistrano de Paiva Filho e Maria de Lourdes Mendes Paiva é casada com Augusto Brandão e tem quatro filhos, Daniel,...

Augusto Barbosa Coura Neto

Augusto Barbosa Coura Neto, Membro Correspondente da Academia de Letras de Balneário Camboriú, é natural de Ponte Nova/MG, e casado com Mariza Matilde Martellet Coura. Engenheiro Florestal pela UFSM/RS e Pós-graduado em nível de Especialização pela UFSC/SC.  Trabalhou no Projeto RADAMBRASIL,...

Silvia Araújo Motta

SILVIA (de Lourdes) ARAÚJO MOTTA Email-Emeio atual: clubedalinguaport@gmail.com Sou a Silvia Professora, BEM FELIZ aposentada, violonista e escritora, pela vida apaixonada. Mensageira da Alegria, cativa da Arte e Cultura vivo a divulgar Poesia, Música e Literatura. O tempo mudou meus...

Domingas Alvim

    Domingas Alvim, escritora desde os cinco anos de idade – data em que escreveu seu primeiro poema. Até agora, tem 3 livros publicados (Poços dos Desejos; Do Deserto; Viver é meu Vício).      Sempre foi seduzida pela palavra. Lida, escrita, desenhada, rabiscada....

Thaís Souza

    Nasceu na cidade de Campos dos Goytacazes-RJ, em 16 de agosto de 1990.     Estudou da 1ª á 4ª série do ensino fundamental.     Cursou Informática Básica, Design Gráfico, Web Design, e na atualidade cursa Gestão...

Silvania Marques Kaminski

    Silvania Kaminski é o nome literário de Silvania T. Marques Kaminski, nascida no dia 15 de abril de 1968, na cidade de Planalto, RS onde reside até hoje. Casada com Carlos Kaminski, com quem teve um casal de filhos: o Ícaro e a Karin Gabriéli.     Descobriu a...

Leandro Martins de Jesus

  Nasceu em Itapetinga – Ba, em 1980. Graduado em Pedagogia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB, casado, é funcionário público estadual.  Na área de Teologia, concluiu o Curso de Teologia para Leigos do Vicariato São João da Arquidiocese de Vitória da...

Ronaldo Frigini

   Acadêmico da 01ª Cadeira da Academia de Letras de São João da Boa Vista        Juiz de Direito. Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Faculdade de Direito da Fundação de Ensino Octávio Bastos, UniFeob, de São João da Boa Vista, exerceu a Advocacia...

Emerson Maciel Santos

Presidente da Academia Laranjeirense de Letras. Editor da Brasil Casual Editora. Colunista de Cultura do Jornal A Voz dos Municípios. Membro vitalício da associação Internacional dos escritores e artistas - IWA, que é a maior associação literária do mundo. Tem pouco mais de 1.310...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>