Estância Hidromineral de Caxambu.

Estância Hidromineral de Caxambu.

 

Caxambu, terra dos sonhos.

 

        Caxambu é a maior estância hidromineral do país, não em volume de produção, mas em quantidade de fontes de águas minerais com teor diferentes de suas propriedades, estando todas localizadas no mesmo perímetro.

 

        “A cidade concentra o maior complexo hidromineral do mundo, com 12 fontes de água mineral que possuem propriedades de alto poder diurético e desintoxicante, com características químicas diferentes umas das outras, fluindo ininterruptamente da montanha. O Parque das Águas é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico.” 
(Fonte Wikipédia e site da prefeitura de Caxambu).

 

        Dizem os antigos e os historiadores locais da cidade, que Caxambu está em cima de um extinto vulcão adormecido a milhares de anos, e esta possibilidade tem seus princípios que nos levam a acreditar, pois esta hipótese justificaria o número de fontes minerais no local.

        Cidade está situada no sul do Estado das Minas Gerais, com aproximadamente vinte dois mil habitantes, tem uma forte rede hoteleira que traz conforto aos turistas do país inteiro.

        A cidade é pioneira na conservação da natureza, em 2001 a companhia de saneamento do estado implantou uma das estações de tratamento de esgoto que é modelo pela sua eficiência, que trata cem por cento do esgoto coletado. Demonstrando assim o respeito à natureza, ao turista e à população caxambuense.

        A cidade ainda traz os hábitos de cidade interiorana, onde ainda podemos andar pelas ruas sem nos preocuparmos com a segurança, graças à atuação permanente da Policia Militar do Estado, que possui profissionais que honram suas fardas.

        Um povo hospitaleiro, educado e amigo, que acolhe o turista como se fosse seu próprio parente.

        A cidade possui um clima de montanhas agradável, um oásis para quem procura sossego e tranquilidade.

        Mas este sossego só se quebra na época de carnaval, que traz a fama de ser um dos melhores carnavais da região.

        Como uma cidade eclética, nesta época a cidade abre os braços à alegria, e os turistas e jovens ainda brincam no embalo das marchinhas de carnavais, ou em trios elétricos e bandas que alegram os foliões.

        Para a fé, ela possui templos e doutrinas que acolhem seus romeiros independentemente de suas doutrinas.

        Ainda é agraciada com localização privilegiada.

        A cinco minutos de Caxambu temos Baependi, terra de Nhá Chica, cidade que possui uma ampla assistência hospitalar, considero um dos melhores hospitais da região, até a presente data 2014, além de a cidade ser contemplada com várias cachoeiras naturais propícias para banho e turismo ecológico.

        Caxambu fica a menos de trinta minutos de São Lourenço, outra cidade hidromineral, além da proximidade com Cruzília o Berço do Cavalo Manga Larga Marchador.

        E para os esotéricos, um pouco mais distante encontramos São Tomé das Letras.

        Caxambu é cortado pelas rodovias BR 267 e a BR 354.

        Tudo perto de você para seu conforto e descanso.

        Conheçam mais sobre a estância hidromineral da cidade e suas fontes.

 

 

Águas minerais de Caxambu.

Fonte de pesquisa e fotos: www.descubracaxambu.com.br/parquedasaguas/

 

 

Fonte Beleza

        A Fonte Beleza era conhecida anteriormente como Fonte lntermitente. Foi perfurada pelo Dr. Viotti em 1866. Como as fontes Duque de Saxe e Dona Leopoldina, seu estilo obedeceu ao empregado na época para as fontes francesas e o projeto de 1913 é de origem belga. Trata-se de um pequeno prédio, possuindo teto acupulado pintado, erguido por finas pilastras de ferro. O acesso à fonte, que tem a sua volta azulejos decorado, se dá por uma escada que possui nove degraus e corrimão de ferro.

 

 

Fonte D. Isabel / Conde D’Eu

        Em 1910 as duas fontes, Fonte D. Isabel e Conde D’Eu, ambas férreas passaram a dividir o mesmo pavilhão. O projeto para construção do quiosque foi elaborado no Rio de Janeiro pelo arquiteto A. Telles em 1917. Uma cópia da proposta original  está  nos arquivos do IEPHA/MG. Em estilo neoclássico reproduzindo um típico “templo”, o pavilhão é todo aberto. O prédio possui teto acupulado, sustentado por pilastras. Dois pares de colunas demarcam o acesso frontal à escada de mármore. O piso é de azulejos decorados e antigos.

        Uma história bastante interessante envolve a Princesa Isabel que em 1868, junto com seu marido, o Conde d’Eu, foram atraídos para a cidade de Caxambu no Sul de Minas pela enorme fama de suas águas minerais curativas. A Princesa Isabel queria ser curada de sua infertilidade. Como algumas das Fontes de Água Mineral são ricas em ferro, a princesa então curou sua anemia, conseguindo engravidar presenteou a cidade com a Igreja de Santa Isabel.

 

 

Fonte D. Leopoldina

        A Fonte Dona Leopoldina foi captada em 1850. O projeto arquitetônico original é datado de 1912 com carimbo de “Societé Anonyme des Aciéries D’Angleur” “Tilleur – Belgique” e está arquivado no IEPHA. O prédio em que se encontra a fonte possui cúpula erguida por pilastras. Tanto o teto quanto as pilastras são decorados com pinturas. Arcos de ferro ligam as pilastras ao centro. Por ser todo aberto, tem-se acesso ao seu interior por qualquer um dos seis lados, descendo-se sete degraus.  A Fonte Dona Leopoldina está protegida por uma grade de ferro. O chão é de cerâmica antiga e em estilo greco-romano.          Padrões decorativos pintados ocorrem na parte inferior da cobertura do pavilhão, podem-se notar frisos ornamentais, e de arabescos de folhas e flores estilizadas e entrelaçadas em ferro.

 

Fonte Dom Pedro

        É a fonte mais antiga e simbólica do Parque das Águas, possui interessante construção em estilo greco-romano sendo  um dos cartões postais da cidade de Caxambu. A captação ocorreu em meados do séc. XIX, e o pavilhão atual, de inspiração neoclássica, foram construídos no início dos anos 60. O prédio em que ela se encontra possui cúpula apoiada por pilastras grossas, não tendo paredes. Em seu interior, encontra-se uma réplica da coroa que pertenceu a Dom Pedro.

        A Fonte Dom Pedro em Caxambu MG está em uma pilastra de mármore encimada pela Coroa Imperial. A água sai de uma torneira de aço inox. O acesso à fonte se dá por escada. A fonte D. Pedro II é atualmente considerada a mais importante pelo engarrafamento de sua água. De teor radioativo e carbônica e altamente gasoso, é indicada como água de mesa por sua natureza digestiva.

 

 

Gêiser Floriano de Lemos

        Um  gêiser é uma nascente termal que entra em erupção periodicamente, lançando uma coluna de água quente e vapor para o ar. A formação de gêiseres requer uma hidrogeologia favorável, o que só existe apenas em poucos locais na Terra. São fenômenos razoavelmente raros.

        O Gêiser de Caxambu não “explode” somente pela temperatura mas também pelo efeito do gás. A fonte, ainda não captada, jorra água mineral sulfurosa em intervalos indefinidos. A pressão do gás é tão alta que a fonte “explode” pelo menos três vezes ao dia, formando uma coluna de água mineral.

        Com alcance que pode atingir até 8m de altura (agora melhor distribuído para banhos através de uma construção cônica) e temperatura média de 27º C, o Gêiser de Caxambu é um fenômeno e constitui como uma das principais atrações do Parque das Águas.

Existem cerca de mil em todo o mundo e metade destes encontra-se no Parque Nacional de Yellowstone nos Estados Unidos. O Brasil possui um Gêiser e está em Caxambu! Uma raridade que atrai turistas do mundo todo!

 

        Convido meus amigos e leitores a conhecerem mais sobre as outras fontes hidrominerais acessando o link de nossa fonte de pesquisa sobre as águas minerais de Caxambu: www.descubracaxambu.com.br/parquedasaguas/

Conheçam Caxambu e sejam todos bem vindos.

O País e o Mundo.

Conheçam Caxambu MG.

POPULAÇÃO:22.208 Habitantes (2017)  GENTÍLICO : Caxambuense  LOCALIZAÇÃO: Sul de Minas  MICRORREGIÃO ; São Lourenço  PADROEIRA : Nossa Sra dos Remédios  FOTOGRAFIAS ; Com Créditos nas mesmas   Caxambu – MG é o paraíso entre as montanhas de Minas Gerais, é uma cidade...

O PROJETO MEMÓRIA DA MULHER NEGRA LONDRINENSE

    Em sua fase finall, o projeto cultural Memória da mulher negra londrinense realizou uma pesquisa sobre 40 mulheres negras de Londrina que foram importantes para o desenvolvimento social, cultural e comunitário nas 4 regiões da cidade e nos distritos através de perfil biográfico...

O Hospital de Caxambu acaba de receber a FILANTROPIA

     Estamos em FESTA! O Hospital de Caxambu acaba de receber a FILANTROPIA por intermédio da ACAPS!        O Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social na Área de Saúde (CEBAS) é concedido pelo Ministério da Saúde a pessoas jurídicas de...

EMBAIXADORES DA PAZ ENTRE AS NAÇÕES

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DOS DEFENSORES DOS DIREITOS HUMANOS - OMDDH Signatária do Pacto Global da ONU sob o Registro n° 93551 EMBAIXADORES DA PAZ ENTRE AS NAÇÕES Projeto da OMDDH registado e credenciado no Pacto Global da ONU. VISÃO Nomear Embaixadores da Paz OMDDH para trabalho voluntário em todas...

Gaiopar

    Há algum tempo descobri a paz no cantar dos pássaros, em especial na alegria do canto dos Canários Belgas e suas plumagens.         Não queria ter um animal preso numa gaiola sem dar-lhe o máximo de conforto que o animal pudesse ter.  ...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>