Luís R Santos

Luís R Santos

Luis R. Santos (Aquazulis):

Aquazulis em 27/06/2016 

 

Luis (Aquazulis) nasceu no Estoril e faleceu aos 57 em Cascais. O amor dele pelo Alentejo é por ser a terra natal de sua mãe, para quem dedicou seus últimos dias. Colaborou com o site Luso Poemas com sua escrita, inspirando outros autores. Ele não gostava de falar muito de si, mas apoiava todos os que precisavam da sua palavra sincera.

Palavras do Luis em 15/04/2016: "Sempre defendi o Luso Poemas, eu era, na maior parte, um membro assíduo, e participativo, e gostava de incentivar todos os poetas. Na verdade, eu adorava o Luso Poemas." 

Em Março de 2014, ele foi o Poeta mais popular do site Luso Poemas e foi entrevistado por TrabisDeMentia em 16 de abril de 2014: 

Luso-Poemas - Fala-nos um pouco de ti, de onde vens e para onde vais.
aquazulis - Não há muito a dizer sobre mim. Sou mais um que continua a descer, degrau a degrau, a escadaria da vida, mas sempre com os olhos no azul do céu.

L.P. - Como e quando a poesia surgiu na tua vida?
aquazulis - Comecei a escrever poemas em 2008. foi como encontrar a mulher dos meus sonhos. Espero que seja uma relação duradoura.

L.P. - O que significa para ti "ser poeta"?
aquazulis - Ser poeta é sonhar e fingir muito.

L.P. - Qual é o poema que mais te orgulhas de ter escrito?
aquazulis - Escrevi meia-dúzia de poemas dos quais muito me orgulho. Não destaco algum em particular, para não amuar os restantes...rs.

L.P. - Qual é o poema que gostarias de ter escrito?
aquazulis - Gostaria de ter escrito um poema perfeito. Talvez um dia!

L.P. - Tens algum livro publicado ou gostarias de ter?
aquazulis - Nunca publiquei um livro, aparte ter participado numa antologia. Não descarto essa possibilidade.

L.P. - Como encontraste o Luso-Poemas?
aquazulis - Através de um link postado num blog encontrei o luso poemas.

L.P. - O que é que gostas mais no Luso-Poemas?
aquazulis - Quase tudo me agrada no luso poemas.

L.P. - O que é que gostas menos no Luso-Poemas?
aquazulis - Não me agrada estar limitado a três textos diários. Antes eram seis.

L.P. - Se pudesses mudar algo no Luso-Poemas, o que seria?
aquazulis - Mudaria a língua daqueles que não respeitam os colegas...rs.

L.P. - Resume o Luso-Poemas numa só frase.
aquazulis - O melhor site de poesia.

L.P. - Quais são os teus passatempos preferidos, além da escrita?
aquazulis - Exercício físico e poesia são os meus passatempos.

L.P. - Qual é o teu livro, música e filme preferido?
aquazulis - Não tenho livro, música ou filme favoritos.

L.P. - Qual é a tua bebida e comida preferida?
aquazulis - Gosto de água e da culinária portuguesa.

L.P. - Se tivesses 30 segundos para deixar uma mensagem ao mundo, o que dirias?
aquazulis - Em trinta segundos mal se coça um olho mas diria: ‘é um prazer ser parte de tão gloriosa humanidade’.

L.P. - Se pudesses escolher um lugar ou tempo para viver, qual seria?
aquazulis - O presente é um período excitante da história da humanidade.

L.P. - Quem gostarias de ter conhecido e porquê?
aquazulis - Gostava de conhecer os meus antepassados. Tanto que haveria para falar!

L.P. - O que dizem os teus olhos?
aquazulis - Os meus olhos dizem que a vida é breve, mas é maravilhosa.



Fontewww.luso-poemas.net/modules/sm ... tion/item.php?itemid=3017

 

 

Sono Eterno 

 

Neste instante crítico, na magra hora 
Da partida, sinto um vazio no crânio, 
Horripilante tremor instantâneo, 
Na fronte o beijo da negra senhora. 

Impera a noite e não desperta a aurora, 
Navego dentro de um caixão ebâneo, 
Num curso gelado e subterrâneo 
Rumo ao oceano placentário de outrora. 

Invejo a sorte mesquinha de um cão 
Roendo ossos na completa escuridão, 
Vadio, macilento e com olhar terno. 

Da barca sombria digo adeus ao mundo, 
Saúdo a reciclagem do verme imundo, 
Fecho os olhos e durmo o sono eterno. 

(Luís R Santos 13/12/10)

Biografia Luís R Santos

 

Todos os direitos são reservados ao autor, conforme artigo (lei 9.610/98)

 

Poetas e Escriores Lusofonia

Maria do Carmo Fernandes de Vasconcellos Figueiredo Merca

NOME LITERÁRIO: Carmo Vasconcelos NATURALIDADE: Lisboa - Portugal   Carmo Vasconcelos nasceu em Lisboa/Portugal, onde reside até hoje. Desde sempre cultivou a paixão pela leitura e pela escrita. É autora de um livro de poemas intitulado "GEOMETRIAS INTEMPORAIS", publicado em papel no ano...

Jorge Chichorro Rodrigues

        Jorge Chichorro Rodrigues nasceu em Lisboa, em 19 de março de 1958. Depois de terminar a licenciatura como Tradutor-Intérprete, no ISLA (Instituto Superior de Línguas e Administração), fez o serviço militar e começou a dar aulas de Português, em Portugal....

Alice Teixeira

        Alice Teixeira, nasceu em S. Pedro do Sul, mas foi criada em África até à adolescência e reside atualmente em Ermesinde.         Adora ler desde tenra idade e cedo começou a escrever poesia, guardando no entanto os seus manuscritos...

Alda Melro

        Autobiografia Alda Melro            Nasci em Viana do Castelo. Finalizei o ensino obrigatório e não quis estudar mais, porque não gostava de Matemática. Decidi experimentar o mercado de trabalho, não foi fácil, então decidi ir...

Albertina Fernandes.

          Autobiografia.         EU, Albertina Fernandes         Fui professora do Ensino Secundário, sempre na minha terra natal, Arcos de Valdevez, de onde saí apenas para fazer o estágio pedagógico, no ainda...

Conceição Maia Rocha de Oliveira

        É natural e residente em Aveiro, Portugal.          O seu primeiro curso, Magistério Primário ou Escola Normal, assim como a Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas (Português e Francês/Ensino) pela Universidade de...

Albertina Correia

        Albertina Martins Correia, nascida em 23/02/1963 em Barcelos, residente desde quase sempre em Vila do Conde.     Dois filhos, à 22 anos empresaria na área tecnológica, estudante sempre, de psicologia, apenas para conhecimento e reconhecimentos...

Adnilo Lotus de Carmim

    Adnilo Lotus de Carmim é natural de Santa Cruz do Bispo. Passou parte da vida em França e vive na Maia. É licenciada pela Universidade do Porto em Línguas e Literaturas Modernas e Mestre em Linguística. Foi premiada diversas vezes pela Société des Poètes et Artistes de France, na...

Adelaide Batista

        Maria Adelaide Correia Monteiro Batista nasceu a 20 de Abril de 1949 na ilha de São Miguel (Açores). Frequentou o Liceu de Ponta Delgada e a New Bedford High School. Em 1972 licenciou-se em Português (Ensino Bilingue) na University of Massachusetts; em 1976...

Guerra Junqueiro

 por Elisabeta Mariotto     Abílio Manuel Guerra Junqueiro teve um papel extremamente importante no cenário cultural de Portugal. Foi classificado o "Victor Hugo português" devido à sua importância e foi considerado, por muitos, o maior poeta social português do século XIX. Recebeu...

Maria Fernanda Teles de Castro

    Maria Fernanda Teles de Castro de Quadros Ferro OSE (Lisboa, 8 de dezembro de 1900 – Lisboa, 19 de dezembro de1994) foi uma escritora portuguesa. Biografia     Fernanda de Castro, filha de João Filipe das Dores...

Agostinho da Silva

    George Agostinho Baptista da Silva (Porto, 13 de fevereiro de1906 — Lisboa, 3 de abril de 1994) foi um filósofo, poeta e ensaísta português. O seu pensamento combina elementos de panteísmo, milenarismo e ética...

Alfredo Costa Pereira.

M.Sc. Engenheiro Mecânico (U.P.) Membro sénior da Ordem dos Engenheiros Cédula profissional da Ordem dos Engenheiros Nº 10199 Perito do ONDR (Observatório Nacional das Doenças Respiratórias) Pós Graduado pelo von Karman Institute for Fluid Dynamics – (Bruxelas) Investigador reconhecido pela FCT –...

Luís R Santos

Luis R. Santos (Aquazulis): Aquazulis em 27/06/2016    Luis (Aquazulis) nasceu no Estoril e faleceu aos 57 em Cascais. O amor dele pelo Alentejo é por ser a terra natal de sua mãe, para quem dedicou seus últimos dias. Colaborou com o site Luso Poemas com sua escrita, inspirando...

Alberto Rodrigues da Fonseca

  Alberto da Fonseca Nome Completo: Alberto Rodrigues da Fonseca  Localidade: Natural de Sacavém, residente em Les Vans sul da Ardéche França   O ESPELHO. JULGAR SEM ÓCULOS. Olhei para o meu espelho E vi um homem que me parecia velho. Coloquei os meus óculos, Meu Deus... mas sou...

Everaldo Lisboa.

Dormindo com a lua. Em meus guardados que trago na memória consigo vislumbrar tão longe além mar alguém que conheci. Fez de mim um ser tão inspirado Mas hoje ficaram nas lembranças do meu passado Aprendi a dormir ao relento, tenho a lua por companheira, porém em meus devaneios ainda te vejo,...

Poetas e Escritores da Lusofonia

    Nossa língua e suas vertentes, a origem de uma nação, a cultura passada por gerações.         Com esta visão, e em especial ao carinho e respeito que tenho com meus amigos escritores e poetas espalhados no mundo, que falam nossa língua mãe, e que...