SENSO COMUM

SENSO COMUM

Na rotina diária o homem respira, trabalha, come e dorme. Suas diversões são; futebol das quartas e a bebedeira das sextas, acompanhado de outros bêbados que chamam de hora feliz. Certo ou errado, cada um é que sabe de si. Algumas mulheres acompanham o ritmo, dando colorido ao evento. 

O trabalho, dívidas, casa, tudo sufoca. 

E vive-se assim, autômatos que fazem aquilo que rege a maioria. Lembrei uma velha frase batida; senso comum, tanto que sequer faz falta. Porque se morreres amanhã, nem o garçom, que sorridente atendia, terá tempo de lembrar-se do teu nome, tampouco da tua cara.