Dueto da Amizade.

Dueto da Amizade.

foto pixabay dominio publico

 

 Poesia é amor e paixão

 são versos em expressão.

 Versos que traduzem um sentimento sem razão,

 que acalenta a alma e o coração.

 Que fazem qualquer pessoa explodir em emoção,

 sentir felicidade, tristeza e paixão,

 sentir o medo que apavora o coração.

 

 Poemas nos tira da solidão.

 Poemas são chamas ardentes

 que incendeiam a gente.

 Arde como o fogo e alucina nossa mente,

 nos fazendo loucos e alucinados de repente,

 nos trazendo saudades de pessoas ausentes.

 

 Faz-nos sorrir quando encontramos quem amamos,

 e chorar ao lembrar as que perdemos.

 Acende a dor em pensar que nunca mais as veremos,

 mas as lembranças serão ternas dos momentos em que vivemos.

 

 Poemas são eternos para todos os nossos momentos,    

 e para todos os sentimentos.

Com os versos e poemas zelaremos nossa amizade.

 

Nos versos dos poemas marcaremos nosso tempo.

neles gritaremos ao mundo o amor e a felicidade,

em suas linhas levaremos ao mundo nossos sonhos e realidades.

 

 Em poemas acalmaremos as almas tristes,

 levaremos a paz ao mundo em guerra.

 Transformaremos o mundo em palavras de amor,

 e semearemos a utopia da alegria por toda terra.

 Que a alegria encha todos os corações de fantasia,

 e leve o sorriso aos povos em agonia.

 Que jamais alguém sofra pela dor e nem de amor,

 mas que sinta o afago de Deus e o abraço de um poeta escritor.

 

 

        O dueto foi um convite que recebi da poetisa Luzimar Perireira Ribeiro, na qual cada verso teria a minha resposta imediata, no final do desafio além da amizade e respeito, eis que nasceu o poema acima.

 

 

 

Luzimar Perireira Ribeiro o verso está em negrito.

Minhas respostas nos versos com formato normal.

 

 
Número de páginas: 101 

Edição: 1(2016) 

Formato: Pocket 105x148 

Coloração: Preto e branco 

Acabamento: Brochura s/ orelha 

Tipo de papel: Offset 75g

 

 

 

 

 

 

 

 

www.clubedeautores.com.br/book/206358--Sonhos?topic=mensagens#.VwWSpPkrLIU

 

 

 Todos direitos estão reservados ao site e aos autores conforme artigo (Lei 9610/98).
 

Meus Poemas.

Valores.

Meu peito arde. Arde pela vida confusa, pelos amores conturbados, pelos valores trocados.   Meu peito arde. Pela desilusão, pela falsa paixão. Ou quem sabe? Arde pela minha própria agonia, ao ver o mundo se perdendo, e tudo se corrompendo.   Valores hoje são trocados, o que um dia foi...

O que é o amor?

foto pixabay dominio publico       Dizem que amar é sentir o palpitar galopante do coração do parceiro na hora do apogeu. O apogeu do clímax da paixão. Com os corpos suados, lábios molhados, as pernas bambas, e a respiração descompassada, e nossa alma descansada.   Mas ao...

Homenagem as Mulheres.

foto pixabay dominio publico     Homenagem as Mulheres.   Mãe, amiga, esposa e companheira, uma verdadeira GUERREIRA, leal, carinhosa e parceira. Hoje trago esta singela homenagem, em nome de todos homens. Reverenciamos as mulheres de todas as idades, e oremos a Deus por interseção...

Deus Pai.

    Sou a vida, sou a morte, sou a tua sorte.   Sou o destino que te abençoa, o amor que te acalenta, a consciência que te amordaça, vê se me entenda.   Sou a culpa que te atormenta, que te acusa do pecado, mas te salva do inesperado, receba este meu recado.   Estou sempre...

Aleijadinho.

foto pixabay dominio publico   Aleijadinho.   A- Antônio Firmino Lisboa, n- narro agora a sua história de vida, t - talento nato de Vila Rica, o- orgulho do movimento barroco, n- nasceu com sangue mestiço, i- intitulado mulato escravo, o- obteve sua alforria ainda menino.   F- Foi um...
<< 3 | 4 | 5 | 6 | 7 >>