Lucia Helena Huback

Lucia Helena Huback

        Nossos pensamentos é a inspiração de nossas letras e poemas, a vida é o instrumento de nossos caminhos que nos unem em amizade.

        Mesmo que a distância esteja entre amigos, nossos sonhos, nossas paixões e o amor pelas rímas, faz com que a distância seja apenas uma fonte de inspiração.

        Poetas e poetisas se encontram em seus versos.

        Faz com que a vida seja cheia de paz.

        E a distância! ...

         Apenas uma unidade territorial.

Leandro Campos Alves.

10/2015.

 

        Apresento agora alguns trabalhos da poetisa amiga de Nova Friburgo, Lucia Helena Huback.

 

 


Fragilidade da paz ...

 

A  paz deveria ser o  nosso habitual estado,

 é um sentimento raro, único, é a riqueza que desejamos conquistar.

A procuramos, em situações banais, quando nos inquietamos,

 quando queremos algo, e não temos ...

é como se estivesse ali, no outro, em algum caminho,

em algo absolutamente material.

"A paz por si só é um sentimento grandioso,"

é o "vírus" que loucamente desejamos nos contaminar,

e rapidamente se multiplicar dentro de nós. 

Mas somos fragilizados por esse estado de paz,

em  lapsos de segundos, esse sentimento precioso escapole de nosso controle,

e nos torna novamente  dúbios, ansiosos, vulneráveis,

e famintos pela paz .

A paz é um movimento d´alma,

é uma oração, uma reflexão, uma dádiva!

Temos que conquistar a paz, por nós, pelo próximo, pelo coração,

pela sintonia do planeta.

O curso da vida é medido pela paz,

é no termômetro do sono, no aconchego do travesseiro,

que a consciência sinaliza, paz, ou inferno interior.

Sem paz, somos um caminho errante,

uma vida em desassossego.

A paz é uma decisão  nossa.

Livre é o pensamento,

estar em paz ou não,

depende de nós.

 

 -  Helena Huback -

 

 

Os Sanandus

 

 

Nas minhas andanças, margeando caminhos, 

observei  que a natureza nos presenteia sempre,  

cria seus próprios espaços, e por si só se ajeita,

nos surpreendendo sempre, nas mais variadas estações,

guardando para nós, belíssimas surpresas.

É só ficarmos atentos a seus movimentos, entender suas interpretações,

e ter, olhinhos arregalados, e não deixar  que nada fique despercebido.

Na região serrana do Rio, "Nova Friburgo", predominam os Sanandus. 

Os Sanandus são árvores esguias e frondosas,  entre o outono e a primavera,

eles despertam, e, abrem-se em flores,  permeando céu e terra.

Matizes avermelhados, espalham-se pelos ares,  uma verdadeira festa

da natureza em cor.

Elegante,  gigante em beleza, o vermelho impera, alegrando os campos secos,

galhos finos e longos,  dobram-se pelos caminhos floridos,

abraçando a natureza, uma beleza única, singular ...

A luz do SOl incide sobre os tons vermelhos, isso torna as flores mais vivas,

mais vibrantes, mais coloridas,  um fulgor divinal !!!

Vermelho, cor da vida, cor da paixão, cor do coração!

Podemos afirmar que os Sanandus são:

"Árvores apaixonadas." ???

Os Sanandus dormem no outono, despertam no inverno,

e anunciam  a chegada na primavera.

Suas flores, ricas em néctar, é uma teia perfeita para numerosos hospedeiros,

por isso multiplicam-se os ninhos,  os pássaros, fiéis amigos das flores, 

as visitam diariamente, cantam,  brincam,  ciscam,  unidos, sorvem  o mel,  voando felizes !

O cheiro doce atrai outros convidados, abelhinhas, joaninhas, morcegos, borboletas,

e toda ave-fauna disputam o alimento,  em liberdade, se entregam à folia,

revoando os "Sanandus em chamas" !!

O chão seco, acolhe envelhecidas pétalas, que caiem como lágrimas, molhando a terra ressecada. 

Choram os Sanandus, choram vermelho, e mantos vermelhos cobrem os campos floridos.

Em cada curva um olhar, em cada olhar, uma nova descoberta!

O ar purifica o céu, o céu de meu olhar, um olhar extasiado, agradecido ...

A natureza é o mais belo presente de Deus para nós.

 

- Helena Huback –

 

 "Eu sempre pensei que o amor

sobrevivesse a todas as estações,

que os sentimentos jamais emudecessem,

e as emoções, 

fossem para sempre guardadas no coração,

 a ausência,

apenas para unir duas saudades.

Mas .... já se passaram tantas estações,

novamente, verão, outono, inverno ...

E você não chegou!

Talvez na primavera eu te encontre ...

Mas, a primavera está tão longe,

e saber de você, de amor, de notícias,

são tão urgentes

para meu coração ser feliz !

 

- Helena Huback -

               

 

O vento vem ao nosso encontro,

nos assusta e nos distancia.

Com impetuosidade, 

nos arrasta e nos maltrata.

Como se fôssemos,

folhas de outono.

 

- Helena Huback –

 

A alma tem rascunhos ...

É preciso ter um coração,
para conhecer a alma.
A alma tem códigos,
tem rascunhos,
tem palavras invisíveis,
tem marcas ....
Múltipla em emoções,
é preciso agigantar o coração,
destravar as portas,
para entender seu conteúdo.



 

- Helena Huback –

 

            Convido aos amigos e leitores a deleitarem com os trabalhos desta grande poetisa Helena Huback, em suas páginas no AVASP e Recanto das Letras através dos links abaixo.


            www.avspe.net/helena/index.php?pgs=perfil&idu=560

            www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=128213

 

 

        A todos amigos boa leitura e obrigado pela visita.

 

Todos os direitos são reservados a autora Lucia Helena Huback, conforme artigo (Lei 9610/98).

Poemas, crônicas e textos de diversos Autores.

Vinícius Reis

    O texto é ótimo, porém com um nível cultural de verbetes e uma singularidade muito expressiva, posso afirmar que a compreensão só dará aos leitores elevados de cultura, por sua complexidade na estrutura.     Mas esta minha humilde opinião não é negativa, e sim,...

A Promessa

        Um rapaz de Cascavel - PR comprou uma moto mas não tinha habilitação, passeando com sua moto pela BR 277 vendo uma blitz da PRF de longe, não tendo como voltar ele desceu da moto e foi empurrando. Passando pela blitz o policial o chamou mas ele já foi logo...

Valdeck Almeida de Jesus

A chegada de Michel Temer no Inferno   Batizado com esse nome É mesmo para temer, Pois parece aquele verbo Criado pra estremecer Todo mundo se amedronta Somente de ouvir dizer.   Ele foi para o inferno Buscar força pra mandar Acabou com o capeta Destruiu tudo por...

Ligia Beltrão

Nós Perfeição   Amo as tuas mãos delicadas Que tiram do meu corpo canções Nas noites pálidas e enluaradas Dentro de nós vibram as emoções   Meus olhos vagam num mar incerto Dos desejos que em meu corpo tremem De pensar em ti de mim tão perto Palavras tontas... Versos que...

Gisiéle Gargioni

        O que falar de um talento assim?         Sei que palavras talvez não seja suficiente para descrever uma poetisa plena, completa.         Me rendo aos poemas de Gisiéle Gargioni – “A princesa da serra...

Laércio Tadeu Januário

O mundo chamado Família.           Neste louco mundo chamado Vida, somos nela lançados através do amor de nossos pais, esta concepção é apenas o início.         Somos apresentados ao mundo através de uma tapa amigo do médico ou...

Memorias de Guerra- Trajetória de Vidas Vividas

        Como não abrir espaço para uma crônica de reflexão destas?         Como não pensar em vitoriosos e derrotados em guerras desumanas?         Como não pensar na vida?      ...

Deunice Maria Andrade.

A fé nos traz a paz, harmoniza nossos sentimentos, abastece nossas forças. Assim como a fé, as palavras, pensamentos e sentimento nobres rega nossa fé. Conheçam um pouco a poetisa que encanta e canta a vida. Leandro Campos Alves. Setembro de 2016.         Conheçam seus...

Miquiáine Laurenço

O que falar de poemas, sem conhecê-los? O que pensar da vida, sem vivê-la? O que imaginar da cultura, sem lê-la?           Cada dia admiro mais as pessoas e os talentos de cada amigo, descubro sonhos e pensamentos, viajo por versos, estrofes e romances.  ...

Hugo Dias "Marduk".

Foi   Foi obra na escuridão, na arte da verdade que nasceu, as flores que sorriu, para o norte que cresceu. Foi corvo que para a morte, no cântico da noite corveja, desprezando a inimizade, da antipatia que inveja. Foi lobos que uivou, sabendo que a noite voltava, os desejos conscientes e...

Neon - Luís Felipe

Mestre dos ladrões   Deguste o vinho, Mais caro que a vida de teu irmão Enquanto tuas bombas explodem em longínqua terra Surdez perante a sinfonia do desespero Leviatã, o simplório ladrão Não esconde o sangue em suas mãos Os que enxergam, mas não possuem visão Se põem a servir, festejar e...

Luciano Spagnol

POETA MINEIRO DO CERRADO Poeta do cerrado, simplista, mineiro de Araguari, fevereiro de 1958, mariano, formado em Fisioterapia pela UCP, Petrópolis, criado no Rio de Janeiro.   "Sou alma do cerrado, pé no chão, do Triângulo, do chapadão... Pão de queijo com café, fogão de lenha, das vilas...

Ione Kadlec

  Ione Kadlec   Graduada em Letras e Pós-graduada em Psicopedagogia na Educação. Autora do livro O Enigma dos Guardiões, Editora Biblioteca 24 horas.  O livro, literatura Fantástica, nasceu com o intuito de por, no papel, ideias da filha única. E, assim, neste encontro de...

Ricardo Cunha Costa

CALOROSA Abraça-me! Abre os braços aos abraços Há tanto que esperando te envolver. Deixa-me, ao te tocar, enternecer Porquanto me reténs os olhos baços. Para o bem ou não, toma-me em teus braços, Sob pena de jamais acontecer... E, entregues à alegria, ousemos ser Apenas dois ladeando breves...

Sainz José del Río.

Luis Alberto de Cuenca escrever uma introdução para as obras completas de esse poeta santanderino. É chamar o seguinte. JOSEPH RIO Sainz é hoje, a partir de sua estátua no Sardinero Santander, um poeta esquecido. leitura obrigatória nas escolas e faculdades transformaram a...
1 | 2 | 3 | 4 >>

Entrevista com o Escritor Leandro Campos Alves.

kellbet.blogspot.

    Agradeço o carinho e a reportagem postada no kellbet.blogspot de minha amiga, Escritora Roberta Kelly.         Convido a todos meus amigos leitores para conhecerem o trabalho de Roberta Kelly através do link.kellbet.blogspot.com.br/p/blog-page.html  ...

Literatura entre Amigos.

  Literatura entre Amigos.   Sábado, 30 de agosto de 2014. Entrevista com Leandro Campos.   Chocolate Quente apresenta, Leandro Campos Alves.             Natural da cidade...

Pense Fora da Caixa, Shirley M Cavalcante.

       Pense Fora da Caixa, Shirley M Cavalcante.     Jornalista Shirley M. Cavalcante (SMC) entrevista escritor Leandro Campos Alves Publicado por Shirley Cavalcante em novembro...

Portal Conexão PB-jornal.

              Jornalista Shirley M. Cavalcante (SMC) entrevista escritor Leandro Campos Alves Publicado por Shirley...

Entrevista com Diego Ferreira.

Entrevista com Diego Ferreira                        Entrevista feita para um novo projeto literário, coordenado por Diego Ferreira, Estudante de Administração pela...

Divulga Escritor com Shirley M Cavalcante.

Divulga Escritor com Shirley M Cavalcante.   Entrevista divulga escritor com a jornalista Shirley M Cavalcante, acessem e vejam na integra a entrevista.                               ...

Frases e pensamentos.

Frases e pensamentos.

     Quero aqui expressar o lado da filosofia de todo poeta, e a cada pensamento e frase dita são oriundas por fontes de inspiração de pequenos momentos, que abrem nossa mente e iludem nossos sentimentos na esperança de um mundo diferente, um mundo de paz, sonhos e...