Filipa Leandro

Filipa Leandro

Surfista profissional Filipa Leandro destaca a prática do surf em seus enredos

 

por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Filipa Leandro, 45 anos, é mãe de três filhos que lhe dão alegria imensa:  Joey, 17 anos, adora andar de skatee pegar umas ondas; Francisca Veselko (Kika), 14 anos, está a caminho de ser surfista profissional; e Jaime, 8, também já tem o skate e o surf na veia.

A família é de Carcavelos (costa do Estoril), terra que Filipa adora e onde nasceu e cresceu. Filipa teve a felicidade de passar a vida ao ar livre e ter começado a praticar surf, quando esta prática ainda era um desporto “só” para homens. Com muita força de vontade e persistência, foi uma das pioneiras em nível nacional e acabou por ajudar a abrir portas ao surf feminino português. Competiu dez anos e viajou por todo o mundo. Nos up and downs da vida, mesmo com um curso superior em ciências políticas e mestrado em sustentabilidade, teve dificuldade para arranjar um emprego que lhe desse tempo e disponibilidade para tomar conta da família e acompanhar os filhos todos os dias. Decidiu então fazer um curso de professora de surf. Sendo todos eles surfistas e gostando tanto desse desporto, foi a melhor solução que Filipa arranjou. Viver perto do mar facilitou muito. Com uma paixão enorme pela escrita e já com bastantes artigos e reportagens publicadas, foi durante as clínicas de surf no verão de 2015 que lhe surgiu a ideia de escrever esta coleção. Nesse momento Filipa doou muito poucas aulas de surf e está muito mais dedicada à escrita. Filipa tem uma vontade enorme de dar a conhecer o “Vem Surfar com a Pipa, Jaime e Kika”,a pais e filhos, por todo o mundo! 

“...muitos lugares pelo mundo para visitar e muitos outros surfistas com vidas especiais, que possam vir a integrar as edições: “International Groms Series”, mas em breve quero dar outro passo, quero chegar aos teenagers!”

Boa leitura!

 

Escritora Filipa Leandro, é um prazer contarmos com a sua participação na Revista Divulga Escritor. Conte-nos, o que a motivou a ter gosto pelo surf?

Filipa Leandro - Olá, eu é que agradeço a vossa disponibilidade!

Sempre vivi perto da praia, e no verão passava as férias todas no mar, a dar mergulhos, a fazer pinos, carreirinhas (pegar jacaré) etc. Havia alguns rapazes a fazer surf e eu adorava vê-los a “dançar” nas ondas, até que o meu irmão do meio, o Gonçalo, que tem três anos menos do que eu, decidiu que queria comprar uma prancha, ainda com sete anos. Eu também fiquei cheia de vontade de começar, mas como não havia meninas na água, fui deixando passar. Aos poucos, nos verões seguintes, comecei a pegar nas pranchas de windsurf, bem grandes na altura e a levá-las para a água com mais amigas. Apanhávamos as ondas e púnhamo-nos duas e três miúdas em pé ao mesmo tempo, na mesma prancha. O bichinho para fazer surf crescia cada vez mais, até que aos 17 anos disse que era hora, com ou sem miúdas a fazerem este desporto. Comprei prancha, e fato e até hoje nunca mais parei! É uma das minhas grandes paixões!

 

Em que momento se sentiu atraída pela arte de escrever?

Filipa Leandro - Acho que foi ainda teenager, com uns 16 anos. Tenho textos guardados com escritos meus desse tempo. Adorava escrever sobre o meu estado emocional e coisas que iam acontecendo na minha vida. Acabei por escolher letras, tirei o curso superior de Ciências Políticas e fiz um Mestrado em Sustentabilidade. Com cerca de 25 anos comecei a publicar artigos em revistas e a ser convidada para fazer entrevistas e reportagens sobre surf, vida e ambiente.

 

Conte-nos, como surgiu a coleção “Vem Surfar com a Pipa, Jaime e Kika”?

Filipa Leandro - Esta coleção surgiu de uma ideia que tive no verão de 2012, enquanto dava aulas de surf a várias crianças de muitos lugares diferentes. No mesmo dia, primeiro pensei em escrever histórias sobre a vida delas, depois sobre a minha vida e todas as viagens e experiências pelo mundo, que o surf me proporcionou: “Vem Surfar com a Pipa!”. Fiquei com esta ideia e fui falando com as pessoas mais próximas. Foi a minha mãe que me foi relembrando deste sonho durante os anos seguintes. Em 2015, em agosto, quando estava novamente a dar aulas de surf no verão, a um grupo de crianças, fui almoçar com a minha “ajudante” e amiga surfista, a Sofia Oliveira,e falei-lhe sobre o possível projeto. Ela disse: “Mas eu faço as ilustrações, avança!”. Como, entretanto, meus filhos tinham crescido e se tinham tornado verdadeiros surfistas, achei que deveria então escrever sobre as nossas aventuras como família de surfistas: “Vem Surfar com a Pipa, Jaime e Kika”. Em três meses lancei os primeiros três livros da coleção! Era a apresentação da família, e para mim não fazia sentido publicar só o primeiro. O meu filho mais velho,  Joey, não está no título, mas faz parte de todas as aventuras!

 

Quais os principais objetivos a serem alcançados com a coleção?

Filipa Leandro - Tenho como objetivos trazer sempre algo de positivo para a vida dos leitores! Divertir, falar de emoções, dar exemplo de valores, trazer cultura, aprendizagem… e dar sempre ferramentas e exemplos para uma vida saudável e feliz!

 

Apresente-nos o seu livro “Cascais, Capital do Surf Português. A culpa é dos banhos de mar do Rei D. Luís!”

Filipa Leandro - Esta é a sinopse: “Foram dar um passeio a Cascais em família… entre a ida de comboio e parte do regresso a andar junto ao mar pelo paredão, conversaram muito sobre os primórdios e de toda a beleza que envolve esta vila turística. A vontade de surfar era enorme, e depois de um almoço saudável, seguiram a pé para a sua praia, Carcavelos, onde todos desfrutaram de excelentes ondas, inclusive a cadela, a Sister… Num dos dias de prova, quando o campeonato mundial de surf acabou mais cedo, aproveitaram para fazer uma visita ao Farol de Santa Marta e ainda tiveram a sorte de ir comer o melhor gelado de fruta natural!”.

É uma aventura na lindíssima costa do Estoril, onde temos a sorte de morar. A história começa com as caravelas portuguesas a chegarem da sua primeira viagem à Índia…

 

O que a motivou a escrever esta obra literária?

Filipa Leandro - Esta coleção foi lançada com os três primeiros volumes, que como referi, foram a apresentação da família. Não sabia qual era o próximo passo. Entretanto, fomos a Nazaré durante as férias do carnaval, vivenciámos toda a cultura local e vimos os surfistas descerem ondas com cerca de 30 metros. Percebi logo que era o “material” para a próxima história. Depois, fomos a Peniche, Capital da Onda, passar o fim de semana e ver o campeonato mundial de surf. Esta zona é bastante rica culturalmente e tem também excelentes condições para a prática de surf, o que me levou a escrever a quinta aventura. Sempre a pensar nesta costa maravilhosa onde moro e faço surf, em que Cascais é a Capital do Surf Português, não podia esperar mais, tinha de ser a próxima “aventura” e arranjei maneira de termos dois dias muito especiais, que transmitissem toda a maravilha que é viver nesta costa, sem deixar para trás toda a suahistória e cultura que tanto aprecio. Passei-a para o papel, da melhor maneira que consegui, tocando em todos os pontos que achei interessantes, e foi escrito o sexto livro: “Cascais, Capital do Surf Português. A culpa é dos banhos de mar do Rei D. Luís!”.

 

Seus livros estão disponíveis em inglês e português. Apresente-nos os livros publicados.

1 - A Kika começou a Surfar!

2 - Kika na Escola de Surf, Campeonatos e Maldivas... Jaime entra em Cena!

3 - Jaime, a Mascote da Família!

4 - As Ondas Gigantes da Nazaré!

5 - Em Peniche durante o Campeonato Mundial de Surf... Super Tubos!

6 - Cascais, Capital do Surf Português. A culpa é dos banhos de mar do Rei D. Luís!

7 - As irmãs Resano!

8 - Nazaré, uma Onda para a História... Agora é a vez das crianças!

9 – o Título ainda é surpresa… será lançado na Páscoa!

 

Onde podemos comprar os seus livros?

Filipa Leandro - Podem comprar os meus livros na Amazon. A minha página de autora é:

www.amazon.com/Filipa-Leandro/e/B0763PB983

Em Portugal, estão à venda na WOOK (loja online da Porto Editora), na Ler Devagar no LX Factory, nas várias Câmaras Municipais (Nazaré, Peniche e Cascais), na PoP Store no Parque das Gerações, entre outros locais.

 

Quais os seus principais objetivos como escritora?

Filipa Leandro - Quero muito viver da escrita, porque devemos fazer o que nos faz brilhar os olhos e eu adoro escrever! Quero dar sempre ao leitor positividade, alegria, crescimento pessoal, conhecimento, entre outros, em todos os meus livros. Vou continuar com a minha coleção do “Vem Surfar com a Pipa, Jaime e Kika”, porque ainda há muitas vilas da costa portuguesa por onde queremos passar; muitos lugares pelo mundo para visitar e muitos outros surfistas com vidas especiais, que possam vir a integrar as edições: “International Groms Series”, mas em breve quero dar outro passo, quero chegar aos teenagers!

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor a escritora Filipa Leandro. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Filipa Leandro - Como mensagem final, quero relembrar que vocês são os realizadores, os produtores, os atores das vossas vidas, por isso vivam o momento presente e vivam sempre com bastante positivismo, muito amor e sigam o bem!

Boas leituras e boas ondas! Adeus, beijinhos!

Serviços
 www.filipaleandro.com

www.facebook.com/historiasdapipa

www.amazon.com/Filipa-Leandro/e/B0763PB983

 

Divulga Escritor, unindo você ao mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com

Entrevistas Literárias.

A Medicina do Futuro apresenta massagem de som com Taças Tibetanas e Gongos

Por Shirley M. Cavalcante ( SMC)   Sou a Vida chamada Margareth. No período de tempo como a maioria o conhece, tenho 44 anos, gosto de honrar e refletir sobre os meus ancestrais bem como sobre a minha própria história enquanto mulher e ser pensante. Sei-me uma mulher livre e consciente, ligada...

WASHINGTON LUIS LANFREDI

Por:Conexão Literatura   ENTREVISTA COM WASHINGTON LUIS LANFREDI   Washington Luis Lanfredi O autor é formado em Técnico de Eletrônica e Engenharia Mecatrônica. Tem 35 anos e nasceu em Atibaia, mas vive em Taubaté desde os três anos de idade, sendo Taubaté a terra da Literatura infantil....

Nara Vidal

Por Selmo Vasconcellos   Nara Vidal é mineira de Guarani. Formada em Letras pela UFRJ, é Mestre em Artes pela London Met University. Mora na Europa há 14 anos. É autora de infantis, juvenis e seu primeiro adulto, “Lugar Comum” (Editora Pasavento), já em reimpressão, foi lançado em...

Dinovaldo Gilioli

Por Selmo Vasconcellos   Dinovaldo Gilioli — nasceu em Leópolis/PR, 1957, morou em Curitiba e reside há mais de 30 anos em Florianópolis – SC. Formado em Ciências Contábeis, com especialização em Realidade Brasileira e pós graduação em Dinâmica dos Grupos. Quando diretor do Sindicato...

Christiane de Murville

A francesa e brasileira Christiane de Murville apresenta 'Até Quando?'   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Graduada, mestre e doutora em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo, com especialização em psicodrama e orientação profissional, Christiane Isabelle Couve de Murville...

George Ornellas

Romance policial 'Amores e crimes' será lançado no Rio de Janeiro   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) George Ornellas é Professor de Educação Física, Geógrafo, Historiador e Escritor. Romântico e aventureiro, nasceu no Rio de Janeiro, escreveu seu primeiro romance há mais de vinte anos,...

Jéssica Figueiredo

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Nome: Jéssica Figueiredo                       Cidade: Recife - PE        País: Brasil   Quais livros estarão...

Manoel Baruque

Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Manoel Baruque – ou A.Baruk, seu pseudônimo – é brasileiro, morador de Copacabana, Rio de Janeiro. É apaixonado por futebol, sendo praticante deste esporte desde sempre e nunca se cansando de assistir a jogos de todos os cantos do planeta, inclusive do Sporting...

Maria Gravina Ogata

Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Maria Gravina Ogata nasceu na cidade de Polignano a Mare, na região da Puglia, no sul da Itália. Com dois anos de idade imigrou para o Brasil, alguns anos após o término da Segunda Guerra Mundial. É brasileira naturalizada, Geógrafa e Advogada, com Mestrado em...

Melchíades Montenegro

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Melchíades Montenegro, pernambucano, é geógrafo, escritor e poeta, com inúmeros artigos, contos, poemas e livros publicados. Montenegro é associado da União Brasileira de Escritores, Vice-Presidente da Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro, e...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Poetas e Escriores da Lusofonia

Clementina Rosa de Matos

Clementina Rosa de Matos passou a sua infância e adolescência em Guimarães.  Estudou em Braga e no Porto. O sonho de conhecer Paris levou-a a viver e a estudar nessa cidade, de onde regressou com diplomas da Alliance Française e da Sorbonne, facto que lhe permitiu lecionar em...

Maria Helena Amaro Correia Sequeira

    Foto Maria Helena Amaro (junho, 1957)     Maria Helena Amaro Correia Sequeira, nasceu de pais beirões em 19 de julho de 1937, em Esposende, onde na escola sede fez os estudos primários. Frequentou o Externato Infante de Sagres, na mesma localidade,...

Alex Bessa

      Alex Bessa é natural de Coimbra Portugal, sendo licenciado em Sistemas Integrados de Gestão pelo Instituto Politécnico sediado na mesma cidade que o viu nascer.         Desde muito cedo aos 9 anos, demostrou interesse pela escrita...

Maria do Carmo Fernandes de Vasconcellos Figueiredo Merca

NOME LITERÁRIO: Carmo Vasconcelos NATURALIDADE: Lisboa - Portugal   Carmo Vasconcelos nasceu em Lisboa/Portugal, onde reside até hoje. Desde sempre cultivou a paixão pela leitura e pela escrita. É autora de um livro de poemas intitulado "GEOMETRIAS INTEMPORAIS", publicado em papel no ano...

Jorge Chichorro Rodrigues

        Jorge Chichorro Rodrigues nasceu em Lisboa, em 19 de março de 1958. Depois de terminar a licenciatura como Tradutor-Intérprete, no ISLA (Instituto Superior de Línguas e Administração), fez o serviço militar e começou a dar aulas de Português, em Portugal....

Alice Teixeira

        Alice Teixeira, nasceu em S. Pedro do Sul, mas foi criada em África até à adolescência e reside atualmente em Ermesinde.         Adora ler desde tenra idade e cedo começou a escrever poesia, guardando no entanto os seus manuscritos...

Alda Melro

        Autobiografia Alda Melro            Nasci em Viana do Castelo. Finalizei o ensino obrigatório e não quis estudar mais, porque não gostava de Matemática. Decidi experimentar o mercado de trabalho, não foi fácil, então decidi ir...

Albertina Fernandes.

          Autobiografia.         EU, Albertina Fernandes         Fui professora do Ensino Secundário, sempre na minha terra natal, Arcos de Valdevez, de onde saí apenas para fazer o estágio pedagógico, no ainda...

Conceição Maia Rocha de Oliveira

        É natural e residente em Aveiro, Portugal.          O seu primeiro curso, Magistério Primário ou Escola Normal, assim como a Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas (Português e Francês/Ensino) pela Universidade de...

Albertina Correia

        Albertina Martins Correia, nascida em 23/02/1963 em Barcelos, residente desde quase sempre em Vila do Conde.     Dois filhos, à 22 anos empresaria na área tecnológica, estudante sempre, de psicologia, apenas para conhecimento e reconhecimentos...
1 | 2 >>

Notícias Diversas.

Professor lança releituras de lendas e folclore brasileiro em livro ilustrado

  O autor José Couto, professor e pós-graduado em Educação Ambiental, traz ao público o livro “O Unicórnio do Sul e outras lendas poéticas”, uma coletânea ilustrada de poemas, que tem como tema o folclore brasileiro e suas lendas. José também recria cantigas de roda, literaturas orais e...

resultado de concurso literário 2018 de Barra Mansa

Fundação Cultura Barra Mansa divulga resultado de concurso literário 2018 Publicado: Terça, 16 de Outubro de 2018, 20h15    Selecionados serão homenageados em cerimônia solene na Biblioteca Municipal Adelaide Franco A Prefeitura Municipal de Barra Mansa, por meio da Fundação Cultura...

MINISTÉRIO LANÇA 1° PRÊMIO LITERÁRIO DA PESSOA IDOSA

O Ministério dos Direitos Humanos (MDH), por meio da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, promove o 1º Prêmio Literário da Pessoa Idosa do MDH.   Inédito no âmbito da Administração Pública Federal, será um concurso de crônicas, com a proposta de incentivar a...

Finalista 26º Concurso Literário da Academia de Letras de São João da Boa Vista

26º Concurso Literário - 2018 A Academia de Letras de São João da Boa Vista divulga o resultado do 26º Concurso Literário - 2018. Nos poucos casos em que houve empate, todos os candidatos serão premiados.    POESIA ✏️Até 12 anos  1º Maria Fernanda Paulino de Lima  2º Leticia...

Finalistas do XXVII Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos

A Secretaria Municipal de Cultura de Leopoldina, divulgou nesta segunda-feira, 12 de novembro, os títulos das poesias finalistas e os pseudônimos dos autores escolhidos pela Comissão Julgadora do XXVII Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos. As obras serão apresentadas no dia da...

V CONCURSO NACIONAL DE POESIA ACADÊMICO GABRIEL FERREIRA LEITE

ACADEMIA ITAJUBENSE DE LETRAS Fundada em 15 de agosto de 1964 Patrimônio Cultural, Material e Imaterial de Itajubá       V CONCURSO NACIONAL DE POESIA ACADÊMICO GABRIEL FERREIRA LEITE, IMORTAL DA ACADEMIA ITAJUBENSE DE LETRAS   REGULAMENTO   01 – TEMA: SONHOS E POESIA. 02 –...

Antologia Poética CEM POEMAS, CEM MIL SONHOS

Adesão GRATUITA até 10/11 - Escritores, poetas, literatos... Façam parte deste registro histórico! Antologia Poética "CEM POEMAS, CEM MIL SONHOS" - Homenagem aos 50 anos da Passeata do Cem Mil: maior manifestação popular contra a Ditadura Militar no país" (...) CONTEXTO A Passeata dos...

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 231/2016

  CONCEDE O TÍTULO DE CIDADÃO BENEMÉRITO DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO A HILÁRIO SILVA NETO   Autor(es): VEREADOR PROF. CÉLIO LUPPARELLI A CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO   D E C R E T A :   Art. 1º Fica concedido o título de Cidadão Benemérito do...

Escritoras Premiadas no Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura de 2017

“Membro Fantasma”, vencedor na categoria Jovem Escritor, relata a trajetória de Diana, uma brasileira que está em Assunção (Paraguai) à procura de relatos sobre a ditadura de Stroessner a fim de escrever uma ficção. Nesse percurso, histórias ouvidas e lembranças familiares revelam-se e...

PRÊMIO GOVERNO DE MINAS GERAIS DE LITERATURA 2017 | MULHERES MOSTRAM A FORÇA DE SUA PRODUÇÃO

Conceição Evaristo é a grande vencedora do Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura de 2017 Mineira venceu na categoria conjunto da obra e é a primeira escritora negra a receber o prêmio desde que ele foi criado em 2007; de forma inédita, o edital consagra as mulheres em todas as categorias,...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Escritores Convidados.

Isa Ma da Silva

        Maria Aparecida da Silva, nascida em Barra Mansa, RJ, no dia 21-08-51, empresária de moda e beleza, aposentada!         Estudou no Grupo escolar Henrique Zamith e Barão de Aiuruoca, divorciada, três filhos e três netos.  ...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>