Ferreira Gullar

Ferreira Gullar

        Ferreira Gullar nasceu em São Luís, em 10 de setembro de 1930, com o nome de José Ribamar Ferreira. É um dos onze filhos do casal Newton Ferreira e Alzira Ribeiro Goulart.

        Sobre o pseudônimo, o poeta declarou o seguinte: "Gullar é um dos sobrenomes de minha mãe, o nome dela é Alzira Ribeiro Goulart, e Ferreira é o sobrenome da família, eu então me chamo José Ribamar Ferreira; mas como todo mundo no Maranhão é Ribamar, eu decidi mudar meu nome e fiz isso, usei o Ferreira que é do meu pai e o Gullar que é de minha mãe, só que eu mudei a grafia porque o Gullar de minha mãe é o Goulart francês; é um nome inventado, como a vida é inventada eu inventei o meu nome".

        Segundo Mauricio Vaitsman, ao lado de Bandeira Tribuzi, Luci Teixeira, Lago Burnet, José Bento, José Sarney e outros escritores, fez parte de um movimento literário difundido através da revista que lançou o pós-modernismo no Maranhão, A Ilha, da qual foi um dos fundadores. Muitos o consideram o maior poeta vivo do Brasil e não seria exagero dizer que, durante suas seis décadas de produção artística, Ferreira Gullar passou por todos os acontecimentos mais importantes da poesia brasileira e participou deles.

        Morando no Rio de Janeiro, participou do movimento da poesia concreta, sendo então um poeta extremamente inovador, escrevendo seus poemas, por exemplo, em placas de madeira, gravando-os.

        Em 1956 participou da exposição concretista que é considerada o marco oficial do início da poesia concreta, tendo se afastado desta em 1959, criando, junto com Lígia Clark e Hélio Oiticica, o neoconcretismo, que valoriza a expressão e a subjetividade em oposição ao concretismo ortodoxo. Posteriormente, ainda no início dos anos de 1960, se afastará deste grupo também, por concluir que o movimento levaria ao abandono do vínculo entre a palavra e a poesia, passando a produzir uma poesia engajada e envolvendo-se com os Centros Populares de Cultura (CPCs).

        Em 2014, ele foi considerado um imortal na Academia Brasileira de Letras.

Militância política.

        Ferreira Gullar foi militante do Partido Comunista Brasileiro e, exilado pela ditadura militar, viveu na União Soviética, na Argentina e Chile. Ele comentou que bacharelou em subversão em Moscou durante o seu exílio, mas que atualmente devido a uma maior reflexão, experiência de vida, e de observar as coisas irem acontecendo se desiludiu do socialismo e que o socialismo não faz mais sentido pois fracassou. 

(...) toda sociedade é, por definição, conservadora, uma vez que, sem princípios e valores estabelecidos, seria impossível o convívio social. Uma comunidade cujos princípios e normas mudassem a cada dia seria caótica e, por isso mesmo, inviável.

 

— Ferreira Gullar.

 

Prêmios e indicações

        Ganhou o concurso de poesia promovido pelo Jornal de Letras com seu poema "O Galo" em 1950. Os prêmios Molière, o Saci e outros prêmios do teatro em 1966 com Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, que é considerada uma obra prima do teatro moderno brasileiro.

        Em 2002, foi indicado por nove professores dos Estados Unidos, do Brasil e de Portugal para o Prêmio Nobel de Literatura. Em 2007, seu livro Resmungos ganhou o Prêmio Jabuti de melhor livro de ficção do ano. O livro, editado pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, reúne crônicas de Gullar publicadas no jornal Folha de S. Paulo no ano de 2005. Foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009.

        Foi agraciado com o Prêmio Camões em 2010.

        Em 15 de outubro de 2010, foi contemplado com o título de Doutor Honoris causa, na Faculdade de Letras da UFRJ.

        Em Imperatriz, ganhou em sua homenagem o teatro Ferreira Gullar.

        Em 1999 inaugurada em São Luís, a Avenida Ferreira Gullar.

        Em 20 de outubro de 2011, ganhou o Prêmio Jabuti com o livro de poesia. Em Alguma Parte Alguma, que foi considerado "O Livro do Ano" de ficção.

        Em 2011, a obra "Poema Sujo" inspirou a vídeo instalação "Há muitas noites na noite", dirigida por Silvio Tendler. Em 2015, o poema inspirou uma série documental, também denominada: "Há muitas noites na noite", com sete episódios com 26 minutos cada, exibida na TV Brasil entre dezembro de 2015 e janeiro de 2016, também dirigida por Silvio Tendler.

 

Fonte: Wikipédia.

Biografia de Ferreira Gullar

 

Biografias de Escritores Brasileiros.

Guiomar de Paiva

Guiomar de Paiva Brandão           Guiomar de Paiva Brandão é natural de Caxambu, reside em São Lourenço, Sul de Minas Gerais. Filha de José Capistrano de Paiva Filho e Maria de Lourdes Mendes Paiva é casada com Augusto Brandão e tem quatro filhos, Daniel,...

Augusto Barbosa Coura Neto

Augusto Barbosa Coura Neto, Membro Correspondente da Academia de Letras de Balneário Camboriú, é natural de Ponte Nova/MG, e casado com Mariza Matilde Martellet Coura. Engenheiro Florestal pela UFSM/RS e Pós-graduado em nível de Especialização pela UFSC/SC.  Trabalhou no Projeto RADAMBRASIL,...

Silvia Araújo Motta

SILVIA (de Lourdes) ARAÚJO MOTTA Email-Emeio atual: clubedalinguaport@gmail.com Sou a Silvia Professora, BEM FELIZ aposentada, violonista e escritora, pela vida apaixonada. Mensageira da Alegria, cativa da Arte e Cultura vivo a divulgar Poesia, Música e Literatura. O tempo mudou meus...

Domingas Alvim

    Domingas Alvim, escritora desde os cinco anos de idade – data em que escreveu seu primeiro poema. Até agora, tem 3 livros publicados (Poços dos Desejos; Do Deserto; Viver é meu Vício).      Sempre foi seduzida pela palavra. Lida, escrita, desenhada, rabiscada....

Thaís Souza

    Nasceu na cidade de Campos dos Goytacazes-RJ, em 16 de agosto de 1990.     Estudou da 1ª á 4ª série do ensino fundamental.     Cursou Informática Básica, Design Gráfico, Web Design, e na atualidade cursa Gestão...

Silvania Marques Kaminski

    Silvania Kaminski é o nome literário de Silvania T. Marques Kaminski, nascida no dia 15 de abril de 1968, na cidade de Planalto, RS onde reside até hoje. Casada com Carlos Kaminski, com quem teve um casal de filhos: o Ícaro e a Karin Gabriéli.     Descobriu a...

Leandro Martins de Jesus

  Nasceu em Itapetinga – Ba, em 1980. Graduado em Pedagogia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB, casado, é funcionário público estadual.  Na área de Teologia, concluiu o Curso de Teologia para Leigos do Vicariato São João da Arquidiocese de Vitória da...

Ronaldo Frigini

   Acadêmico da 01ª Cadeira da Academia de Letras de São João da Boa Vista        Juiz de Direito. Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Faculdade de Direito da Fundação de Ensino Octávio Bastos, UniFeob, de São João da Boa Vista, exerceu a Advocacia...

Emerson Maciel Santos

Presidente da Academia Laranjeirense de Letras. Editor da Brasil Casual Editora. Colunista de Cultura do Jornal A Voz dos Municípios. Membro vitalício da associação Internacional dos escritores e artistas - IWA, que é a maior associação literária do mundo. Tem pouco mais de 1.310...

Benedito Carlos Gonçalves de Lima

Benedito Carlos Gonçalves de Lima, nascido em 11 de Junho de 1949, no Estado de São Paulo, mais precisamente na cidade de Bauru. Pois sua mãe senhora Ernestina Gonçalves de Lima estava hospedada na casa de uns amigos corumbaenses que residiam nessa cidade, eram da família Macena. Sua mãe estava em...

Maria de Nazaré Pena Ferreira

        Maria de Nazaré Pena Ferreira nasceu às margens do Rio Maiauatá, município de Igarapé-Miri, PA, em 07/10/1958. É filha de Luzinar Venceslau Ferreira e Maria Pena Ferreira. Reside, hoje, na Cidade de Igarapé-Miri, sempre participando de movimentos ligados a...

EDSON ROSSATTO

EDSON ROSSATTO nasceu em São Paulo, Capital, em 1978. Formado em Letras, é escritor, editor de livros, roteirista de HQ, palestrante e blogueiro. Publicou os livros "Mansão Klaus e outras histórias", "Curta-metragem – Antologia de microcontos", "Cem Toques Cravados" e "Toques...

Varenka de Fátima Araújo

  Nasceu em Campos- Sales no Ceará, baiana de coração.  Reside em Salvador-Bahia-Brasil desde o ano de 1979.   Figurinista, funcionária pública, formada em Direção Teatral em 1983, atriz, maquiadora, artista plástica,  poetisa e escritora. COMENDADORA Cultural,  ATIVISTA...

Maria do Carmo Rodrigues

        MARIA DO CARMO RODRIGUES,natural de Visconde do Rio Branco-MG,nascida em 16 de Julho de 1959,filha de Vitalino José Rodrigues e Nelsina de Almeida Rodrigues.         É mãe de Aline,Weber e Cinthya e reside em Caxambu desde...

Aldo Moraes

        Filho de Noé Salustiano de Moraes e Maria Helena de Oliveira, Aldo sempre gostou de escrever e ganhou seu primeiro concurso aos nove anos de idade, numa redação sobre Monteiro Lobato, promovido pela Secretaria Municipal de Educação de Londrina. Foi aluno...

Carolina Utinguassú Flores

    Carolina Utinguassú Flores nasceu em 1984, em Porto Alegre (RS). Formou-se em 2005 como técnica em edificações e trabalhou por sete anos na construção civil. Em 2011, ingressou na Faculdade de Letras, foi bolsista de iniciação científica e de projeto de docência pela Capes....

Alcione Sortica

           Alcione Sortica, Cachoeira do Sul, 17 de dezembro de 1935) é um escritor brasileiro.         Ativista cultural, é membro e presidente do conselho fiscal da Academia de Artes, Ciências e Letras...

Sergio de Sersank

        Poeta paranaense natural de Florestópolis, define-se como homem comum, em paz consigo e com a vida. Libertário. Independente. Um cidadão do mundo ou “monda civitano”, na língua esperanto, que fala com fluência e divulga com otimismo. Sersank vem de...

Pedro Pires Bessa.

          Pedro Pires Bessa, natural de Divinópolis, MG.          Doutor em Teoria Literária pela UFRJ, em 1985 – Pós-Doutor em Literatura Comparada pela UFRJ, em 2001 – Mais de 30 livros publicados – Mais de 100 artigos...

Neida Rocha

        Neida Rocha nasceu em 1/2/1954, em Canoas/RS, na Vila Harmonia, onde passou a infância e em 1965 mudou-se para o Bairro Niterói onde viveu a adolescência. Filha de José Lopes da Rocha e Tereza da Costa Rocha, criada entre dois irmãos (Nei e Sidnei). Foi Rainha...

Miranda May.

         Natural  de Criciúma, Santa Catarina.          Até onde minhas lembranças me levam, minha cumplicidade e amor pelos livros nasceu com as primeiras letras, quando, pela impossibilidade de adquiri-los,...

André Luis Soares

        ANDRÉ LUÍS SOARES nasceu em Brasília em outubro de 1964, mas criou-se no Rio de Janeiro, sob a influência cultural da bela Copacabana das décadas de 70 e 80. De volta à Capital Federal na adolescência, estudou Economia pela Universidade Católica de Brasília....
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Artigos e pensamentos por Goretti Mello.

Final Feliz

Quisera eu inventar nossa história. Não haveria tristezas. Nem tampouco partidas. Seriamos Eu e você. Como em um conto de fadas. Onde o final . Só o amor " ETERNIZA" (Goretti Mello)  

Correnteza de Amor

Sou uma correnteza de amor Desaguam em mim um mar de emoções. E mesmo que eu parta daqui deixarei o meu perfume de jasmim. Só permito a entrada de pessoas que tem bondade na alma. Meu coração é um acalento para quem tem bons pensamentos. Ser-te paz e luz e me acompanha. Mas... De pés...

A nobreza no amor

Nunca toque uma alma fazendo-a sofrer quando a mesma é nobre em sentimentos.  Seria o mesmo que fazer um anjo chorar. O que é sagrado tem que se saber tocar. (Goretti Mello)    Todos direitos estão reservados a autora conforme artigo (Lei 9610/98).
1 | 2 | 3 | 4 >>

Poemas, crônicas e textos de diversos Autores.

Noeli de Carvalho

        Com carinho apresento os trabalhos dessa mulher de mil faces, poetisa, escritora, jornalista e mãe, que ungida pelo amor a literatura e pelas suas filhas, divulga a beleza poética nas linhas de seus...

Glória Salles

        Percorrendo os sonhos dos poemas de meus confrades, deparei-me com um trabalho que muito me chamou a atenção, com a sensibilidade poética que Deus agraciou-me como a tantos foram agraciados por esta mesma sensibilidade,...

Goretti Mello Fernandes.

  SOBRE GORETTI ‎. . . A transparência do meu coração É o maior valor que trago na vida. (Todo o meu sentir é sagrado) Cida Luz .     CITAÇÕES FAVORITAS Amor verdadeiro... É aquele que nada se cobra. e tudo se entrega. Não se implora. Se doa, se vive ... Porque o amor em sua...

Anuragi Mauricio Antonio Veloso Duarte.

    O coração do mundo Doces rusgas de namorados, destinos destilados em aguardentes, cadáveres de generais apodrecendo, turbas de pedintes, claves de sol no ar, quebras de mar na praia à noite, levas de ouriços,  um não sei quê de...

GuerreiraXue.

           Tenho o prazer de ter em nosso meio o trabalho desta escritora, que com o codinome forte e guerreiro, que ao mesmo tempo esconde sua sensibilidade poética e amiga, nos presenteia com alguns de seus trabalhos.   E para meu prazer e felicidade, ela...

Maria da Gloria.

  MINAS GERAIS   Minas Alegre Canta Conquista Praça repleta versos corais Surgem estrelas brilhos cronistas Missas e prendas velhos casais.   Jovens crianças até repentistas, Berço de Minas muitos florais Ouro e pedras, quiçá cabalista Vales...

Luis Eduardo Garcia Aguiar.

      PÁSSAROS   Da janela eu posso ver,  pelos dias a fio,  os pássaros coloridos,  da água a beber. Mergulham sua cauda no pote que deixei,  suas asas...

Maria Nicodemos de souza.

Poesia à Janela Nicodemos de Sousa.   Na distância dos continentes, Interagimos com amigos distantes, como se morassem ao nosso lado, orgulho em apresentar agora, dona Nicodemos a poetiza da ilha do fado. em versos e estrofes ela compõe suas...

Luciana Bianchini

           Alguns poetas constroem seus poemas, mas outros são os poemas que constroem os poetas. Porque o poeta traz seus sentimentos revelados em palavras que surgem de sua alma, e assim nascem os seus poemas, por...

Poeta Hei de Ser, André Anlub.

Poeta Hei de Ser       Um dia me perguntaram o por quê? Por que ser? Por que fazer? Por que ter tanto trabalho, para ser um poeta e escritor? A resposta é muito simples. Trata-se simplesmente de amor. Amor às rimas. Amor às...

Eliane Campos.

          Na maioria das vezes, um garimpeiro tem lapidar a pedra bruta para transformá-la na mais bela joia, retirando de suas formas e cores o seu brilho mais reluzente, como este trabalho árduo da labuta do carimbo, nós trabalhadores...

Efigênia Coutinho.

                       Andando por sites e blogs de meus amigos literários, deparei-me com o trabalho desta escritora e poetisa, Efigênia Coutinho.       ...
<< 2 | 3 | 4 | 5 | 6 >>