Daniel Denani

    Daniel Denani

        Daniel Denani (1987) nasceu e cresceu na cidade de São Paulo, no distrito de Pirituba, zona norte. Iniciou sua carreira como escritor aos 14 anos de idade, quando participou mais com estudos na área poética do que obras e trabalhos propriamente ditos, e foi somente aos 27 anos, no ano de 2014, que publicou seu primeiro livro poético As Poderosas Chuvas de Inverno, sendo convocado, graças às suas obras, para frequentar academias de letras como a ALB, ALAF e ALUBRA, e ganhando diversos prêmios.

 

Biografia de     Daniel Denani 

 

              Maria

 

Maria, Maria, singela Maria
Que faz de trabalho de noite e de dia
Maria, Maria, um sonho de luz
Que faz e acontece, que guia e conduz

 

Senhora Maria de porte singelo
De valsa cantada sem lá muito esmero
Correndo no tempo que eu já não espero
De roupa rasgada, avental e chinelo

 

Senhora Maria o teu nome é uma flor
Que nasce na terra e que morre no ar
Floresce no vento e se acaba no bar
Mas volta a nascer antes do sol se pôr

 

Maria, Maria, singela Maria
Que faz de trabalho de noite e de dia
Maria, Maria, um sonho de luz
Que faz e acontece, que guia e conduz.

 

Senhora Maria, tão simples Maria
Teu nome e tão forte, tão pura cantiga
Tua face tão velha que o tempo castiga
Se faz ser tão jovem, se faz ser Maria

 

Senhora Maria de mão calejada
Lhe devo meu dia e também meu futuro
Pois é o teu trabalho pesado e tão duro
E sem a tua mão não teria mais nada

 

Maria, Maria, singela Maria
Que faz de trabalho de noite e de dia
Maria, Maria, um sonho de luz
Que faz e acontece, que guia e conduz.

 

– Denani, Daniel –

 

As Crônicas De Maria, Excerto 1

Maria olhou através de sua janela, admirando-se ao contemplar uma rua repleta de movimento além da tristeza esculpida em seu próprio rosto. Tratava-se de um mar de pessoas que iam e vinham, crianças que brincavam, cães que corriam, pássaros que plainavam sobre um mundo de movimento.

Um leve sorriso brotou então em sua face, obrigando-a a desviar o olhar de volta para o seu mundo, pois a ela não competia aquelas tantas qualidades que vislumbrava.

Acontece que as pernas da pequena Maria não a permitiam uma locomoção tão eficiente quanto a de outras pessoas, então o mundo do lado de fora de sua casa se tornou perigoso demais para ela, cujos pais não viram alternativa se não garantir, para o bem de sua saúde, que ela se mantivesse sempre sob a segurança de seu lar.

Isto posto, Maria buscava nunca passar muito tempo admirando o mundo exterior, uma vez que a contemplação acabava lhe trazendo um sentimento de saudade sobre algo que jamais poderia provar.

No dia em questão, um sábado dentro de um final de semana de sol, contudo, Maria se atreveu não apenas a olhar pela janela, sucumbindo às tantas maravilhas do cotidiano, mas então a abri-la.

A brisa foi a primeira a passar pela janela agora aberta, acariciando suavemente os cabelos da menina enquanto a cobria com um delicioso perfume de jasmim.

O segundo a passar pela janela foi um vivaz bem-te-vi. A criaturinha passou veloz por Maria e pousou sobre uma pequena mesa de canto, onde também repousava uma caixa de remédios essenciais. Sem aviso algum a ave tomou a caixa com seu bico e levantou voo, saindo pela mesma janela por onde entrou.

Neste momento Maria estava sozinha em sua casa, e dentro de poucos minutos ela precisaria tomar um daqueles comprimidos que foram levados, pois eram eles que mantinham o bom funcionamento de seu coração.

Qual dilema a pequena garota enfrentava; por um lado não era nem um pouco segura deixar o seu lar, por outro lado também não seria seguro ficar sem o remédio.

Eis que, então, um canto característico chamou a atenção da menina, era o bem-te-vi que a encarava e cantava desde uma árvore do outro lado da rua, como se a desafiasse a ir buscar o que ele havia roubado.

Sem muito tempo para pensar Maria levou a sua cadeira de rodas até a entrada de sua casa, destrancou e abriu a porta, levantou-se de sua cadeira, uma vez que ela não desceria por todos os degraus até a calçada, e começou a caminhar do jeito que conseguiu, rumo àquela mesma árvore onde o bem-te-vi a esperava.

(…)

– Denani, Daniel –

 

 

        Convido a todos a conhecerem mais as obras do Escritor Daniel Denani, através de seu site “Anhumpice” para saborear seus textos e poemas.

 

Todos os direitos são reservados ao autor, conforme lei (9.610/98).

 

Escritores Convidados.

Elisa Flor.

        A alegria sublime do convite, a maturidade das letras nos poemas, o poema lúdico em seus versos. Como um presente trago pela vida, conheci os textos desta poetisa, que por meio desta nossa confraria, a cada dia mais nos enriquece culturalmente, e nos...

Denia Dutra.

        Tenho o maior carinho em apresentar a Escritora Denia Dutra, autora do romance “Sob Julgamento”, nos presenteia com seu novo livro “Vestígio”, em pré-lançamento.           Conheçam o que nos espera em Vestígios através da...

Sandro Ernesto ( Sandro Panografia).

        Tamanha cultura, tamanha expressão em seus textos, um trabalho que me deixou alegre em conhecer, pois com a humildade dos grandes escritores, este amigo literário sempre acompanhou minhas publicações, mas na contramão de nossos tempos, eu ainda não...

Cuentos de terror y profecias por Alejandra Sanders.

          La vida es demasiado divertido, a veces se predica en partes imaginables.         Lo digo con conocimiento, por lo que podía imaginar un día, un estudiante promedio, que dirigía el campo del lenguaje...

Érica Gerni

            Em alguns momentos de nossas vidas, deparamo-nos em momentos que só acreditávamos serem possíveis de acontecer em fábulas infantis, momentos alegres ou tristes, porém uma vida de...

À Flor da Pele de Simone à Poesia.

        Como o nascer de um bulbo de uma planta que se abre e exala seu aroma na maturidade da flor; hoje nos brinda com sua página e seus trabalhos, a poetisa Simone Medeiros e a sua Fan Page, À Flor da Pele de Simone à Poesia.     " À Flor da Pele de Simone...

Casa Da Poesia Do Leandro.

        Convido meus amigos leitores a passearem pelos poemas deste grande poeta, o xará Leandro Amador, de Avanca, Aveiro, Portugal.           Conheçam Leandro Amador de acordo com suas próprias...

Maria de Los Angele Aprea.

            O mundo literário é incrível e surpreendente, pois em um passeio pelos trabalhos de meus amigos poetas e escritores deparei-me com “posts” e poemas da poetisa Maria de Los Angele Aprea, logo imaginei que seria um trabalho em...

Patrícia Dantas

Patrícia Dantas – Graduada em História pela UFPB. Pós-graduada em Turismo de Base Local (UFPB) e Pós-graduanda em Marketing (Verbo Educacional). Possui o Blog Patrícia Dantas e o espaço no Recanto das Letras atualizados semanalmente. Blog: patriciadantas01.blogspot.com.br/. Participou de três...

Leandro Dupré Cardoso

    Tenho um carinho enorme em apresentar um jovem escritor muito promissor, sua obra instiga a gente a ler a próxima página e a outra em seguida, logo o livro inteiro será degustado em pouco tempo, o livro conta a estória de um surfista magnata, uma velha reclusa e um vagabundo de...
<< 2 | 3 | 4 | 5 | 6 >>