José Carlos Barbosa

José Carlos Barbosa

Sabedoria e conhecimento andam juntos em 'Nego Véio'

Por Shirley M. Cavalcante(SMC)

José Carlos Barbosa nasceu em 2 de setembro de 1948 em Serra Azul (SP), na Fazenda Belo Horizonte. Radicou em Ribeirão Preto desde 1955, terra que o adotou como se fosse sua terra natal. Sempre estudou em escolas públicas, mas ao ingressar na universidade não chegou a terminar o curso de administração.

Tem outros cursos com certificados extracurriculares:

IBTF – Instituto Brasileiro de Educação e Tecnologia de Formação a Distância, Cooperativismo e Auto Emprego a Distância, Habilidade Específica em: Negociação e Resolução de Conflitos e A Gestão de Equipes do Programa Auto Emprego, com carga horária de 200 horas. Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho dezembro de 2006; Certificado:IBTF – Instituto Brasileiro de Educação e Tecnologia de Formação a Distância, Cooperativismo e Auto Emprego a Distância, com Habilidade Específica em: Como Elaborar um Plano de Empresa I e II, do Programa de Auto Emprego, com carga horária de 200 horas, Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho dezembro de 2006; Certificado –IBTF: Instituto Brasileiro de Educação e Tecnologia de Formação a Distância Cooperativismo e Auto Emprego a Distância, com Habilidade em: Plano de Marketing Estratégico, do Programa de Auto Emprego, com carga Horária de 145 horas, Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, dezembro de 2006. Foi caminhoneiro por algum tempo,  fundador do primeiro jornal no norte de Mato Grosso “Negócios e Negócios do Notão”, microempresário no ramo atacadista e representante comercial. Aposentado, hoje é presidente da Ordem dos Jornalistas de Ribeirão Preto e Região, membro da Casa do Poeta de Ribeirão Preto; UEI “União dos Escritores Independentes” de Ribeirão Preto; Grupo Médicos Escritores e Convidados. Barbosa é autor da Mostra dos Escritores de Ribeirão Preto e Região e Diretor do Sarau de Todas as Tribos.

Boa Leitura!

 

Escritor Barbosa, é um prazer contarmos com a sua participação na Revista Divulga Escritor. Conte-nos, o que mais o atrai na arte de escrever?

Barbosa - Quero dizer que se falar José Carlos, não vai encontrar viv’alma que me identifica; agora se falar “o Barbosa escritor”, como sou conhecido em minha cidade e região... Para mim, escrever é como se estivesse viajando. Quando o tema chega, esqueço de tudo ao meu redor, então sento e as horas se vão, e chego a escrever um livro em uma noite, como tenho o mais recente escrito, ainda no prelo.

 

Como surgiu inspiração para o seu livro “Nego Véio”?

Barbosa - Desde a juventude eu gostava de escrever. Quase todo fim de tarde sentava e escrevia alguma coisa; era como se transferisse para o papel as confidências do dia a dia, mas acabava de escrever, acho que o estresse estava ali depositado, então jogava fora. O livro “Nego Véio” começou a ser escrito em um maço de cigarros desmanchado; guardei no bolso e depois criou vida, então guardei. Isto foi na década de 70, no entanto, foi publicado só agora em 2013.

 

Apresente-nos a obra.

Barbosa -“Nego Véio” nasceu em algum lugar da África, e quando estava atingindo o Kafo,foi capturado, como todos os escravos; foi comprado e viveu em uma fazenda. Era um exemplo e conselheiro dos escravos, era um iluminado que foi chamado para ser acompanhante e conselheiro do patrão, mesmo a contragosto dos seus.

 

Quais os principais objetivos a serem alcançados por meio do enredo que compõe “Nego Véio”?

Barbosa - Transmitir aos demais que, mesmo sendo escravo, ele parecia ter um conhecimento que não se sabe o porquê, e como uma mente àquela época tão distante poderia ser iluminada.

 

Quais os principais desafios para a escrita desta obra literária?

Barbosa - Esta obra foi escrita em 1974, e é a única obra publicada pela FUNPEC –Editora. Em 2013, um editor me fez um desafio:disse que publicaria um livro meu se eu entregasse os originais no prazo oito dias e me daria de graça 500 livros. Esse foi o tempo suficiente para remontar o livro e assim foi. Ele perdeu a aposta e cumpriu com o prometido.

 

Qual o momento que mais o marcou enquanto escrevia o enredo que compõe o livro?

Barbosa - O ponto crucial deste livro foi o pranto no seu final, mas foi a minha maior felicidade, porque a maioria dos que o leram chorou ao ler o final. Então, foi um livro que causou comoção em todos os meus leitores.

 

Além de “Nego Véio”, você tem outros livros publicados. Apresente-nos os títulos e segmento.

Barbosa -

01 - Coisas de Boteco 1- Trocando o Divã pela mesa dos bares (3ª edição, esgotado)

02 - Coisas de boteco 2- A Caneta Etílica(esgotado)

03 - Coisas de boteco 3 - Verdades e mentiras

04 - Coisas de Boteco 4 - Essas mulheres

05 - Zumbi dos Palmares - O Rei Negro do Brasil 

06 - Luiz Gama - Precursor abolicionista (1ª biografia)

07 - Serra Azul - Oitenta anos de causos e prosa

08 - Nego Véio

09 - Organizador de uma Antologia da Ordem dos Velhos Jornalistas de Ribeirão Preto.

Aguardem, vem aí, para início do ano, “Quem matou o Mortalha?”

 

Onde podemos comprar seus livros?

Barbosa - Meus livros já foram enviados para vários países de três continentes; então quem se interessar, pode solicitar por: https://www.kgebeditora.com.br/vitrine.php (Pag Seguro); E-mail: kgebeditora@gmail.com

 

Você, por necessidade, se tornou editor de seus próprios livros; hoje ajuda outros escritores a produzirem os seus livros de forma independente. Comente sua trajetória literária e como é realizado este apoio.

Barbosa - Quando resolvi publicar o primeiro livro “Coisas de Boteco”, fiquei sabendo o que era a diferença entre livro publicado e editado, pela Biblioteca Nacional. Então, fiquei sabendo que o editor registrava os livros dos escritores, todos no seu ISBN e o Código de Barras também era o seu. Isto me irritou e comecei a alertar os escritores, então comecei a fazer os registros no nome de cada um e provar que aquela editora era um engodo. Era não, eles continuam sendo até hoje. Vários escritores não acreditavam que isto acontecia até que um deles foi se inscrever na UBE (União Brasileira dos Escritores) e não foi aceito porque o ISBN estava no nome desta editora. Somente aviso: – o livro não é seu.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor o escritor José Carlos Barbosa. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Barbosa - Se você é apenas leitor, deixo um texto:

“Em meus textos, quero chocar o leitor, não deixar que ele repouse na banguela dos lugares-comuns, das expressões acostumadas e domesticadas. Quero obrigá-lo a sentir uma novidade nas palavras”

João Guimarães Rosa

 

Agora, se você tem a intensão de ser um escritor!

Venha agora mesmo, temos uma série de oportunidades irresistíveis. É chegada a hora. Orçamentos sem compromisso, facilidade no pagamento. Enviamos seu livro a qualquer parte do país ou fora dele.

Fazemos digitação, diagramação, antologias, livros de família, livros técnicos etc. Fazemos também seu registro em seu nome na Biblioteca Nacional com ISBN e seu Código de Barras.

Oferecemos consultoria literária, auxiliamos na confecção do livro, do começo ao fim. Se tiver algum escrito engavetado, fale conosco, e lhe devolvemos em livro.

José Carlos Barbosa

Rua João Nuti 76 – Jd. Mosteiro

Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil

CEP14085-510

kgebeditora@gmail.com

Publicar:

www.kgebeditora.com.br

E-mail: kgebeditora@gmail.com

Facebook: kg&b Editora

Twitter: @editorakgeb.com.br

Blog: KGeB Editora

https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=9015490540791584886#allposts

https://plus.google.com/u/0/

 

 

Fonte:

Divulga Escritor, unindo você ao mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com

Entrevistas Literárias.

Entrevista com Rosa Marques

Por Shirley M. Cavalcante ( SMC)   'Prisioneiros do Progresso' com a autora portuguesa Rosa Marques Rosa Marques nasceu em Portugal, na ilha da Madeira, freguesia da Camacha, onde viveu até aos dezoito anos de idade. Após o seu casamento mudou-se para Porto Santo. Preocupa-a a grande...

Entrevista com Fernanda Camillo

Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Fernanda Camillo é escritora graduada pela Universidade de São Paulo e Master in Fine Arts pelo Instituto Vera Cruz, também em São Paulo. Autora de diversos contos, em 2005 publicou o livro de poemas “Além do Olhar” e está lançando seu primeiro romance  “A...

Patrícia Fernandez

por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Sou publicitária e autora profissional. Gosto de explorar meu talento e criatividade, criando ideias sólidas e concretas, sempre buscando a melhor maneira de desenvolvê-las. Trabalho bem em equipe e gosto de compartilhar ideias e metas bem definidas de...

Pola Oloixarac

A escritora argentina, Pola Oloixarac, atualmente vive em São Francisco, onde trabalha na divulgação de seu livro As Teorias Selvagens (Benvirá), recentemente traduzido para o inglês por Roy Kesey. Desde 2011 Pola conquistou espaço entre os leitores brasileiros quando veio...

A Medicina do Futuro apresenta massagem de som com Taças Tibetanas e Gongos

Por Shirley M. Cavalcante ( SMC)   Sou a Vida chamada Margareth. No período de tempo como a maioria o conhece, tenho 44 anos, gosto de honrar e refletir sobre os meus ancestrais bem como sobre a minha própria história enquanto mulher e ser pensante. Sei-me uma mulher livre e consciente, ligada...

WASHINGTON LUIS LANFREDI

Por:Conexão Literatura   ENTREVISTA COM WASHINGTON LUIS LANFREDI   Washington Luis Lanfredi O autor é formado em Técnico de Eletrônica e Engenharia Mecatrônica. Tem 35 anos e nasceu em Atibaia, mas vive em Taubaté desde os três anos de idade, sendo Taubaté a terra da Literatura infantil....

Nara Vidal

Por Selmo Vasconcellos   Nara Vidal é mineira de Guarani. Formada em Letras pela UFRJ, é Mestre em Artes pela London Met University. Mora na Europa há 14 anos. É autora de infantis, juvenis e seu primeiro adulto, “Lugar Comum” (Editora Pasavento), já em reimpressão, foi lançado em...

Dinovaldo Gilioli

Por Selmo Vasconcellos   Dinovaldo Gilioli — nasceu em Leópolis/PR, 1957, morou em Curitiba e reside há mais de 30 anos em Florianópolis – SC. Formado em Ciências Contábeis, com especialização em Realidade Brasileira e pós graduação em Dinâmica dos Grupos. Quando diretor do Sindicato...

Christiane de Murville

A francesa e brasileira Christiane de Murville apresenta 'Até Quando?'   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Graduada, mestre e doutora em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo, com especialização em psicodrama e orientação profissional, Christiane Isabelle Couve de Murville...

George Ornellas

Romance policial 'Amores e crimes' será lançado no Rio de Janeiro   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) George Ornellas é Professor de Educação Física, Geógrafo, Historiador e Escritor. Romântico e aventureiro, nasceu no Rio de Janeiro, escreveu seu primeiro romance há mais de vinte anos,...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>