Aníbal Beça

Aníbal Beça

       

 

         Aníbal Beça, amazonense de Manaus, nasceu a 13 de setembro de 1946 e faleceu a 25 de agosto de 2009.
        Poeta, compositor e jornalista, desde muito cedo colaborou em suplementos literários nacionais e internacionais.

        Especialista em tecnologia educacional na área de Comunicação Social pela UFRJ. Dos anos 60 aos 80, atuou como repórter, redator, colunista, copy-desk e editor nas redações de todos os jornais de Manaus.

        Foi diretor de produção da Televisão Educativa do Amazonas, do Sindicato de Escritores do Amazonas e ultimamente do Conselho Municipal de Cultura, onde desenvolveu trabalho ímpar, promovendo importantes prêmios e publicando dezenas de obras.

        Envolvido com teatro e artes plásticas, destacou-se principalmente como compositor, letrista e produtor de espetáculos e discos. Em 1968 venceu o I Festival da Canção do Amazonas, colecionando a partir daí mais de 18 primeiros lugares em festivais nacionais e internacionais. Em 1969 representou o Brasil no VIII Festival de Joropo, na Colômbia, país aonde mais tarde veio a participar como poeta do famoso Festival de Medellín.

        Tem músicas gravadas por dezenas de artistas brasileiros. Ângela Maria defendeu sua música “Lundu do Terreiro de Fogo” em 1970 no Festival Internacional da Canção.

        Aníbal Beça, além de artista, foi profissional multimídia tendo sido produtor e animador cultural de grande destaque.

        Em 1994, com o livro Suíte para os Habitantes da Noiteconquistou, na categoria poesia, o 6º Prêmio Nestlé de Literatura Brasileira dentre 7.038 concorrentes.

        Foi membro de importantes instituições culturais, em âmbito local e nacional, a saber, o Clube da Madrugada, entidade renovadora do campo artístico amazonense, a Academia Amazonense de Letras, a União Brasileira de Escritores e a ONG Coletivo Gens da Selva.

 

 

Fonte: https://www.almadepoeta.com/

Biografias de Escritores Brasileiros.

Thais Matarazzo

Empresária, jornalista, escritora e investigadora cultural, com ênfase na história do rádio e da música popular brasileira e lusa.  Integra a equipe do programa “Solo Tango”, na Rádio Trianon de São Paulo. Vem participando nos últimos anos de vários Congressos e Ciclos de Conferências no...

Adélia Prado.

Mineira de Divinópolis, Adélia Prado foi professora e escritora, formou-se em Filosofia em 1973 e acumulou vários prêmios ao longo de sua trajetória, entre os quais o Prêmio Jabuti de Literatura de 1978 da Câmara Brasileira do Livro com o livro "Coração Disparado", Prêmio ABL de Literatura...

‎Jose Armando Sousa Rodrigues de Sousa‎

LEANDRO SOU, CAXIENSE DA PRINCESA DO SERTÃO MARANHENSE (CAXIAS - MARANHÃO - BRASIL), ATENAS BRASILEIRA, MÃE DA BANDEIRA NACIONAL, MÃE DA CIDADE MARAVILHOSA DO RIO DE JANEIRO E MÃE DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS, CASADO, JORNALISTA, PROFESSOR, POETA E ESCRITOR...

Fábio Fabrício Fabretti

    É de Maringá, no Paraná. Reside no Rio de Janeiro. Formado em Letras, especializou-se em Literatura. Professor de Literatura, Redação e Língua Portuguesa. Participou de antologias e coletâneas. Colaborou com diversas mídias. É autor de livros lançados no Brasil e na Europa, como...

Gislaine Canales

Gislaine Canales nasceu em Herval - RS - BR, em 20/04/38. Divorciada. Quatro filhos. Sete netos. Uma bisneta. Delegada do Portal CEN - "Cá Estamos Nós", Presidente da UBT, União Brasileira de Trovadores, e Cônsul de Poetas Del Mundo em Balneário Camboriú /SC. Bacharel  em Pedagogia e...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>