O Sol e a Lua, amantes perfeitos.

O Sol e a Lua, amantes perfeitos.

foto pixabay dominio publico

        

        A névoa do amanhecer arde a pele dos homens e ofusca a visão do dia.

        No passar dos minutos, os raios solares vem quebrando esta frigidez e, embrenhado entre as montanhas quebra o frio do rastro da noite.

        O Sol vem de manso clareando o dia e aquecendo a terra, mesmo sendo nosso astro rei, ele guarda sua tristeza pela distância de sua amada, afastando do seu redor qualquer companhia celestial, isolando-se no celeste azul do dia, mas nos brinda com o calor de seu corpo.

        Algumas vezes o Sol lamenta e deixa suas lágrimas caírem ao chão, entretanto para não mostrar sua tristeza, ele se abranda e tampa seu rosto com a lírica tristeza cinzenta das nuvens.  Companhias estas que raras vezes ele admite no feltro celeste de seu manto.

        As suas lágrimas descem em formas de gotas de chuvas, porém mesmo triste o Sol nos abraça com o seu calor e a sua claridade.

        Ao cair do dia, para presentear sua amada e mostrar seu amor eterno, o astro rei brônzea o céu com sua cor tonalizada, de saudade e paixão.

        Amor por alguém que nunca viu.

        Amor que o faz ficar acordado em noites árticas, tomando a noite pelo dia, na forma de presentear sua amada, pelo descanso do Sol da meia-noite.

        Por sua vez, sua amada retribui o seu imenso amor, se sacrificando algumas vezes ao tomar seu brilho e calor, pelo eclipse diurno.

        Seus braços nunca se encontram e tornam-se amantes de sonhos.

        A escuridão veste o corpo celeste, que ao invadir tristonhamente o céu, a dama da noite se anuncia com seu brilho ofuscante, tornando-a amada e amante, que quebra o frio da vida, trazendo aos amantes humanos o exemplo do calor do amor.

        Amor este que não se pode doar ao seu amado.

        Mas abraçando a donzela da noite amada, o céu reveste astros e planetas com focos luminares pequenos, pois seus brilhos não podem ofuscar a mais bela amante, a rainha do corpo celeste noturno.

        E na contraposição do frio e da tristeza que a noite traz, os homens se encantam pelo amor erudito dos astros, e por mesmo diante de tão crua realidade, inspira e aquece o amor eterno.

        Lua e Sol se amam.

        Enquanto o Sol aquece a terra, para deixar o calor atravessar a noite e aquecer sua amada.

        Da mesma forma, a lua muitas vezes se enche de luz, com a intenção de atravessar o dia e encontrar seu amado. Deixando-nos vê-la nua ao nascerem os primeiros raios de seu amante no horizonte matinal.

        A lua timidamente ao oriente, enquanto seu amante nasce robustamente no ocidente.

        Dois astros amantes, que aquece nossos corpos e nossos corações.

        Mas totalmente em lados opostos.

        O Sol nos mostra o calor de nossos corpos, o astro que nos dá a vida.

        Enquanto a Lua nos traz o calor dos amantes, mesmo na escuridão e na fria brisa de suas noites, são nelas, que a humanidade se entrelaça no queimor da paixão.

        Dois amantes, dois astros, dois amores impossíveis.

        Que tem seus desejos complementados, nos braços dos homens.

        O romance nasce através dos olhares perdidos, dos afagos recebidos e das palavras bem ditas.

        Como o Sol, astro forte e masculino que nos abraça e aquece com seu calor maestrino do universo, a Lua por sua sensibilidade feminina nos reflete seu amor e embeleza as noites frias de outono, completando-se um ao outro.

        Que seria do dia sem a noite, ou da noite sem o dia?

        Como o romance entre Romeu e Julieta, a metáfora do amor que mesmo que o mundo se acabe, eles se abraçarão em única explosão de sentimentos.         E assim, a noite e o dia se tornarão o breu do nada, o breu do fim, o breu de um romance relâmpago, a vida em seu apogeu.

 

Obrigado aos meus amigos e leitores pela visita,  fiquem com Deus.

 

Leandro Campos Alves.

Outubro 2014

 

Cover_front_perspective
Número de páginas: 103 

Edição: 1(2015) 

Formato: A5 148x210 

Coloração: Preto e branco 

Acabamento: Brochura c/ orelha 

Tipo de papel: Offset 90g
 

Meus Poemas.

Noites eternas.

O silêncio da noite na cidade não será mais o mesmo. As ruas não terão na madrugada o sons de seus passos solitários. A noite não trovoará a voz da sua amizade. O cambaleio do solitário sonhador não terá mais sua maestria.   Nossas noites ficarão mais frias, as lembranças serão saudades, E as...

Fogão a Lenha.

Foto arquivo pessoal Gisele C. de Souza   Lembro claramente, daquele fogão de lenha. vermelho reluzente, com chapa negra e bem quente. Sua fumaça sai calmamente, pela chaminé que ficava a sua frente.   Construído sobre o chão liso, verde era a cor daquele piso.   Em pé ao seu...

Despedida.

Sonhei com a morte, acordei para vida. Vi sonhos morrerem com tempo, mas vi o tempo ressurgir em mim.   Com pensamento sempre no futuro, esqueci de viver o presente. Passei a sonhar com o passado, e a vida? Simplesmente passava.   Vi amigos partirem, vi a morte de perto, e...

Somos Chapecoenses.

    Comoção mundial, Harmonia de orações no dialeto dos anjos; A saudade que marcou e marcará eternamente a história. Pessoas e profissionais a busca de seus sonhos, agora são saudades. Esta tragédia deixou não só a marca da dor, Com certeza deixou heróis, marcou nações,...

Oração de Súplicas.

Senhor meu Deus, Pai da sabedoria e da onipotência. Aquele que sombreia seus filhos, com retidão, graças e benevolência.   Sois a razão da vida e da morte, sois a fonte da saúde e do amor. Sois o juiz dos juízes, sois o onipresente sentenciador.   A ti Pai eterno, prostro meus joelhos em...

Desilusão Contextual.

Hoje não sinto mais prazer, perdi minha inocência, minha crença, minha própria consciência.   Crer nas pessoas cegamente é errado, mas quem poderia ver que em um Homem, existiria sonhos e esperança, e a inocência pura de criança?   Pena que tardio aprendi, vi minha vida sendo...

Oração da partida.

Pai nosso que estais no mundo, Pai de sabedoria, mansidão e salvação. Não deixe o medo me corroer, a sombra do mal me cobrir. A sua luz de minha alma sumir.   Pai da salvação, meu Sagrado Coração, leve suas bênçãos a quem necessita, neste momento de nossas vidas.   Pai da benevolência, da...

Mãe.

Porto seguro de minha vida, o espelho de retidão, fonte de minha inspiração.   Se é fato que a inspiração vem por Deus, o caminho pelos amigos, a palavra pela educação, e o amor pela família, então a família vem pela imagem de uma mãe. Mãe verdadeira e conselheira, amiga e heroína,  mesmo...

Tributo à paixão.

Desde já, Quero felicidades te desejar. Também quero te dar, Meu abraço carinhoso, E meu beijo bem ardente. Este beijo não em seu rosto. Mas de um jeito diferente, Como dois adolescentes. E não como o beijo de um homem ausente. O beijo de um amor eterno, Que lhe tira a razão e te...

Minha História.

Se meus olhos um dia não verem mais a luz. Se minha pele não transmitir mais o meu calor. Se meu olfato não sentir mais o cheiro das manhãs. Se um dia a luz ausentar-se de meu caminho. Se minhas pronúncias se calarem para o mundo.   Hei de deixar minha história escrita em recordações. E a...

Carta da Anunciação.

No caminho da vida, muitas coisas vi e vivi. Vi o nascer da criança, ainda no ventre da mãe. Trouxe o prenúncio da morte, deixando-me à beira da desilusão, por profetizar a perda e nada poder fazer, para driblar a morte e deixar alguém viver.   Vi em meu leito a imagem do anjo. Senti o aroma...

Filhos...

Um dia a notícia! ... Somos tomado primeiro pelo temor, logo depois sentimos alegria e amor.   O primeiro choro, o primeiro colo e abraço. O sorriso inocente que é o sinal de um forte laço. Materno, paterno, ou simplesmente eterno.   A vida passa, deixamos nossos sonhos e a nossa...

Filosofia Interior.

Foto Pixabay F echo os olhos, I nternando-me em meu eu. L onge de todos e do mundo, O rganizando os meus sonhos mais profundos. S equestrando minha vida, O ferecendo-me em silêncio, F ico em plena meditação, I nerte eu permaneço em alfa, A companhando o bater do coração.   I mpulsivo eu me...

Desilusão.

  Dói... Dói ser o porto seguro, Mas não encontrar o nosso porto.   Dói... Dói ver obstáculos indo ao chão, Mas em vão. Pois a vitória que seria coletiva, É apenas mais um fato, ou ato.   Dói... Dói tentar ser alguém, E no fim descobrir que não somos ninguém.   Dói... Dói...

Lágrimas de sangue.

foto pixabay dominio publico     Algumas vezes a agonia nos aperta o peito. Sinto saudades, E a dor invade a nossa alma e o nosso coração.   Muitos sentem a sua presença, Amam, sofrem e nada compreendem. Procuram respostas em vão, Pois não entendem a origem dessa...

Amor Sensual.

foto pixabay dominio publico     No silêncio da noite, entro em nosso quarto, no contrapé do desejo.   A luz invade a escuridão do ambiente, aos poucos revela as curvas sob o lençol de seda. Sinto sua fragrância emitir o desejo ludibriante do amor.   Alguns passos lentos me faz...

Dueto da Amizade.

foto pixabay dominio publico    Poesia é amor e paixão  são versos em expressão.  Versos que traduzem um sentimento sem razão,  que acalenta a alma e o coração.  Que fazem qualquer pessoa explodir em emoção,  sentir felicidade, tristeza e paixão,  sentir o...

Paz.

foto pixabay dominio publico   Paz... Tão almejada paz... Como podemos encontrar tal sentimento, que buscamos a todo o momento, e guardo em meu pensamento?   Sois sublime e virtuosa, mãe de todos os outros sentimentos, conjunto completo e inerente, dá-nos prazeres nobres, sois êxtase, e...

Sonetos da Trilogia.

foto web, os creditos poderão ser dados mais tarde ao autor.       Sonetos da Trilogia.   Soneto a Felicidade.   Algumas vezes me perco em meus sentimentos, ando dentro de meus pensamentos, e vejo os meus lamentos.     Lembro-me da felicidade... Mas qual...

Menção a um Amigo.

foto pixabay dominio publico   Amigos são presentes que ganhamos da vida, eles são capazes de esquecer seus problemas, e abrir seu sorriso largo e nos dar um abraço, no momento de nossas tristezas.   Amigos são aquele que de um jeito manso, humilde e carinhoso, conquista espaço em nosso...

Amores.

foto pixabay dominio publico     Meu coração chora! Minha alma implora! Minha vida... Sei lá? Talvez apenas aflora.   Aflora a sua falta, aflora a saudade, aflora a perda de ti, aflora o seu perdão.   Hoje me sinto só, fecho meus sentimentos em tristeza. A dor da solidão não me...

Um dia eu amei.

foto: mamanoel2010 uol   Um dia eu amei. Ah! Amei profundamente, meus sonhos, minha família, minha gente.   Amei o tempo, com se o amanhã não fosse existir mais. Amei as pessoas como se todas fossem iguais. Como se todas nos acolhessem em um abraço fraterno.   Ah!... Como eu amei a...

Sabedoria de amar.

Foto:casal-de-ancião 2   Eu quero que o tempo passe lentamente, para poder ver o nosso envelhecer. Mas se Deus assim desejar, pode o tempo depressa passar.   Porém peço a Deus sua compreensão, e rogo para deixar ver seu envelhecer. E no amanhecer do futuro, mesmo que a veja com os cabelos...

Profecias.

foto pixabay dominio publico     Eu vi o nascer da vida, ouvi o anunciar da morte, escutei palavras de profecias, e pude vê-las sendo cumpridas.   Estando acordado, estive na presença dos anjos, os ouvi profetizarem a vida e a morte, e com eles falei.   Boas novas me foram...

Poetizando.

foto pixabay dominio publico   Poetizo a vida, Poetizo a história, Poetizo a própria poesia.   São letras, São rimas, Formando os traços da melodia.   O amor que nasce do sentimento, O sentimento que marca pequenos momentos, Ou apenas transmite a nossa alegria, Esta alegria que nasce...

Homenagem as Mães.

    Homenagem as Mães.   Minha vida não seria nada, o meu amanhã nÃo existiria, se não me acolhesse em seu ventrE.   Com Amor acalentou meus primeiros passos, protegeu-me e Me educou. Amou-me sem pedir nada em troca.   SiMplesmente doou sua vida, para qUe eu pudesse ter um...

Aleijadinho.

foto pixabay dominio publico   Aleijadinho.   Antônio Firmino Lisboa, narro agora a sua história de vida, talento nato de Vila Rica, orgulho do movimento barroco, nasceu com sangue mestiço, intitulado mulato escravo, obteve sua alforria ainda menino.   Foi um renomado...

Deus Pai.

    Sou a vida, sou a morte, sou a tua sorte.   Sou o destino que te abençoa, o amor que te acalenta, a consciência que te amordaça, vê se me entenda.   Sou a culpa que te atormenta, que te acusa do pecado, mas te salva do inesperado, receba este meu recado.   Estou sempre...

Homenagem as Mulheres.

foto pixabay dominio publico     Homenagem as Mulheres.   Mãe, amiga, esposa e companheira, uma verdadeira GUERREIRA, leal, carinhosa e parceira. Hoje trago esta singela homenagem, em nome de todos homens. Reverenciamos as mulheres de todas as idades, e oremos a Deus por interseção...

O que é o amor?

foto pixabay dominio publico       Dizem que amar é sentir o palpitar galopante do coração do parceiro na hora do apogeu. O apogeu do clímax da paixão. Com os corpos suados, lábios molhados, as pernas bambas, e a respiração descompassada, e nossa alma descansada.   Mas ao...

Valores.

Meu peito arde. Arde pela vida confusa, pelos amores conturbados, pelos valores trocados.   Meu peito arde. Pela desilusão, pela falsa paixão. Ou quem sabe? Arde pela minha própria agonia, ao ver o mundo se perdendo, e tudo se corrompendo.   Valores hoje são trocados, o que um dia foi...

Caminhante da paz.

Foto Web.   Eu sou um caminhante desta vida, o que leva a palavra amiga, que conforta o aflito, e acalma o seu conflito.   Mas eu sou, o andante sem destino, o amigo que está contigo, que conforta o seu amor ferido.   Eu sou, a parte do tempo perdido, a conciliação do amor...

Reflexão.

    Nós nos perdemos em nossos pensamentos, relembrando muitos momentos, quem sabe apenas por saudades, ou em busca de nossas felicidades.   Confuso nós lembramo-nos do passado, família, amigos e amores eternos. Que aperta nossos peitos cansados, pela lembrança de nosso...

Perda.

    A noite desce no horizonte, e faz-me ver como sinto sua falta. Eu procuro em minhas lembranças, o vestígio do nosso amor. Mas qual amor? Se lhe magoei, humilhei e lhe deixei.   Naquele dia vi suas lágrimas clamarem meu carinho, o meu abraço e meu calor. Senti você suplicar um...

Pétalas de Outono.

  Ao ver-te. Meu peito sucumbiu à paixão. Ao falar-te. Aumentou o palpitar deste pobre coração.   Seu cheiro suave abraçou-me, Você carinhosamente envolveu-me. Senti  por ti o desejo aumentar minha emoção. Minha vida então a pus em suas mãos.   Perpetuei-te e admirei-te. Com...

O Sol e a Lua, amantes perfeitos.

foto pixabay dominio publico                  A névoa do amanhecer arde a pele dos homens e ofusca a visão do dia.         No passar dos minutos, os raios solares vem quebrando...

Acróstico para Álvares de Azevedo, por Leandro Campos Alves.

Acróstico para Álvares de Azevedo.   Alma de poeta, Livre como uma criança. Viveu no Rio de Janeiro Álvares de Azevedo. Romancista, poeta e cronista, Eis que morreu cedo. Saudoso menino Paulista.   Deixou vários poemas e manuscritos, E só uma por ele preparada para ser...

Carta a Humanidade, por Leandro Campos Alves.

Carta a Humanidade. Algumas vezes apontamos as falhas dos outros. Mas que falhas? Se não conseguimos encontrar as nossas próprias.   Somos errantes sim! Mas devemos aprender com nossos erros, e não lhes ocultar nas sombras dos outros. A vida é mesmo engraçada. Ou quem sabe irônica? Não...

Nostalgia.

foto pixabay dominio publico   Nostalgia       Hoje sinto Saudades...     A nostalgia tomou conta de mim, ao olhar uma criança inocentemente brincando na rua, correndo de um lado para o outro ao redor da bicicleta de seu...

Essência Feminina.

foto pixabay dominio publico     Toda mulher é bem mais que esperamos, não é apenas um belo corpo, como nós homens a enxergamos. Por isso é que não as entendemos, as mulheres que contemplamos.   Por nossa brutalidade, composta pela nossa falta de sensibilidade. Nós as...

Bodas.

 Bodas. Não quero o seu sacrifício, quero a sua felicidade. Por isso eu me realizo, com a nossa cumplicidade. Digo isso com a certeza, porque não vejo só a sua beleza. Temos uma afinidade, que foge a realidade, das razões da nossa sociedade. Nossa amizade é de alma, e isso me...

Vida, por Leandro Campos Alves.

Vida.   Não sei se vivo a vida, ou se é ela que vive em mim, sendo apenas minha grande amiga, ou quem sabe outrora, minha própria inimiga.   Sou instrumento de seus desejos, que sendo ela moleca, e sorrateira, algumas vezes se faz de zombeteira.   Acordo em minutos e...

Tempo, por Leandro Campos Alves.

   TEMPO.    Gostaria de ter o poder sobre o tempo, tempo saudoso, tempo virtuoso,  mas cruelmente maldoso.  Ah passado distante da vida real,  presente indiscreto,  e futuro incerto.  Juventude perdida,  num laço...

Menção de Despedida, por Leandro Campos Alves.

            Minha homenagem a poetiza.             Leticia de Barros 1972 a 2014            Menção de Despedida.    Hoje a perda bate a porta. Perda dolorosa. Perda nobre. Que dói e vai deixar muita...

Minha Prece ao Senhor, por Leandro Campos Alves.

          Algumas vezes na vida, olhamos para o que temos a ganhar no futuro, e o que ganhamos no passado, porém esquecemos-nos de olhar para cima ou para dentro de nossos sentimentos, e ver quem realmente é nosso...

Resposta Divina, por Leandro Campos Alves.

Resposta Divina.           O nosso caminho é penoso e distante, nosso corpo sente dor e cansaço, e ao longe enxergamos nosso destino e seguimos viagem. Muitas vezes, olhamos para o horizonte de nossas vidas e clamamos ajuda a...

Louco Carrossel, por Leandro Campos Alves.

Louco Carrossel.     A vida é como um carrossel. Louco carrossel.   Com o nosso nascimento adquirimos direito ao seu passe. Embarcamos neste brinquedo com o nosso primeiro choro. E na roda da vida,                    ...

Celeiro de Minas, por Leandro Campos Alves.

Celeiro de Minas.   Cravada no seio de Minas, entre as montanhas da Mantiqueira, fica minha pequena cidade, com toda sua diversidade.   Mesmo trazendo neste livro, a minha filosofia interior, não posso deixar de mencionar, o celeiro de cultura, que flora na minha pequena cidade, isso...

Peteca do Destino.

foto pixabay dominio publico         Peteca do Destino.         Quando te ganhei, esposei em meus lábios o sorriso. E da surpresa da vida, então chorei.   Alegria em ter-lhe em minhas mãos, logo o seu feltro abriu. O aroma de sua juventude exalou-se pelo...

As Mãos que Afagam, por Leandro Campos Alves.

As Mãos que Afagam.     São minhas aquelas mãos. As mãos que afagam o seu sono, que segura e protege seu tombo.   São minhas aquelas mãos. As mãos que apoiam seu caminho, que acalenta seu coração, que te dá o porto...
1 | 2 >>