I BIENAL DO LIVRO EM JUIZ DE FORA

 I BIENAL DO LIVRO EM JUIZ DE FORA

      Com imenso carinho e satisfação, convido todos amigos, leitores, poetas, amantes de livros e de sonhos, em especial os confrades escritores que estão próximos da cidade Mineira de Juiz de Fora, na Zona da Mata Mineira, a nos visitarem na Primeira Bienal do Livro da cidade.

        A cultura já não é apenas um núcleo de universidades, cinemas e artes, Juiz de fora inicia uma nova era na sua história, abre suas portas e coração para a cultura mais antiga do mundo. A comunicação escrita por símbolos e letras.

        Sejam todos bem vindos na Bienal que está nascendo para o enriquecimento da nossa cultura regional.

        Em Junho temos o encontro marcado nos corredores entre as stands da Bienal.

 

Leandro Campos Alves

junho de 2016

 

 

        I BIENAL DO LIVRO EM JUIZ DE FORA entre os dias 14 e 19/06 no Independência Trade Hotel. De 12h às 22h na terça-feira. De 9h às 22h de quarta-feira à sábado, no domingo, das 10h às 19h. Serão 45 stands de livrarias, editoras, distribuidoras em 2.600 m2. EVENTOS, PALESTRAS, MESAS REDONDAS, OFICINAS, CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS...Público esperado - 60 mil pessoas. ENTRADA FRANCA. Participe! Divulgue!

 

Câmara Mineira do Livro:

 

1ª Bienal do Livro de Juiz de Fora: uma entrevista com Cristina Sena

 
 

 

Juiz de Fora será sede do maior evento de literatura da Zona da Mata Mineira: a 1ª Bienal do Livro de Juiz de Fora, acontecerá entre 14 e 19 de junho. Nós conversamos com a organizadora do evento, Cristina Sena, sobre os desafios para o primeiro passos e as expectativas para o evento e você confere aqui.

CML:  Vocês estão “abrindo uma nova página da vida” com a 1ª Bienal do Livro de Juiz de Fora. Como surgiu a ideia de promover este evento? E quais as atrativos de Juiz de Fora para sediar a Bienal?

CS: A ideia de realizar uma bienal em Juiz de Fora surgiu de uma vontade de levar para as cidades de médio porte os eventos literários de grandes centros. Penso que esse modelo pode, e deve, ser adaptado para os diversos públicos que temos. E temos muitas cidades com estrutura para receber uma bienal! Sou juizforana e é com grande orgulho que, hoje, concretizo esse sonho. E, para um primeiro evento, com todas as dificuldades que sabemos que existem, posso dizer que está fantástico. Temos uma programação com presenças de grandes autores, como Luiz Ruffato, Carina Rissi, Daniela Arbex, Maurício Gomyde, entre outros. E também valorizamos a produção literária local, dando espaço para os autores da cidade e autores independentes.

A programação cultural está repleta de oficinas, contação de histórias, palestras, bate-papo, tarde de autógrafos, lançamentos de livros e muitas atividades. É um programa completo, para toda a família!

CML: O momento político conturbado afetou a Cultura e o mercado editorial. Foi preciso “criatividade” para promover a Bienal? Quais foram as soluções encontradas para possibilitar a existência do evento?

CS: Foi preciso mais que criatividade! O contexto econômico atual afetou e desmotivou muitos empresários. Mas acredito que não podemos parar. Temos sempre que buscar por alternativas e novos caminhos. Nesses caminhos encontrei muitos apaixonados pelo livro dispostos a contribuir para impulsionar a leitura. Encontrei fortes parceiros na produção, montagem e divulgação do evento. Muitos apoios não financeiros, mas de voluntários, foram essenciais. Os livreiros e editores locais também estão se dedicando para fazer do evento um grande sucesso. Assim, conseguimos formar mais de 60 horas de programação cultural, realizar uma montagem com estrutura de bienal de grandes centros, trazer autores de projeção nacional, envolver as escolas nesse movimento… enfim, são muitas mãos unidas que estão construindo este evento por acreditar nele. Eu só tenho a agradecer todo esse apoio.

CML: Quais são os destaques da programação?

CS: O grande destaque é o próprio evento. Ter a possibilidade de visitar uma bienal, ter contato com as editoras, com os livros, com os autores, participar de um evento de forma gratuita, em família, acho que esse é o grande destaque!

Mas teremos bons nomes para motivar ainda mais essa visitação, como Luiz Ruffato, Sheyla Smaniotto, Carina Rissi, Gustavo Rosseb, Maurício Gomyde, Daniela Arbex, Patricia Barbosa, Marina Carvalho, Eduardo Monsanto, Paulo Henriques Brito, Babi Tatto, entre tantos outros. São autores para todos os públicos. Teremos ainda um encontro de bike foods e truck foods para os admiram uma boa gastronomia também.

(Confira a programação completa da Bienal aqui)

CML: Como está o envolvimento das cidades próximas de Juiz de Fora?

CS: Estou muito feliz com a repercussão da 1a Bienal do Livro de Juiz de Fora. Estamos recebendo pedidos de agendamento de visitas de escolas de Minas Gerais e do Rio de Janeiro! Isso nos deixa muito motivados e aumenta também a nossa responsabilidade de oferecer um evento de alta qualidade!

CML: Quais são as expectativas para o evento?

CS: As expectativas estão ótimas! Para um primeiro evento, acredito que já seremos vitoriosos se realmente atingirmos o nosso objetivo, que é impulsionar a leitura e popularizar o livro. Estamos com um retorno acima do esperado de escolas, grupos e faculdades já programadas para visitação. Nas redes sociais, a bienal é um sucesso. A participação de todos na cidade está muito legal. Com toda a certeza, essa será a primeira, de muitas outras bienais do livro que virão!

Fonte: Câmara Mineirado Livro.

Link:www.camaramineiradolivro.com.br/noticias/1a-bienal-do-livro-de-juiz-de-fora-uma-entrevista-com-cristina-sena/

Notícias Diversas.

Nasci para consagrar-me às letras e às ciências

"Nasci para consagrar-me às letras e às ciências ".   “O imperador comentou em seu diário pessoal em 1862. Ele sempre teve prazer em ler e encontrou nos livros um refúgio para a sua posição. Sua habilidade para relembrar trechos que havia lido no passado era notável. Os interesses de Pedro II...

Flipoços 2019

Festival Literário de Poços de Caldas       O Festival Literário de Poços de Caldas, Flipoços, consolidado como um dos mais importantes festivais de literatura do Brasil, tem como missão principal oportunizar a todos acesso facilitado ao mundo dos livros e contato com os...

O PRÊMIO SESC DE LITERATURA 2019

EDITAL PRÊMIO SESC DE LITERATURA 2019    I – APRESENTAÇÃO O PRÊMIO SESC DE LITERATURA é promovido pelo Sesc – Serviço Social do Comércio, e objetiva premiar obras inéditas nas categorias CONTO e ROMANCE, destinadas ao público adulto, escritas em língua portuguesa, por autores brasileiros...

Decreto Acadêmico 01219.008/2018 Instituição da Comenda do Mérito Histórico Guanabara

O Presidente da FEBACLA - FEDERAÇÃO BRASILEIRA DOS ACADÊMICOS DAS CIÊNCIAS, LETRAS E ARTES, no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias, estabelece na data de 19/12/2018 a criação da COMENDA DO MÉRITO HISTÓRICO GUANABARA. Guanabara foi um estado do Brasil de 1960 a 1975, que existiu no...

Complexo Brazilis

jornal nação brasil - web   A Dilma foi reeleita ao governo da nossa nação. Mas ao que parece está governando na contramão. O povo brasileiro mais uma vez, nela confiou E o tucano para escanteio encostou Mas a situação está ficando insustentável Tem gente dizendo que a volta dos...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>