Juliana Teixeira.

Juliana Teixeira.

         Convido os amigos a conhecerem um pouco da obra da Escritora Juliana Teixeira, que de uma forma especial fiquei conhecendo.

         A escritora Juliana e eu somos moradores do mesmo Estado, porém foi  uma amiga nossa que também é Escritora e moradora da cidade de São Paulo que nos apresentou.

        Ficamos encantados com os textos e trabalhalhos de Juliana. 

        As fronteiras da literatura não existem, a distância é uma mera medida geométrica, porém os trabalhos literários nos eternizam em nosso tempo e na nossa história.

        Eu faço das palavras desta amiga em comum, as minhas palavras em afirmar que a jovem Escritora Juliana Teixeira tem uma forma especial em narrar seus contos e suas histórias.

 

Leandro Campos Alves.

2015.

Apreciem o conto “Sempre inofensivo”

      Estar morta é o mesmo que se sentir assim? Não consigo focar minha visão, meus pensamentos se dispersam como cinzas na água, sinto o peso de cada lágrima que cai em meu rosto. Parece que as comportas de uma represa de memórias foram abertas, e um turbilhão de flashes passa por mim com tanta rapidez… É um pesadelo infernal. Dois minutos são como dez anos.

       Estou amarrada em uma cadeira, como um bandido preso para interrogação. Uma corda muito apertada está prestes a tirar a circulação de minhas mãos, meus braços estão dormentes. Tenho cortes e hematomas por todo o corpo. E ele não para de me encarar. Nunca foi amor. Éuma obsessão doentia e desgastante. Tenho nojo dele.

       Claro que não foi sempre assim. Começou com um simples flerte em uma cafeteria, um troca de olhares e sorrisos inofensivos. Uma conversa amigável, troca de números, um telefonema sem pressão. Encontros românticos e até divertidos, idas ao parque e jantares especiais. Eu deveria ter suspeitado do olhar intenso que Jack me lançava, os sorrisos maliciosos, o tom de voz inabalável. Ele dizia que eu era um enigma, uma peça principal.         Mesmo agora ele me olha do mesmo jeito. Estou coberta de suor, tenho sangue escorrendo por várias partes e não consigo parar de tremer e chorar. Mas lá Jack: me olhando, entretido, como se eu fosse um rato de laboratório. Quantas pessoas já devem ter sofrido nas mãos desse psicopata? Sou a primeira?         Mas o mais importante agora: quanto tempo vai levar para que eu morra?

        É estranho pensar no quanto você não sabe sobre pessoas próximas a você. Seu irmão pode ser chefe de uma rede de tráfico de drogas, sua amiga pode usar uma identidade falsa para vender “artigos de luxo”, seu ficante pode ter um distúrbio mental e te perseguir por becos e ruelas. Não sei se o pior é perceber o quão idiota você é por nunca ter percebido o que acontecia bem na sua frente ou se sentir tão decepcionada por ter tido alguma expectativa levemente alta de que essas pessoas eram “boas” e “confiáveis”. Sabe aquele namorado que você acha que te ama mais que tudo e que você ama de volta? Acontece que ele só queria dormir com você, e não se importa nem um pouco com você. Sabe aquela amiga para quem você conta tudo? Ela não dá a mínima parar você, só queria uma distração da vida horrorosa que leva. No final de tudo, você só tem a si mesmo.

            Jack balança um bastão de um lado para outro. Ele solta frases como “você é minha, e não pode ser de mais ninguém” e “vou provar que você me ama”. Depois me dá um tapa na cara. Ele me acusa de tê-lo traído depois de me encontrar abraçando meu melhor amigo, Eric. Ah, como a vida é difícil para as pessoas ciumentas.

           Fecho meus olhos com força. Não me lembro de ter chegado aqui, de ter sido amarrada. Me lembro de ter sido forçada a transar com ele. Me lembro do olhar fixo que ele mantinha em cada corte que fazia nos meus braços, e como se deliciava em ver o sangue escorrer por meu corpo. Doente.

          Quando eu descobri esse “probleminha obsessivo” de Jack, eu disse que talvez ele deveria procurar ajuda de um profissional. As coisas começaram a ficar mais violentas: ele me batia, eu chamava a polícia, ele me batia, eu chamava a polícia, etc. Não teve fim. Jack sempre escapava. E ele sempre aparecia do nada. Comecei a suspeitar de todas pessoas ao meu redor. Era assustador acordar no meio da noite e pensar que ele poderia estar em algum lugar do apartamento me observando.

           Pensando bem, não é muito diferente agora. Aqui estou eu: um pouco inconsciente. Aqui está ele: me observando delirar. Mas não tenho forças para gritar, me libertar dessa cadeira podre. Sinto um cheiro fétido e me vem um gosto de ferro na boca. Passo a rever todos os passos de uma vítima sobrevivente em filmes de terror. Geralmente, ela sabe lutar – e eu… não sei – ou alguém sabe do paradeiro dela e chama a polícia. Como não sei há quanto tempo estou aqui, duvido que alguém dê por minha falta. Se alguém suspeitar que estou sendo ameaçada/torturada no apartamento de Jack, provavelmente chegarão e não terá muito mais de mim para salvar. Penso em prender o ar até sufocar e morrer.

             Ele me dá um beijo na boca. É agressivo e sinto o gosto de sal e sangue. Dei uma mordida forte em seu lábio inferior, até conseguir arrancar um pedacinho! Sinto uma explosão de dor na minha cabeça e desmaio.

           Escuto vozes de muitas pessoas, mas nenhuma é familiar. Sei que agora estou deitada e ouço sons parecidos com os daquela máquina de hospital que indicam a frequência cardíaca. Não sinto o odor podre de Jack e meu corpo parece ter sido atropelado por um caminhão. Abro os olhos: eu realmente estou em um hospital.

           Uma enfermeira checa minha bolsa de soro e me dá um sorriso complacente. Por que sempre que desmaio acordo em um lugar diferente? Estou usando uma camisola branca e algumas máquinas estão ligadas, fazendo um barulho estranhamente calmante. Não há sinal algum de Jack. Quando o médico chega e me pergunta meu nome, se sinto muita dor e do quanto me lembro, eu respondo tudo de forma muito robótica. Parecem falas decoradas, não há emoção em minha voz. Acho que ainda estou em choque.

         Ele diz que Jack me manteve presa por três dias e que a polícia chegou no apartamento e me encontrou amarrada, sangrando e inconsciente. Eu estava desidratada, muito machucada e que agora teria que fazer um acompanhamento com um terapeuta. Eles me manteriam em observação por alguns dias, mas não houve lesão grave. Quando pergunto sobre Jack, o doutor me dá um sorriso de alívio e me conta que ele está preso e bem longe do estado. Parece que ele era um psicopata extremamente perigoso e procurado pelo FBI. Que sorte a minha.

         O médico me deixa sozinha, disse que eu precisava descansar. Mas quando ele sai, eu penso se ele bate em sua esposa, se a trai. Penso se ele é um bom pai ou bom filho. Também analiso a enfermeira e me pergunto se ela seria capaz de machucar algum paciente enquanto todos dormem.

         Talvez, eu tenha ficado paranoica. Mas a vida me ensinou uma coisa: jamais confie em qualquer pessoa. A única pessoa que sabe o que faz é você mesmo. Seus pais, seu parceiro, irmãos e amigos podem ser pessoas completamente diferentes. Suas realidades podem ser completamente diferentes, a identidade de uma pessoa pode, afinal, não existir nem fazer sentido. Mantenha os conhecidos por perto, mas não confie em ninguém. Confiar é mentir para si mesmo.

 

Juliana Teixeira.

Divinópolis M.G.

  

    Saboreiem as crônicas e contos desta amiga Escritora Juliana Teixeira e tenham um bom tour literário através do seu blog; jardimdossussurros.wordpress.com/

 

Todos os direitos são reservados a autora e ao Blog Jardim dos Sussurros, conforme lei 9.610/98

Escritores Convidados.

Isaías Medina López

        Hoje a literatura não tem mais fronteiras, idiomas e separação de gêneros.         Território é a representação dos limites geográficos de nações, porém o talento literário rompe estas barreiras e nos presenteiam com amizades de...

Kátia Storch Moutinho

        Mineira de Teófilo Otoni-MG, radicada em Vitória - ES desde 1981; neste tempo, um hiato, onde foi cursar Design Gráfico na UEMG, em Belo Horizonte.         Empreendedora por natureza e acima de tudo, alguém que ama...

Gravatá Dea G. Coirolo Antunes

        Nasci no Uruguai, fiquei lá até meus 38 anos. Em 1984 vim para o Brasil como correspondente extrangeira do Jornal El Telegráfo de Paysandu Uruguay. Viajei por outros continentes. Sou prof. de Biologia. Curto poetas como Lorca, Neruda, Miguel, Hernandes; Manuel...

Suely Ribella

  Advogada, Escritora, Poeta Acadêmica Imortal, Membro Nacional Vitalício da Academia de Letras do Brasil-ALB; Membro da Associação Internacional de Poetas; Membro do Movimiento Poetas Del Mundo;   SONHADORES   E nos perdemos  em nossas vidas,  por onde andamos...  E...

Daniel Denani

        Daniel Denani (1987) nasceu e cresceu na cidade de São Paulo, no distrito de Pirituba, zona norte. Iniciou sua carreira como escritor aos 14 anos de idade, quando participou mais com estudos na área poética do que obras e trabalhos propriamente ditos, e foi...

Anuragi Mauricio Antonio Veloso Duarte

    O coração do mundo Doces rusgas de namorados, destinos destilados em aguardentes, cadáveres de generais apodrecendo, turbas de pedintes, claves de sol no ar, quebras de mar na praia à noite, levas de ouriços,  um não sei quê de...

José Alberto Sá.

        Existem aqueles escritores que caminham e lutam para conquistar seu lugar ao sol, mas também existem os mestres, pessoas iluminadas pelo dom divino da expressão, pela força das palavras e pelo carisma, que constroem seu nome sobre a dádiva  de...

Roberto Mello

        Sempre procuramos aquilo que nos dá felicidade na vida, um bom emprego, dinheiro, carros, posição social entre vários outros objetivos! A vida é assim mesmo...         Porém vou dizer a verdade que mais parece uma utopia, ou, uma...

Paulo Braga Silveira Junior.

               Pablito Nerudo é filho de Paulo Braga Silveira (Gerente de recursos humanos, teólogo, poeta e escritor) e de Zilda Sguassábia Silveira (cozinheira, tricoteira, dona de casa e esteio de toda a família) é natural de São João da Boa...

Juliana Teixeira.

         Convido os amigos a conhecerem um pouco da obra da Escritora Juliana Teixeira, que de uma forma especial fiquei conhecendo.          A escritora Juliana e eu somos moradores do mesmo Estado, porém foi  uma amiga nossa que também é...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Notícias Diversas.

Antologia Chuva Literária.

        Uma Antologia de Autores Nordestinos.         Últimas vagas Chuva Literária – Uma antologia de Autores Nordestinos.           Inscrições até 31 de julho de 2017 ou até o preenchimento das 60 vagas, o...

PARA ONDE VAI A CULTURA?

      Por : Aldo Moraes           Depois da tentativa de extinção do Ministério da Cultura, veio a redução de orçamento e o corte em importantes editais que valorizavam a memória, a formação de público e a criação artística no Brasil. De Norte a...

14º Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães

             Promovido pela Secretaria de Estado da Cultura, Turismo e Lazer do Rio Grande do Sul (Sedactel/RS), por meio do Instituto Estadual do Livro (IEL), em parceria com a Universidade de Passo Fundo (UPF) e a Prefeitura de Passo Fundo, o 14º...

O viajante poderá ser reconhecido como o maior poema mundial da Literatura portuguesa.

        A Deus agradeço e dou honra por esta dádiva, pois só ele é capaz de dar-nos o caminho da vida e mostrar-nos nosso objetivo no mundo.           Aos amigos quero alegremente comunicar que o livro “O Viajante” já está em fase de...

Serial killers não são doentes

  "Serial Killers não são doentes", diz a pedagoga autora de livro.                Simone Silva explica o que levou a traçar os perfis de 468 assassinos em série de todo o mundo.     PUBLICADO EM...

I Concurso Literário da Fundação de Cultura de Barra Mansa

        A Fundação de Cultura de Barra Mansa, por meio da Biblioteca Municipal Professora Adelaide da Cunha Franco, promove Concurso Literário Municipal, na categoria Poesia. As inscrições poderão ser realizadas até o dia 14 de julho, de forma gratuita.  ...

Vencedores do XIII Concurso Literário Poesias sem Fronteiras

    É com muita alegria que estamos revelando o resultado do XIII Concurso Literário Poesias sem Fronteiras, muito me alegra em ser o receptáculo de sonhos de inúmeros escritores de todo o Brasil e do Exterior.     A literatura é uma nobre arte que não pode ser...

Divulga Escritor e Texto Ideal

Divulga Escritor e Texto Ideal fecham parceria exclusiva para elaboração de textos literários profissionais Autor, profissionalize a apresentação do seu livro por meio de um texto profissional/jornalístico para divulgação de sua obra. Depois de muito trabalho, enfim, você conseguiu publicar seu...

2ª Virada Cultural em Liberdade Minas Gerais.

        A virada cultural tem com finalidade valorizar e trazer as pessoas que fazem a cidade de Liberdade acontecer, através da arte.         No dia 02 de Julho de 2017 teremos apresentações musicais, artistas de Liberdade, declamação de...

Concurso contos Paulo Leminski 2017.

PREMIAÇÃO DO 27º CONCURSO (2016) h 1º Lugar “Formigueiro”, de Luiz Antônio de Souza Loredo, de Londrina, PR; h 2º Lugar: “Zé Firmino””, de Wilker Leite de Sousa, de São Berrnaro do Campo, SP; h 3º Lugar: “Felícia”, de Valverez Cardoso Gomes, da cidade de São Paulo, SP; h Melhor Conto Toledano:...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Biografias de Escritores Brasileiros.

André Luis Soares

        ANDRÉ LUÍS SOARES nasceu em Brasília em outubro de 1964, mas criou-se no Rio de Janeiro, sob a influência cultural da bela Copacabana das décadas de 70 e 80. De volta à Capital Federal na adolescência, estudou Economia pela Universidade Católica de Brasília....

Ormuz Simonetti

        Estava procurando informações sobre a biografia de uma personalidade que muito me chamou a atenção, Ormuz Simonetti, por incrível que pareça deparei-me com muitas informações em sites, blogs, jornais etc...         Mas me...

Walber Gonçalves de Souza

Graduado em História pelo Centro Universitário Assunção (1999). Especialização (Lato sensu) em Ciências do Ambiente pelo Centro Universitário de Caratinga (2002). Mestrado em Meio Ambiente e Sustentabilidade pelo Centro Universitário de Caratinga (2005). Desde 2002 é professor do Fundação...

Raimundo Colares Ribeiro

        Natural de Tefé, no Amazonas, Raimundo Colares Ribeiro é filho de Hildebrando Ribeiro e Teresa Colares de Lima. Casou-se com a senhora Kátia Maria dos Santos Colares Ribeiro, de cuja união nasceram seus três filhos: Rickson, Rennier Recco e...

Afonso Estebanez Stael

        Nascido em 30/10/1943 na região agreste do município de Cantagalo-RJ, é advogado, escritor, cronista, poeta, jornalista, crítico literário e verbete da “Enciclopédia de Literatura Brasileira” e do “Dicionário de Poetas Contemporâneos”. Cursou o Ensino...

Hamilton Castardo.

    Nascido na cidade de Jundiaí, São Paulo, em 19 de fevereiro de 1963 Hamilton Castardo sempre gostou de leitura. Lia tudo que aparecia, livros, revistas gibis, livros de bolso, Monteiro e Drummond, enfim, gostava de ler. Formou-se em Administração de Empresas e, logo em...

Toni Vaz

        Mineiro de Coronel Fabriciano, Toni Vaz é poeta, cronista, contista, romancista jornalista, radialista, bacharel em Direito, servidor público federal, palestrante motivacional, além de ser um cruzeirense apaixonado.         Como...

Isabela Meggiolaro

24 anos, atriz e escritora volta-redondense. Autora da obra “Maria Casadevall - A dramaturgia dos meus versos”, lançada em 2014, no Rio de Janeiro. A artista se apaixonou pelo teatro aos 6 anos de idade, ainda na terra natal, Volta Redonda, interior do Rio, onde fez parte da Cia Atenas por 5 anos....

Déby Schutze

        Déby Schutze é Terapeuta Metafísica Transenergética e Palestrante Espiritualista, formada pelo médium Luis Antonio Gasparetto com quem estuda e pratica técnicas energéticas no Colegiado dos Filhos da Luz. Metafísica há mais de 20 anos, também é Reiki Master...

Daiane Duarte

        Daiane Duarte tem 24 anos e é amante das obras de Jane Austen e Fiódor Dostoievski, sendo Crime e Castigo seu livro preferido. Ela escreveu seu primeiro livro aos 12 anos e a partir daí não parou mais. Teve seu primeiro romance (SEMPRE VAI HAVER UMA CANÇÃO)...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>