Fernando Cardoso

Fernando Cardoso
Com trinta e quatro obras publicadas o autor Fernando Cardoso se torna referência Internacional para adultos e crianças
 

 

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Escritor e pedagogo, Fernando Cardoso nasceu no norte de Portugal, mais concretamente na cidade do Porto, mas aos quatro anos de idade foi viver para Lisboa, onde começou a trabalhar aos doze anos. Actualmente é professor universitário de Direito e de Literatura Infantil e Juvenil. É autor de trinta e quatro obras e um dos melhores escritores para crianças e jovens, tendo alguns dos seus livros atingido o maior número de edições em Portugal, como “Flores para Crianças” na 34ª edição. É, ainda, autor de livros de Poesia, Teatro e de Direito. Cardoso procedeu à única recolha, em nível nacional, da poesia popular (Colectânea de Poetas Populares, em quatro volumes). Atendendo ao conjunto da sua obra, foi distinguido com a “Palma de Ouro” pela Accademia Internazionale di Pontzen.

 

“Desses professores, constantemente recebo, inclusive por meio do Facebook, palavras elogiosas e testemunhos de utilizarem, com êxito, nas sua aulas, as minhas obras, o que, naturalmente, muito me sensibiliza.”

 

Boa Leitura!

 

Escritor Fernando Cardoso, muito nos honra com a sua participação na Revista Divulga Escritor. Conte-nos o que o motivou a ter gosto pela escrita literária?

Fernando Cardoso - Desde muito cedo, senti um enorme fascínio pelo livro, compreendi que, por meio de um livro se obtêm respostas a muitas interrogações que pairam no espírito de qualquer criança; que o livro se revela uma excelente companhia e que, inclusive, nos permite viajar, conhecer o mundo. E sempre que os meus pais não podiam comprar-me livros, eu próprio construía histórias com que me deleitava e, assim, descobri que tinha fértil imaginação e que dentro de mim coexistia um ávido leitor e um pequeno autor. O passo seguinte foi fácil: procurar transmitir aos jovens e, sobremaneira, às crianças o prazer da leitura que sempre experimentei.

 

Desde o início o gosto pela escrita era diversificado? Como surgiram o gosto e a inspiração para a escrita em diferentes segmentos e estilos literários?

Fernando Cardoso - A escrita para crianças surgiu, fruto daquele enorme desejo de transmitir aos homens-do-amanhã o enorme prazer que os livros sempre me proporcionaram; a poesia surgiu do desejo de transmitir aos outros homens (não aos botões do poeta, como alertava o grande vate português Sebastião da Gama) o que flui dos diferentes estados de alma, o teatro por contribuir para a formação da personalidade, para o conhecimento apurado da linguagem e para a educação estética da criança, os livros de Direito têm que ver com a minha formação jurídica.

 

Escritor Fernando Cardoso, você hoje tem vários livros publicados. Conte-nos qual o livro que obteve mais sucesso?

Fernando Cardoso - Dos trinta e quatro livros publicados, Flores para Crianças foi, sem dúvida, o que alcançou maior sucesso. Atingiu trinta e quatro edições, o que, em Portugal, é inédito. E neste momento encontra-se traduzido em inglês, Flowers for Children; em francês; Fleurs pour Enfants; e em espanhol, Flores para Niños.

 

Como se explica que o livro “Flores para Crianças” tenha alcançado tantas edições e cativado várias gerações?

Fernando Cardoso - As crianças e os jovens, por mais que se afirme o contrário, não são, no que concerne aos livros, muito diferentes das crianças e jovens das gerações anteriores. Também gostam de adivinhas, curiosidades, anedotas, enigmas, jogos, contos, magia, fábulas, lendas, provérbios, poesia e teatro, ou seja, do conteúdo do livro em apreço.

Sucede é que dispõem de muitos outros atractivos desde o Game Boy, Playstation, jogos de computador, televisão e internet. Mas a generalidade das crianças e jovens de hoje, apesar destes fortes “concorrentes” dos livros, não os dispensam. E aqui é que reside o actual mérito, porque são muitos e diferenciados os “amores”… Qual é a criança que não gosta de escutar a educadora de infância a ler um conto ou, ao deitar, ouvir a voz de um dos progenitores ou de um dos avós a ler-lhe uma história, outra e outra até adormecer?!... Ainda antes da escola, cabe à família a responsabilidade de contribuir para criar apetência ao livro e o gosto pela leitura. Porém, há pais que, em vésperas de Natal ou de aniversário, chegam a equacionar esta pergunta: “Queres um livro ou um brinquedo?” E tal sucede, porque eles próprios ignoram a substancial diferença. São os mesmos pais que não oferecem livros aos filhos a pretexto de serem muito caros, porém disponibilizam-se a comprar-lhes toda a gama de aparelhos e jogos electrónicos que permitiria adquirir-lhes uma pequena biblioteca… Quanto ao “Flores para Crianças”, sucede algo diferente: são os próprios pais que o compram para oferecer aos filhos, porque este livro preencheu uma parte significativa das suas vidas.

 

Seu último livro publicado foi “O Tesouro da Infância”. Como surgiu inspiração para a escrita desta obra?

Fernando Cardoso - A inspiração é algo que, até agora, nunca me faltou; a única coisa que rareia é o tempo. Curiosamente, dentro de mim, sempre coabitam várias “histórias” a fermentar e ansiosas para saltarem para o suporte de papel e, assim, ganharem vida exterior. E se entre essas “histórias” a fermentar, optei pelo “O Tesouro da Infância”, foi mais a pensar no êxito alcançado pelo “Flores para Crianças”, dado que o mais recente livro se integra na mesma linha.

 

Como foi a escolha do título?

Fernando Cardoso - Como explicito no próprio prefácio: “Num tempo em que o TER (o ‘deus dinheiro’ na curiosa expressão do papa Francisco) parece alcançar maior importância do que o SER, resolvi escolher o título O Tesouro da Infância para transmitir, sublinhando-o com recurso à imagem, que o verdadeiro tesouro para as crianças não são as ‘barras de ouro’, mas os livros, porque, por meio deles adquirem, de forma lúdica, o hábito de leitura, aprendem a redigir, a interpretar o que leem e enriquecem-se de vocabulário e de inúmeros e distintos conhecimentos.”

 

 

Trata-se, portanto, de mais um livro que destinou às crianças?

Fernando Cardoso - Já destinei vinte livros às crianças, e quando iniciei a feitura de “O Tesouro da Infância”, tinha em mente que as crianças iriam ser os únicos destinatários. Porém, acabei por decidir dedicá-lo também aos pais, educadores de infância e aos professores dos 1º e 2º ciclos de ensino básico, a quem presto a minha gratidão por serem os verdadeiros divulgadores da minha obra, muito especialmente do livro “Flores para Crianças”.

Desses professores, constantemente recebo, inclusive por meio do Facebook, palavras elogiosas e testemunhos de utilizarem, com êxito, nas sua aulas, as minhas obras, o que, naturalmente, muito me sensibiliza.

 

Como consegue gerir o tempo que dedica ao Direito, como advogado e professor, à Literatura, à escrita e ao Elos Clube de Lisboa, de que é Presidente?

Fernando Cardoso - Na realidade, não é uma gestão fácil: o Direito, porque quase todos os dias entram em vigor novos diplomas legais que urge interpretar e interiorizar; a Literatura, porque exige inúmeras e ponderadas leituras e uma consentânea e criteriosa selecção. E o Elos Clube de Lisboa (que pertence ao Elos Internacional e à Comunidade Lusíada que nasceu precisamente no Brasil) também me absorve muito tempo. Por tudo isto, a escrita está a ser prejudicada. E porque a gestão do tempo é difícil, chego a lamentar que tenhamos de consumir uma terça parte das nossas vidas de olhos fechados… 

 

Onde podemos comprar os seus livros?

Fernando Cardoso - Os livros de minha autoria podem ser adquiridos:

na Editora Portugalmundo www.editoraportugalmundo.com

na Porto Editora  WOOK: https://www.wook.pt/autor/fernando-cardoso/15528

ou no sítio do livro: https://www.sitiodolivro.pt/pt/autor/fernando-cardoso/27890/

 

Quais os seus principais objetivos como escritor?

Fernando Cardoso - Precisamente porque gostava que as crianças encarassem os livros, como eu encarei quando criança: com enorme fascínio. E, sobremaneira, porque é por meio dos livros (não do Game Boy e ou do Playstation) que adquirem o hábito de leitura, aprendem a redigir e a interpretar o que leem e se enriquecem de léxico, competências estas de inquestionável importância para toda a vida: escolar, académica e profissional. No que concerne às obras para adultos, reconheço que os objectivos são menos ambiciosos. Ressalvo os livros de Direito e a Colectânea de Poetas Populares em que tive ensejo de dar a conhecer poetas simples, alguns até analfabetos, mas que nos dão um testemunho verdadeiro com a sua própria filosofia da vida, poetas que versejam com o coração e sentimentos e que, sendo do povo, vão ao encontro da alma do povo.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor o escritor Fernando Cardoso. Agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Fernando Cardoso - Eu é que agradeço a oportunidade de dar a conhecer, no país irmão, um pouco de mim e da escrita que, com muito amor, destinei, sobretudo aos pequenos leitores. A mensagem que ouso transmitir aos prezados leitores consiste num verdadeiro apelo: que considerem o LIVRO para uma criança uma oferta de eleição.

 

Fernando Cardoso

 

Divulga Escritor, unindo Você ao Mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com

 

Fonte: Divulga Escritor

Entrevista por Por Shirley M. Cavalcante

Entrevistas Literárias.

Fernando Cardoso

Com trinta e quatro obras publicadas o autor Fernando Cardoso se torna referência Internacional para adultos e crianças     Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Escritor e pedagogo, Fernando Cardoso nasceu no norte de Portugal, mais concretamente na cidade do Porto, mas aos quatro...

Escritora Paula Laranjo

Alimentando a alma através de "Reflexos" e "Essência da Alma" com a autora Paula Laranjo Sou natural de Leça da Palmeira.  Licenciei-me em Engenharia Agronómica, pela Universidade do Algarve. Possuo Pós – Graduação em Sistemas HACCP, pelo Instituto Egas Moniz.  Exerço a minha...

Maria Adelina Nunes da Fonseca Velho da Palma

Adelina Velho apresenta sete contos, sete relatos, sete epílogos, um livro   Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Maria Adelina Nunes da Fonseca Velho da Palma nasceu em 1954, em Lisboa, e é do signo de Aquário. É licenciada em Matemática pela Faculdade de Ciências da Universidade de...

Filipa Leandro

Surfista profissional Filipa Leandro destaca a prática do surf em seus enredos   por Shirley M. Cavalcante (SMC) Filipa Leandro, 45 anos, é mãe de três filhos que lhe dão alegria imensa:  Joey, 17 anos, adora andar de skatee pegar umas ondas; Francisca Veselko (Kika), 14 anos, está...

Fabio A. Gabriel

Possíveis caminhos na formação de professores - articulando reflexões, práticas e saberes   Por Shirley M. Cavalcante (SMC)   Nascido em Quatiguá (PR)e residente em Joaquim Távora no mesmo estado, Fabio A. Gabriel é formado em filosofia, teologia e pedagogia; é especialista em ética e...

Luciana Leopoldino

Luciana Leopoldino apresenta 'Um Diálogo com Deus'   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Luciana Terezinha Leopoldino de Oliveira dos Santos nasceu em Nova Cantu (PR), mas atualmente reside em Arapongas, no mesmo Estado. Luciana é casada e mãe de dois filhos. Formada em Letras pela Unicesumar,...

Wagner Torres de Araujo

Realidade ficcional é destaque em 'Memórias Dispersas'   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Wagner Torres de Araujo, carioca da Zona Norte, não adaptado à formação de técnico de nível médio e ao trabalho em indústrias. Na verdade, sempre ansiou pelo conhecimento e cultura mais amplos. Por isso...

José Carlos Barbosa

Sabedoria e conhecimento andam juntos em 'Nego Véio' Por Shirley M. Cavalcante(SMC) José Carlos Barbosa nasceu em 2 de setembro de 1948 em Serra Azul (SP), na Fazenda Belo Horizonte. Radicou em Ribeirão Preto desde 1955, terra que o adotou como se fosse sua terra natal. Sempre estudou em escolas...

José Alves Vieira

Entre a Religião e a Ciencia é o novo lançamento do autor José Alves Vieira   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) José Alves Vieira nasceu em 8 de abril de 1956, filho de Jerônimo José Cabral e Agostinha Martins Cabral, ambos já falecidos; foi trabalhador rural e professor de ensino fundamental....

Isaías Oliveira

Enredo revela uma Amazônia desconhecida por muitos   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Isaías Oliveira, 64 anos, é jornalista com 41 anos de profissão (1976-2017), nascido em Manaus (AM), tendo exercido durante 30 anos atividades de assessoria de imprensa e cargos públicos. Durante os anos...

Gisele Lemos.

Escritora e Poetisa Carioca, Gisele Lemos, uma trajetória de sucesso. Entrevista dia 8 de agosto de 2016            Nascida do Rio de Janeiro, Gisele Lemos, foi registrada no Engenho da Lagoa Rodrigo de Freitas e Gávea, na Zona Sul, Assim como Cecília...

Jurista Hioman Imperiano de Souza

Juizado Especial apresentado pelo jurista Hioman Imperiano de Souza   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Hioman Imperiano de Souza é mestrando em Direito Constitucional, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN); especialista em Prática Judicante, pela Universidade Estadual da...

Felipe Versati

'As sete cores do Arco-iris' um livro envolvente que vem marcando histórias Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Felipe Versati, paulistano, há mais de oito anos atua com marketing e gestão de marcas. Versati sempre gostou de escrever, e na faculdade pretendia ser redator publicitário, mas seu interesse...

Lau Siqueira

Em João Pessoa 'A memória é uma espécie de cravo ferrando a estranheza das coisas' Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Lau Siqueira nasceu em Jaguarão (RS), mas atualmente reside na Paraíba. Siqueira publicou 7 livros, quais sejam: “O Comício das Veias”, Editora Ideia, 1993; “O Guardador de Sorrisos”,...

Fabio A. Gabriel

Diálogos contemporaneos entre Filosofia e Educação   Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Nascido em Quatiguá (PR)e residente em Joaquim Távora no mesmo estado, Fabio A. Gabriel é formado em filosofia, teologia e pedagogia; é especialista em ética e mestre em educação. Trabalha como professor de...

Iara Ladvig Budelon

Romance histórico 'La Casa Amarilla' busca interação crítica do leitor Por Shirley M. Cavalcante (SMC) Iara Ladvig Budelon nasceu em 1965 em Porto Alegre (RS). Aos 16 anos escreveu o primeiro romance “Areias Escaldantes”, não publicado. Na escola de Ensino Fundamental Visconde de Pelotas participou...

Vanessa Cruz de Araújo

Em 'As Seis Terras Sagradas- A Saga de Hadizat' da autora Vanessa Cruz de Araújo 'Naish é Revelada' Por Shirley M. Cavalcante (SMC)         Vanessa Cruz de Araújo nasceu no Recife (PE) em 1981. Aos doze anos de idade apreciava criar e contar histórias para as amigas,...

MADHU MARETIORE

    Nasci poeta e vou morrer de amor pelos sargaços tristes.       Dizem que sou de Bom Jesus do Itabapoana, Estado do Rio. Eu digo que vivo em Estado de Graça. Dizem que trabalhei por uma eternidade no Banco do Brasil. Eu digo que atualmente adoro um banco de...

Margot Weide

Autora brasileira morando há vinte e cinco anos na Alemanha é destaque na literatura contemporânea Nasci em São Paulo; morei e conheci quase todos os Estados brasileiros. Cursei a escola Técnica de Química Têxtil e me formei pela Universidade Santa Úrsula no Rio de Janeiro, trabalhando durante anos...
1 | 2 | 3 | 4 >>

Escritores Convidados.

Isa Ma da Silva

        Maria Aparecida da Silva, nascida em Barra Mansa, RJ, no dia 21-08-51, empresária de moda e beleza, aposentada!         Estudou no Grupo escolar Henrique Zamith e Barão de Aiuruoca, divorciada, três filhos e três netos.  ...

Poeta Marcos Horto

        A Fan Page do Poeta Marcos Horto é um sucesso de visualizações, com mais de 14.000 curtidas, seu trabalho encanta com seus banners e poemas, que encantam os olhos e o coração.         O Poeta também tem seus trabalhos divulgados no...

Mariano Valverde Ruiz

        Los versos acortan distancias, continén y conocimientos, nos muestra la cultura de otros idiomas, simplemente belissiomo el trabajo de este poeta que acabo de conocer sus textos y biografía.         Enhorabuena al poeta Mariano...

Altieres Rocha

        Meu amigo Altieres, me curvo em referência aos seus versos, a coragem de expor para ajudar o próximo, a sabedoria lírica dos versos, o mostrar da paixão desnuda de uma alma pura, a superação em pessoa e versos.         Parabéns...

Isaías Medina López

        Hoje a literatura não tem mais fronteiras, idiomas e separação de gêneros.         Território é a representação dos limites geográficos de nações, porém o talento literário rompe estas barreiras e nos presenteiam com amizades de...

Kátia Storch Moutinho

        Mineira de Teófilo Otoni-MG, radicada em Vitória - ES desde 1981; neste tempo, um hiato, onde foi cursar Design Gráfico na UEMG, em Belo Horizonte.         Empreendedora por natureza e acima de tudo, alguém que ama...

Gravatá Dea G. Coirolo Antunes

        Nasci no Uruguai, fiquei lá até meus 38 anos. Em 1984 vim para o Brasil como correspondente extrangeira do Jornal El Telegráfo de Paysandu Uruguay. Viajei por outros continentes. Sou prof. de Biologia. Curto poetas como Lorca, Neruda, Miguel, Hernandes; Manuel...

Suely Ribella

  Advogada, Escritora, Poeta Acadêmica Imortal, Membro Nacional Vitalício da Academia de Letras do Brasil-ALB; Membro da Associação Internacional de Poetas; Membro do Movimiento Poetas Del Mundo;   SONHADORES   E nos perdemos  em nossas vidas,  por onde andamos...  E...

Daniel Denani

        Daniel Denani (1987) nasceu e cresceu na cidade de São Paulo, no distrito de Pirituba, zona norte. Iniciou sua carreira como escritor aos 14 anos de idade, quando participou mais com estudos na área poética do que obras e trabalhos propriamente ditos, e foi...

Anuragi Mauricio Antonio Veloso Duarte

    O coração do mundo Doces rusgas de namorados, destinos destilados em aguardentes, cadáveres de generais apodrecendo, turbas de pedintes, claves de sol no ar, quebras de mar na praia à noite, levas de ouriços,  um não sei quê de...

José Alberto Sá.

        Existem aqueles escritores que caminham e lutam para conquistar seu lugar ao sol, mas também existem os mestres, pessoas iluminadas pelo dom divino da expressão, pela força das palavras e pelo carisma, que constroem seu nome sobre a dádiva  de...

Roberto Mello

        Sempre procuramos aquilo que nos dá felicidade na vida, um bom emprego, dinheiro, carros, posição social entre vários outros objetivos! A vida é assim mesmo...         Porém vou dizer a verdade que mais parece uma utopia, ou, uma...
Itens: 1 - 12 de 58
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>