Everaldo Lisboa.

Everaldo Lisboa.

Dormindo com a lua.

Em meus guardados que trago na memória consigo vislumbrar tão longe além mar alguém que conheci. Fez de mim um ser tão inspirado
Mas hoje ficaram nas lembranças do meu passado
Aprendi a dormir ao relento, tenho a lua por companheira, porém em meus devaneios ainda te vejo, te amo, sinto falta do seu beijo
Esqueci apenas do meu verso que partiu sem dar aviso algum
Meu travesseiro é a relva que o sereno na madrugada vem com delicadeza beijar
A alma poética sempre será livre como um beija-flor em voo livre no ar, buscando a flor mais perfumada para com delicadeza beijar
E sua musa sempre será a lua amante que tudo aceita sem contestar
Até que o vento leve a alma do poeta para morar nas esferas celestiais
E nunca mais deixe de compor sobre o amor sublimado que transcende o sentimento de todos os mortais, ser infeliz nunca mais

@Everaldo Lisboa @Poetisando@On-line.Com Direitos Preservados.

Desejo 

Desejo noturno onde de te amar me perco
As vezes me alimento da sua ausência
Outras vezes do sonho que não quer partir de mim trazendo flasches do seu sorriso imaginário que eu tenho gravado na minha retina
Mulher com traços de menina por onde anda a loucura que sei existir no mais intrínseco do seu ser?Preciso sorver o seu néctar do amor adormecido, mas que sei despertar com carícias que te fariam sair deste estado metamórfico em que te encontras momentaneamente
Sei que teu desejo busca o meu desejo loucamente mesmo que apenas nos nossos devaneios haveremos de nos entregar sem medo de amar !

 @Everaldo Lisboa @Poetisando@On-line.Com Direitos Preservados

As minhas asas

Oh anjo inquieto e sonhador, faltam-me palavras
Pois sei que de sobra tens tanto amor
És anjo despido de ti, veste-te das minhas asas
Agora uma chuva fria cai lá fora
Aqui dentro é silêncio sem fim
Te quero de volta pra mim
Meu coração trago congelado
Relembrando o amor do passado
Felicidade é bastante relativa neste momento …
Nem sei quem sou
Flutuo no meu universo particular sempre querendo amor te encontrar

 

@Everaldo Lisboa @Poetisando@On-line.Com Direitos Preservados

 Anoiteceu é outono .


Comemorei a primeira noite
desta estação poética, onde
a inspiração parece jorrar … O
amor está solto no ar.
Te vejo admirando a noite
e fico eu a admira-la , como
pode ser assim tão linda vista
a olho nu .

Indício de muita poesia
muita quietude, bastante
saudade e uma busca que
não cessa jamais.
Vou te buscar nesta estação
com desejo de te encontrar
sei que também te inspiras
então na madrugada estaremos
nós dois a nós encontrar no
infinito e juntos seremos um
só coração fazendo amor poesia
arriscando compor melodia.

 

Everaldo Lisboa
@Poetisando#On-line.com
Direitos Preservados.

 

 

Fonte: Momento Agridoce.

Link:www.entreresenhas.com.br/author/everaldo-lisboa/

Todos os direitos são reservados ao autor, conforme artigo (lei 9.610/98)

Poetas e Escriores da Lusofonia

Poetas e Escritores da Lusofonia

    Nossa língua e suas vertentes, a origem de uma nação, a cultura passada por gerações.         Com esta visão, e em especial ao carinho e respeito que tenho com meus amigos escritores e poetas espalhados no mundo, que falam nossa língua mãe, e que...

Everaldo Lisboa.

Dormindo com a lua. Em meus guardados que trago na memória consigo vislumbrar tão longe além mar alguém que conheci. Fez de mim um ser tão inspirado Mas hoje ficaram nas lembranças do meu passado Aprendi a dormir ao relento, tenho a lua por companheira, porém em meus devaneios ainda te vejo,...

Alberto Rodrigues da Fonseca

  Alberto da Fonseca Nome Completo: Alberto Rodrigues da Fonseca  Localidade: Natural de Sacavém, residente em Les Vans sul da Ardéche França   O ESPELHO. JULGAR SEM ÓCULOS. Olhei para o meu espelho E vi um homem que me parecia velho. Coloquei os meus óculos, Meu Deus... mas sou...

Luís R Santos

Luis R. Santos (Aquazulis): Aquazulis em 27/06/2016    Luis (Aquazulis) nasceu no Estoril e faleceu aos 57 em Cascais. O amor dele pelo Alentejo é por ser a terra natal de sua mãe, para quem dedicou seus últimos dias. Colaborou com o site Luso Poemas com sua escrita, inspirando...

Alfredo Costa Pereira.

M.Sc. Engenheiro Mecânico (U.P.) Membro sénior da Ordem dos Engenheiros Cédula profissional da Ordem dos Engenheiros Nº 10199 Perito do ONDR (Observatório Nacional das Doenças Respiratórias) Pós Graduado pelo von Karman Institute for Fluid Dynamics – (Bruxelas) Investigador reconhecido pela FCT –...
1 | 2 | 3 | 4 >>