Clementina Rosa de Matos

Clementina Rosa de Matos

Clementina Rosa de Matos passou a sua infância e adolescência em Guimarães. 

Estudou em Braga e no Porto. O sonho de conhecer Paris levou-a a viver e a estudar nessa cidade, de onde regressou com diplomas da Alliance Française e da Sorbonne, facto que lhe permitiu lecionar em Portugal.

Mudando-se para a Póvoa nos anos oitenta, suspendeu a docência por um ano, a fim de preparar o seu ingresso na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. 

Prosseguiu os estudos universitários em paralelo com o ensino em diversas localidades (Esposende, Mindelo, Rates, Póvoa, Vila do Conde...) 

Adquiriu a sua Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas, nas variantes de Português e de Francês.

Após a citada Licenciatura em Línguas e Literaturas, profissionalizou-se para a docência no ensino secundário.

Exerce, atualmente, as funções de bibliotecária, sendo responsável pela biblioteca da escola E. P. I. D. H. , (no Porto) a cujo quadro pertence, desde 2009.

 

“São poemas diversos,que celebram a vida, desmistificando o conceito de que só a juventude detém beleza. A beleza dos velhos é também uma realidade aqui abordada, embora de uma diferente perspetiva.”



Fonte: https://www.divulgaescritor.com/products/clementina-matos-entrevistada/

Poetas e Escriores da Lusofonia

Albertina Correia

        Albertina Martins Correia, nascida em 23/02/1963 em Barcelos, residente desde quase sempre em Vila do Conde.     Dois filhos, à 22 anos empresaria na área tecnológica, estudante sempre, de psicologia, apenas para conhecimento e reconhecimentos...

Adnilo Lotus de Carmim

    Adnilo Lotus de Carmim é natural de Santa Cruz do Bispo. Passou parte da vida em França e vive na Maia. É licenciada pela Universidade do Porto em Línguas e Literaturas Modernas e Mestre em Linguística. Foi premiada diversas vezes pela Société des Poètes et Artistes de France, na...

Adelaide Batista

        Maria Adelaide Correia Monteiro Batista nasceu a 20 de Abril de 1949 na ilha de São Miguel (Açores). Frequentou o Liceu de Ponta Delgada e a New Bedford High School. Em 1972 licenciou-se em Português (Ensino Bilingue) na University of Massachusetts; em 1976...

Guerra Junqueiro

 por Elisabeta Mariotto     Abílio Manuel Guerra Junqueiro teve um papel extremamente importante no cenário cultural de Portugal. Foi classificado o "Victor Hugo português" devido à sua importância e foi considerado, por muitos, o maior poeta social português do século XIX. Recebeu...

Maria Fernanda Teles de Castro

    Maria Fernanda Teles de Castro de Quadros Ferro OSE (Lisboa, 8 de dezembro de 1900 – Lisboa, 19 de dezembro de1994) foi uma escritora portuguesa. Biografia     Fernanda de Castro, filha de João Filipe das Dores...

Agostinho da Silva

    George Agostinho Baptista da Silva (Porto, 13 de fevereiro de1906 — Lisboa, 3 de abril de 1994) foi um filósofo, poeta e ensaísta português. O seu pensamento combina elementos de panteísmo, milenarismo e ética...

Alfredo Costa Pereira.

M.Sc. Engenheiro Mecânico (U.P.) Membro sénior da Ordem dos Engenheiros Cédula profissional da Ordem dos Engenheiros Nº 10199 Perito do ONDR (Observatório Nacional das Doenças Respiratórias) Pós Graduado pelo von Karman Institute for Fluid Dynamics – (Bruxelas) Investigador reconhecido pela FCT –...

Luís R Santos

Luis R. Santos (Aquazulis): Aquazulis em 27/06/2016    Luis (Aquazulis) nasceu no Estoril e faleceu aos 57 em Cascais. O amor dele pelo Alentejo é por ser a terra natal de sua mãe, para quem dedicou seus últimos dias. Colaborou com o site Luso Poemas com sua escrita, inspirando...

Alberto Rodrigues da Fonseca

  Alberto da Fonseca Nome Completo: Alberto Rodrigues da Fonseca  Localidade: Natural de Sacavém, residente em Les Vans sul da Ardéche França   O ESPELHO. JULGAR SEM ÓCULOS. Olhei para o meu espelho E vi um homem que me parecia velho. Coloquei os meus óculos, Meu Deus... mas sou...

Everaldo Lisboa.

Dormindo com a lua. Em meus guardados que trago na memória consigo vislumbrar tão longe além mar alguém que conheci. Fez de mim um ser tão inspirado Mas hoje ficaram nas lembranças do meu passado Aprendi a dormir ao relento, tenho a lua por companheira, porém em meus devaneios ainda te vejo,...
<< 1 | 2 | 3 >>