Carta a Humanidade, por Leandro Campos Alves.

Carta a Humanidade, por Leandro Campos Alves.

Carta a Humanidade.

Algumas vezes apontamos as falhas dos outros.

Mas que falhas?

Se não conseguimos encontrar as nossas próprias.

 

Somos errantes sim!

Mas devemos aprender com nossos erros, e não lhes ocultar nas sombras dos outros.

A vida é mesmo engraçada.

Ou quem sabe irônica?

Não sentimos remorso nenhum e nem dor, ao tocarmos na ferida de um amigo.

Porém, escondemos as nossas feridas aos olhares da sociedade para que não sejas tocada.

 

Humanos!

Quem somos nós?

 

Juízes outrora Deuses, capazes de julgar e considerarmos perfeitos.

Humanos!...

Quem nós somos?

 

Quando sentimos ameaçados, esbravejamos, encantoamos em nossos medos.

Mas na contramão do amor.

Quando ameaçamos o próximo, crescemos na embacia da retidão.

Será que somos o espelho da justiça?

 

Humanos!

Como amamos?

 Se amar é apontar as falhas do próximo,

esquecemos que é o próximo que nos ama.

 

Humanos!...

Sois justos?...

São Deuses?...

Sois perfeitos?...

 

Humanos!...

Quem nós somos?

 

A dor que hoje tu levas ao amigo,

poderá ser a mesma dor que sentiras,

quando este mesmo amigo lhe der o conforto de seu amor.

 

Humanos!...

Quem nós somos?...                                    

 

  Leandro Campos Alves.

Antologia Nasce um Poeta.

2014.

 

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)
(Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)
Diversos, Autores
Nasce um poeta- “Coletânea de poemas e contos”/
Autores diversos. São Paulo-SP
Organização: Zulmar Pessoa de Lima Tamburu
Editora Vale dos Livros, 2014.
ISBN 978-85-64706-46-0
1. Ficção e contos brasileiros
2. Poesia brasileira
I. Título. Nasce um Poeta.

 


 

Obrigado aos meus amigos leitores pela visita, e fiquem com Deus.

 

 
Número de páginas: 103 

Edição: 1(2015) 

Formato: A5 148x210 

Coloração: Preto e branco 

Acabamento: Brochura c/ orelha 

Tipo de papel: Offset 90g
 

Meus Poemas.

Acróstico Maestro Caaraüra

M - Maestro Caaraüra A - a expressão da Literatura, E - epicentro da nossa cultura. S - Símbolo da clave, T - tocada com emoção, R - revela sua expressão, O - orquestrando sua posição.   C - Cativante e multi-instrumentista, A - atuante na cultura. A - Atinado com suas conquistas, R -...

Acróstico Isa Ma Silva

I - Insano somos, S - saudosas palavras poéticas, A - abrasivas na veia materna.   M - Mulher, mãe, amiga. A - A influência de belos poemas.   D - Do interior alçou voos distantes, A - abraçou sonhos e, encantou amigos.   S - Seus versos deleitam a alma, I - inspira a vida. L - Livre...

Reflexão

Resultado do 30º Concurso Internacional de Poesias, Contos e Crônicas ALPAS 21   Parabéns aos autores Classificados! Convidamos a publicares teu(s) texto(s) na Coletânea Paraty e ou na Diálogos. Enviamos convite e informações.   Lírico abraço,   Rozelia Scheifler...

Imagem de Maria.

A luz que irradia, no ventre materno. Anuncia em Maria, Seu Filho eterno.   Que seu manto de paz, abençoe as mulheres. Que a vida nos traz, na euforia das dores.   Dores de parto, dores de amor. Dores sem Fardo, dores sem dor.   O verdadeiro ato, da expressão de amor. O...

Acróstico Jesus Cristo.

Acróstico Jesus Cristo.   J – Juro a ti senhor meu Deus, E – esperar nos conselhos Seus, S – sabedoria e discernimento, U – unção e conhecimento; S – Sois a salvação a qualquer momento.   C – Com joelhos prostrados, R – rogo a Tua paz aos desesperados, I – inquieto pelos seus pecados, S –...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>