I Prêmio Literário Gonzaga de Carvalho.

I Prêmio Literário Gonzaga de Carvalho.

        Eu nunca pensei em expor um de meus trabalhos em um concurso entre acadêmicos, não sabia o que poderia esperar e se estava à altura de meus confrades.

        Este ano, recebi o convite da Academia para participar do prêmio Literário Gonzaga de Carvalho, concurso este entre todos acadêmicos correspondentes do país inteiro.  Preparei uma crônica inédita, pois este era um dos requisitos e encaminhei para Academia.

        HOJE, ao receber o E-mail para uma solenidade da Academia, minha alegria e surpresa foi imensa.

        Vi minha crônica classificada com menção honrosa em décimo segundo lugar.

        Para mim esta classificação é como se fosse a primeira e tem o mesmo gosto.

        Com a Crônica “O Conto de um Bêbado” entro no rol dos acadêmicos premiados pela Academia de Letras Teófilo Otoni.

        A crônica será publicada após premiação e lançada na "Revista Café com Letras" pela Academia de Letras, e posteriormente no livro Revelações em 2017.

        Quero compartilhar esta alegria com todos amigos.

        Obrigado a todos.

        

        Leandro Campos Alves.

        Setembro de 2016.

 

CLASSIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO

 

        A Diretoria Executiva da Academia de Letras de Teófilo Otoni através da Secretaria Geral e após análise dos trabalhos pela Comissão Julgadora, RESOLVE: homologar o resultado do I Prêmio Literário Gonzaga de Carvalho, com o seguinte resultado:

 

Categoria: Poema

Classificação geral

 

Primeiro Lugar: “Vale ouro e diamante e não há quem não se encante”, de Alfredo Nogueira Ferreira, Florianópolis-SC;

Segundo lugar: “Sobre as mulheres”, de Anchieta Antunes, Gravatá-PE e

Terceiro lugar: “Lembranças mortas”, de Gladston Sales, Rio de Janeiro -RJ.

 

Menções Honrosas:

 

4º lugar: “Homenagem a Luiz Gonzaga de Carvalho”, de Maria Luciene, Fortaleza – CE; 5º lugar: É primavera”,de Marripe Faul Abeilice, Belo Horizonte-MG; 6º lugar: “Quisera... mas... , de Eloisa Antunes Maciel, São Martinho da Serra-RS; 7º lugar: “A TV matou a janela”, de Wanderson Cardoso, Contagem-MG; 8º lugar: “Voar é contemplar o infinito”, de José Moutinho dos Santos, Belo Horizonte-MG; 9ºlugar: “Escrever poesia”, de Celso Gonzaga Porto, Cachoeirinha-RS; 10º lugar: “Poeta (n)ativo, de Marcos Pereira dos Santos, Ponta Grossa-PR; 11º lugar: “Cachoeira de saudade”, de Ândrei Clauhs, Brasília-DF; 12º lugar: “Pedra do Poeta”, de Valéria Victorino Valle, Anápolis-GO;13º lugar: “Serra da Mantiqueira”, de Cláudio de Almeida, São Paulo-SP; 14º lugar: “Coragem, mulher”, de Nelci Veiga Mello, Campo Mourão-PR; 15º lugar:”Oasis”, de Francisco José da Silva, Bom Jesus do Galho-MG e 16º lugar: “Olhos de âmbar”, de Cláudio Hermínio, Belo Horizonte-MG.

 

 

Categoria: Crônica

Classificação geral

 

Primeiro Lugar: “História de cinema”, de Helena Selma Colen, Ladainha -MG;

Segundo lugar: “Vinho e sangue”, de Geraldo de Castro Pereira, Vila Velha- ES e

Terceiro lugar: “As raparigas de Seu Nó”, de Eugênio Maria Gomes, Caratinga-MG.

 

Menções Honrosas:

 

4º lugar: “As coisas miúdas”, de Aristides Dornas Júnior, Moeda-MG; 5º lugar: “A arte como fonte de novo tempo”, de Carlos Lúcio Gontijo, Santo Antônio do Monte- MG; 6º lugar: “Em síntese”, de Altamir Freitas Braga, Belo Horizonte- MG; 7º lugar: Veredas do tempo”, de Paulo Valença, Recife-PE; 8º lugar: “O boato” de Cosme Custódio da Silva, Salvador- BA; 9º lugar: Paz: Afinal, onde encontrá-la?, de Alcione Sortiga, Porto Alegre- RS; 10º lugar: Alegria na noite: a memória do mundo!”, de Marcos Coelho, Dourados-MS;11º lugar: “Velha infância”, de Jéssica Millato da Costa, Araras-SP; 12º lugar: O conto de um bêbado”, de Leandro Campos Alves, Caxambu-MG; 13º lugar: “O mestre e o vale”, de Adevaldo Rodrigues de Souza - MG; 14º lugar: “O Brasil também está em guerra”, de Marcelo de Oliveira Souza, Salvador- BA ; 15º lugar: “Espírito de porco”, de Sérgio Rodrigues Piranguense, Contagem-MG e 16º lugar: “O som do silêncio”, de Margareth das Dores Rafael Moreira Costa, Itambacuri- MG.

 

Do presente termo com o resultado sejam emitidas 02 (duas) vias de igual teor, devidamente assinadas. Dê ciência aos classificados e ampla divulgação do fato.

 

Teófilo Otoni/MG, 30 de setembro de 2016.

 

PROF. WILSON COLARES DA COSTA

Secretário-Geral

 

Prêmios, artigos e homenagens.

PALADINO DA CULTURA MINEIRA

Centro Sarmathiano de Altos Estudos Filosóficos e Históricos Patrimônio Histórico da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente Reconhecido pela Sentença nº01102.001/2015 ASNACAJUPAZ – Registro no 3º Ofício de justiça de Belford Roxo – RJ Protocolo nº 00050406 – Registro nº...

PRÊMIO CANETA DE OURO FEBACLA – 2019

Outorga com louvor ao ilustre   Leandro Campos Alves   Para que seja notório em todas as instituições culturais, que o agraciado é um ESCRITOR de grande expressão literária no Brasil e no exterior.   FEBACLA – Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes. Niterói,...

Escritor Leandro Campos Alves é homenageado em dezembro de 2019 pela Acilbras.

    O academico escritor Leandro Campos Alves, que ocupa a cadeira 348 é o homenageado da Semana, do grupo Acilbras; pela sua maravilhosa biografia, pelo ser humano incrível, que você é, pela sua luta e superação!          Parabéns Nobre Poeta e...

Finalista Nacional.

Finalista Nacional da Antologia “Agora Eu Sou - Contos e Crônicas da Superação", organizada pelo Engenho das Palavras, com o conto “A vida do João”. João o menino que não sabia falar e nem escrever, que passou toda a vida trocando as letras, está vai viajando e ganhando seu espaço no mundo...

31º Concurso Internacional de poesias, Contos e Crônicas.

    Três trabalhos avaliados e três classificações em Destaque, em três categorias distintas.     A Deus dou graças, aos amigos e familiares meu abraço fraterno, a ALPAS21 minha gratidão.     31º Concurso Internacional de poesias, Contos e Crônicas –...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>