Jorge Amado.

 Jorge Amado.

 

 

 
 
 
        Jorge Amado faria cem anos em 2012. O escritor que deu expressão à identidade da Bahia e do povo brasileiro, será homenageado no Brasil. As comemorações na Bahia, terra natal do escritor, começaram já em 2011.
        Em 2012, Jorge Amado completaria cem anos. A efeméride vai ser celebrada este ano por todo o Brasil, com especial enfoque na Bahia, local onde o escritor nasceu e se inspirou e que já começou a fazer a festa.
        Durante as comemorações do centenário de Jorge Amado, haverá exposições, cinema, debates e novos lançamentos da sua obra, como é o caso da caixa comemorativa, "As Mulheres de Jorge Amado", com os romances "Tieta do Agreste", "Dona Flor e Seus dois Maridos", "Gabriela Cravo e Canela" e "Tereza Batista Cansada da Guerra". A Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense desfilará, a 16 de fevereiro, em honra do escritor e o Carnaval de Salvador terá como inspiração o universo de Jorge Amado.
        Jorge Amado nasceu em Itabuna, na Bahia, a 10 de agosto de 1912. A sua infância foi maioritariamente passada em Ilhéus onde aprendeu a ler, inicialmente, pela mão da mãe. Dessa infância, o escritor trouxe para a sua obra as experiências de vidas no mar, o universo da cultura do cacau e as disputas pelas terras.
        Amado começou a escrever aos 14 anos como jornalista no Diário da Bahia, no Imparcial e no Jornal. Na década de 30, transferiu-se para o Rio de Janeiro para estudar Direito. Nessa altura travou conhecimento com intelectuais de esquerda e tornou-se membro do Partido comunista Brasileiro (PCB).         Em 1931, publicou o seu primeiro romance, "O País do Carnaval". Nos anos seguintes, os seus ideais de esquerda acabariam por conduzi-lo a quatro prisões e ao exílio.
        Em 1945, foi eleito deputado federal pelo PCB e, nesse mesmo ano, conheceu Zelia Gattai, com quem casou, teve dois filhos e viveu até aos seus últimos dias. Durante a década de 40 e 50, Jorge Amado viajou pela América Latina, Leste Europeu e União Soviética. A sua militância política caracterizou-se pela tentativa de aprovação de projetos de lei como a liberdade religiosa.
Uma vasta produção literária
        Em 1950 o escritor rompeu as suas ligações ao PCB porque, segundo afirmou, esse engajamento impedia-o de ser escritor. A partir dessa altura a sua literatura passou a caracterizar-se pelo humor, pela sensualidade, pela miscigenação e pelo sincretismo religioso, como é o caso de obras como "Gabriela, Cravo e Canela" (1958), "A Tenda dos Milagres" (1969) ou "Tieta do Agreste" (1977). As obras possuem toques de picaresco, sem perder essência de crítica social e a poética que as caracteriza.
        Jorge Amado foi eleito, em 1961, para a cadeira 23 da Academia Brasileira das Letras. No mesmo ano publicou "Os Velhos Marinheiros". Seguiu-se a publicação de "Os Pastores da Noite" (1964) e "Dona Flor e os Seus Dois Maridos" (1966), onde o autor retomava temas da infância, o misticismo ou a turbulência popular. Numa prosa de sabor poético, a sua empatia singular transportou os negros, os humildes e os marginalizados para as narrativas ricas de sentimento humano e de amor à sua terra natal. Jorge Amado identificou várias vezes a sua personagem como sendo o povo, em movimento na beleza da paisagem, para chegar a um cais de misérias várias: desde a vida difícil dos negros da cidade, aos trabalhadores explorados no campo pelos coronéis feudais e latifundiários do Brasil.
        O romântico contador de histórias, como ele próprio preferia intitular-se, foi reconhecido e ganhou prémios de literatura de língua portuguesa, como o prémio Camões (1995), o prémio Jabuti (1959 e 1997) e do Ministério da Cultura (1997). A partir da década de 80 passou a viver entre Salvador e Paris. Jorge Amado conviveu com personalidades como o poeta chileno Pablo Neruda, o casal Jean-Paul Sartre & Simone de Beauvoir e Picasso. O cantor Caetano Veloso, Oscar Niemeyer e o artista plástico Moacyr Scliar, também estão entre os amigos presentes ao longo da sua vida.
        Escreveu romances, novelas, literatura infantojuvenil, poesia, teatro, contos, guias de viagem e relatos autobiográficos. A sua obra encontra-se publicada em mais de cinquenta países e foi adaptada com sucesso para rádio, cinema, televisão e teatro. As suas personagens tornaram-se parte indissociável da vida brasileira. Jorge Amado faleceu a 6 de Agosto de 2001 na cidade de Salvador. A seu pedido, o corpo foi cremado e as suas cinzas espalhadas em volta de uma mangueira da sua residência, no Rio Vermelho.



Fonte: www.centenariojorgeamado.com.br/Midia.aspx?publicacao=170
(Jornalismo Porto Net)

 

Biografias de Escritores Brasileiros.

Walber Gonçalves de Souza

Graduado em História pelo Centro Universitário Assunção (1999). Especialização (Lato sensu) em Ciências do Ambiente pelo Centro Universitário de Caratinga (2002). Mestrado em Meio Ambiente e Sustentabilidade pelo Centro Universitário de Caratinga (2005). Desde 2002 é professor do Fundação...

Raimundo Colares Ribeiro

        Natural de Tefé, no Amazonas, Raimundo Colares Ribeiro é filho de Hildebrando Ribeiro e Teresa Colares de Lima. Casou-se com a senhora Kátia Maria dos Santos Colares Ribeiro, de cuja união nasceram seus três filhos: Rickson, Rennier Recco e...

Afonso Estebanez Stael

        Nascido em 30/10/1943 na região agreste do município de Cantagalo-RJ, é advogado, escritor, cronista, poeta, jornalista, crítico literário e verbete da “Enciclopédia de Literatura Brasileira” e do “Dicionário de Poetas Contemporâneos”. Cursou o Ensino...

Hamilton Castardo.

    Nascido na cidade de Jundiaí, São Paulo, em 19 de fevereiro de 1963 Hamilton Castardo sempre gostou de leitura. Lia tudo que aparecia, livros, revistas gibis, livros de bolso, Monteiro e Drummond, enfim, gostava de ler. Formou-se em Administração de Empresas e, logo em...

Toni Vaz

        Mineiro de Coronel Fabriciano, Toni Vaz é poeta, cronista, contista, romancista jornalista, radialista, bacharel em Direito, servidor público federal, palestrante motivacional, além de ser um cruzeirense apaixonado.         Como...

Isabela Meggiolaro

24 anos, atriz e escritora volta-redondense. Autora da obra “Maria Casadevall - A dramaturgia dos meus versos”, lançada em 2014, no Rio de Janeiro. A artista se apaixonou pelo teatro aos 6 anos de idade, ainda na terra natal, Volta Redonda, interior do Rio, onde fez parte da Cia Atenas por 5 anos....

Déby Schutze

        Déby Schutze é Terapeuta Metafísica Transenergética e Palestrante Espiritualista, formada pelo médium Luis Antonio Gasparetto com quem estuda e pratica técnicas energéticas no Colegiado dos Filhos da Luz. Metafísica há mais de 20 anos, também é Reiki Master...

Daiane Duarte

        Daiane Duarte tem 24 anos e é amante das obras de Jane Austen e Fiódor Dostoievski, sendo Crime e Castigo seu livro preferido. Ela escreveu seu primeiro livro aos 12 anos e a partir daí não parou mais. Teve seu primeiro romance (SEMPRE VAI HAVER UMA CANÇÃO)...

Richard Simonetti

          Bauruense da gema, Richard nasceu em 10 de outubro de 1935, filho de duas tradicionais famílias de descendência italiana.         Do lado materno, a família Marchioni. O avô, Valentim Marchioni foi conhecido comerciante na...

Rosimeire Leal da Motta Piredda

....................         Rosimere nasceu e reside no município de Vila Velha, no Estado do Espírito Santo, em 16 de abril de 1969.         É  por formação, Professora, Técnica em Contabilidade e Secretária Aposentada.  ...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

Antologias

Revista Literária Café com Letras 2016.

Café - com - Letras Revista Literária da Academia de Teófilo Otoni     Nº 14 – DEZEMBRO/2016 Publicação anual ISSN 2317-7985     ACADEMIA DE LETRAS DE TEÓFILO OTONI Fundada em 20 de dezembro de 2002 Rua Manoel Dantas, 230, Grão Pará 39800-175 Teófilo Otoni – Minas...

Antologia Justiça e Igualdade Social.

        Quero agradecer a Deus e a todos amigos que acompanham meus trabalhos, neste ano de 2016 participei de quatro concursos literários, sendo dois acadêmicos e dois internacionais, e de todos meus trabalhos foram classificados e publicados.  ...

Antologia Poesias Sem Fronteiras.

        Hoje venho compartilhar com todos nossos amigos mais esta conquista literária.         Participei do “XII Concurso Literário Poesias sem Fronteira” no início deste ano, concurso com a divulgação nacional organizado pelo Escritor e...

Antologia Poetas fazendo Arte nas Gerais.

Vem aí.."Antologia Poetas fazendo Arte "nas Gerais"    Meu trabalho que faz parte da antologia:           Uma particularidade que vou revelar agora deste trabalho é que a trilogia dos sonetos é um único poema, usando a Liberdade poética, destruí a...

Revista Literária Café-com-Letras

Café-com-Letras Revista Literária da Academia de Letras de Teófilo Otoni Nº 13 - DEZEMBRO/2015 Publicação anual     ACADEMIA DE LETRAS DE TEÓFILO OTONI Fundada em 20 de dezembro de 2002 Caixa Postal 103 – Teófilo Otoni – MG – 39800-970 www.letrasto.com – Telefone: 33...

Antologia Nasce um Poeta.

        Antologia Nasce um Poeta.         Publicação pela Editora Sampa.         Outubro de...

Antologia Além do Olhar, por Zulmar Pessoa de Lima Tamburu.

            Antologia Além do Olhar, Publicado em São Paulo, pela Editora Celeiros de Escritores, com a Coordenação de Zulmar Pessoa de Lima Tamburu, no primeiro semestre de 2014. Caxambu, MG   As Mãos que...

Crônicas de Leandro Campos Alves.

Senhor Digué.

        Um dia, quando adolescente, eu estava sentado no banquinho de madeira dentro de uma mercearia, cujo o proprietário era pai de um grande amigo, quando percebi entrar uma criança meio ressabiada com olhar desconfiado e todo acanhado, olhando na direção do dono...

Ciúmes...

Foto web           A vida é mesmo cheia de sentimentos, obstáculos, raivas e falta de compreensão.     Sou Paulo e casei-me muito cedo, mas tinha certeza do que queria, pois maturidade nunca me faltou, mas minha impetuosidade sempre esteve comigo, em...

Curiosidades de Liberdade Minas Gerais.

        A crônica que passo a contar, é uma daquelas que todos pensam que só acontece em histórias fictícias das mentes brilhantes de grandes escritores.         Mas a realidade muitas vezes se confunde com as histórias e romances, pois na...

Fundação da Rádio Comunitária Liberdade FM.

        A rádio que recebeu o nome em homenagem a nossa cidade, “Liberdade”, tem sua origem e fundação uma história que poucas pessoas sabem de verdade, ou, quase ninguém, porque os fundadores da rádio são poucos que estão entre nós, infelizmente.  ...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>