Escritores de Liberdade/MG.

Escritores de Liberdade/MG.

        Liberdade é uma cidade com forte laço cultural, que mesmo cravado entre as montanhas de nossas Minas Gerais, com ritmo interiorano e com grande influência rural, tinha tudo para sua população manter um dialeto carregado coloquialmente e fechar-se arquitetonicamente em construções arcaicas.

        Porém na contramão de nossa herança cultural, a cidade foi se desenvolvendo, mantendo seu ritmo calmo do interior, onde os vizinhos se conhecem, cumprimentos de bom dia, boa noite e outros são comuns, tomar bênção dos mais velhos da família ainda é um prazer e não uma obrigação. E ainda achamos um ombro amigo e verdadeiro para a boa conversa.

        A cidade foi se construindo, e com influência de duas grandes instituições de ensino que possuem em seu quadro docente, mestres de cabeça aberta e além de seu tempo.

        Nossos jovens espalharam-se pelo país e o pelo mundo.

        E para nosso orgulho, mentes brilhantes surgem e surgiram, desbravando seus tempos, mesmos quietos como bons mineiros, elas estão entre nós.

        Neste espaço quero reverenciar a biografia de nossos escritores com obras publicadas, pois vejo no SEO da internet todo tipo de assunto sobre nossa cidade: Festas, culturas, estatísticas comércio e vendas, porém falta a referência à cultural literária, ou melhor, faltava.

        Liberdade tem 5.346 habitantes de acordo com dados do IBGE, isso indica que para cada grupo de 763 pessoas existe um escritor com obra publicada, e este dado ainda poderá aumentar muito.

        Aos nossos amigos libertenses que conheçam um escritor conterrâneo filho de Liberdade, ou que tenha em seu sangue origem de nossos cidadãos, que me enviem sua biografia, para não  esquecermos de ninguém, e assim, fazermos a justa homenagem à nossa cultura, à nossa família e à nossa cidade.

 

Deuseli Campos Alves.

        Sou escritora e professora de Língua Portuguesa, natural de Liberdade/MG, autora de dois livros de poesias, o mais recente publicado pela Real Academia de Letras do Rio Grande do Sul, membro da Ordem da Confraria dos Poetas da Ordem do Dragão Dourado (RS), da Fundação Culrural Del' Secchi, participante da XIV Enciclopédia da Literatura Brasileira Contemporânea, vencedora do 1º Concurso Literário Nacional Buriti Cronicontos na categoria "crônicas", colaboradora do Museu de História e Arte Regional (MHAR) - Liberdade e o Sertão da Mantiqueira, desenvolvido pela UNESP de Bauru.

 

 

 

Letícia da Cunha Barros Bavuso.

Personagens que fazem parte da Nossa História - Letícia da Cunha Barros Bavuso

 

        Letícia da Cunha agora é mais uma estrela que brilha no céu.

        Acaso perguntassem como as pessoas se lembram de Letícia, por mais diversas que possam ser as respostas, certamente a palavra chave seria Alegria. Sempre com um sorriso no rosto, e o espírito alegre que a todos contagiava, ela viveu intensamente a vida.

        Filha de José Alves de Barros e Alcina Maria da Cunha Barros, nasceu Letícia aos 17 de dezembro de 1972, em Volta Redonda/RJ, mas foi em Liberdade/MG que passou a infância e a juventude com os irmãos Rinaldo e Eliza.

        Em Liberdade, cursou até o ensino médio. Estudiosa, responsável e dedicada, continuou os estudos superiores na Universidade Federal de Juiz de Fora, onde se formou em Assistência Social. Trabalhou na Associação Municipal de Apoio Comunitária de Juiz de Fora – AMAC, onde fez parte da diretoria, foi Coordenadora do Projeto Curumim e do Centro de Referência de Assistência Social/CRAS. Abraçou a profissão com a determinação de quem fez escolha por vocação, sempre ao lado das causas humanitárias.

        A LUTADORA

          Muito religiosa e católica, Letícia fez parte do Encontro de Casais com Cristo/ ECC e procurava sempre seguir os princípios e valores cristãos.

        Há cerca de três anos, Letícia descobriu que estava com câncer de ovário. Passou por extensa cirurgia no Hospital Monte Sinai, em Juiz de Fora. A partir daí iniciou uma luta sem precedentes contra o câncer. Exemplo de enfretamento à doença, procurava levar uma vida normal, visitava pessoas portadoras de câncer, a quem levava conforto e mensagens de otimismo e esperança na cura.

        Um ano após receber o diagnóstico da doença, foi considerada inapta, ao tentar assumir um cargo garantido em concurso público. Em entrevista ao Jornal do SINSERPU, desabafou: “Fiquei abalada emocionalmente, mas não poderia deixar de lutar por meus direitos. Estudei, paguei cursinho, comprei livros e colhi os frutos com minha aprovação. Naquela época não estava doente, mas houve morosidade nas nomeações. Comecei a questionar qual é o espaço que passei a ocupar na sociedade.”

        Sua indignação a mobilizou a ingressar na luta a favor das pessoas portadoras da doença, que culminou com a lei número 12.751 do Município de Juiz de Fora sancionada em 09/01/2013, que prevê ao paciente com câncer, entre outras medidas, tratamento especial na Rede Municipal de Saúde, garantia de acesso ao transporte, à moradia, à educação e à prestação de serviços públicos municipais, de qualquer natureza.

        Após período de muita luta, faleceu Letícia, em 08 de Janeiro de 2014, em Juiz de Fora-MG, cidade onde morava. Seu sepultamento foi no dia 09 de janeirode 2014 na cidade de Liberdade-MG, terra  tão amada. Na memória de todos, ficou o exemplo de liderança, de luta, de amor à família e ao próximo. Deixou o esposo Marcos Bavuso, com quem viveu por seis anos.

        Em 2002, publicou um livro de poesias intitulado de “Reviravolta” e deixou dois livros inéditos; um de poemas e outro sobre o câncer.

        A família recebeu Moção de Pesar da Câmara Municipal de Juiz de Fora, mensagem da Paróquia Santa Rita de Cássia, e da Catedral Metropolitana de Juiz de Fora.

        Num momento tão doloroso, com a perda de pessoa tão querida, os familiares fizeram a doação das córneas de Letícia. Um gesto humanitário que certamente ela aprovaria.

Iluminadas

 

Há pessoas que são sempre pontas de brilho em nosso caminho.

São focos de luz, onde há escuridão.

São almas raras, certamente, com auras claras.

São alegrias.

Quem sabe se são anjos?

Quem sabe explicar o mistério da sensação de paz e confiança que algumas pessoas irradiam?

Na tristeza, um sorriso. No desespero, uma presença calma que assenta a impaciência e a vontade de não enxergar além.

Há pessoas, que são bem mais que pessoas.

 

        Parecem ver, mais que um olhar. Hão de ser sempre iluminadas. Sempre especiais. Devem, com certeza, ser um reflexo de alguma estrela que brilha lá no céu!

Letícia.

(Fonte: Alcina Cunha Barros)

     

    Jose Xaides de Sampaio Alves.

        José Xaides  nasceu em 30/09/1960, na cidade de Arantina Minas Gerais, filhos de Pai: José Leopoldino Alves e, Maria Aparecida de Sampaio Alves.

     Porém é com imenso carinho e orgulho a cidade acolheu e é acolhida por toda sua família, que já é parte de nossa história. E muitos de seus descendentes são filhos de nossa cidade.

        Possui Doutorado(2001), Mestrado(1993) e Graduação(1983) em Arquitetura e Urbanismo pela USP de São Paulo. Realiza Pesquisas e tem publicações em livros, congressos e periódicos na área de Planejamento Urbano e Regional. É Membro dos seguintes grupos de pesquisa / extensão / ensino: CP-Cidades, Centro de Pesquisa Sobre Cidades da FAAC-UNESP de Bauru; Programa de Governança para a Administração Municipal da FCL-UNESP de Araraquara e Representante da FAAC no CENEPP-Centro de Estudos e Práticas Pedagógicas. Coordena os Seguintes Projetos de Pesquisa/Extensão/Ensino da UNESP: Programa Unesp para o Desenvolvimento Sustentável de São Luiz do Paraitinga SP e Gestão do Plano Diretor Participativo de São Luiz do Paraitinga (a partir de janeiro de 2010); PEDESS - Planos Estratégicos de Desenvolvimento Saudável e Sustentável e PDPB - Planos Diretores Populares de Bairros; MHAR-Museu de História e Arte Regional; Programa de TV e outras Mídias - Ágora 21. Coordenou a INCOP - Incubadora de Cooperativas Populares da UNESP de Bauru entre 2005 e julho de 2009. Coordenou entre 2004 e 2007 pela UNESP - Bauru em parceria com a Fundunesp - Fundação para o Desenvolvimento da UNESP e PROGAM - Programa para Governança na Administração Municipal, 20 projetos de extensão e pesquisa em Planos Estratégicos de Desenvolvimentos Locais e/ou Regionais e Planos Diretores Participativos, especialmente em regiões e municípios de baixo IDH do Estado de São Paulo. É professor desde 1985 da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, nos Cursos de Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo - DAUP, Design e Comunicação Visual em Bauru SP, tendo sido Chefe do DAUP no biênio 2006 e 2007 e nas Pós Graduações Lato Senso da FEB de Bauru e FCL de Araraquara. Foi Secretário de Planejamento do município de Bauru entre 2003 e 2005 . É pesquisador e tem experiência na área de Planejamento Participativo Regional, Urbano e Rural; Direito Urbanístico; Urbanismo e Arquitetura. É representante eleito pela área de Ciências Humanas no CADE - Conselho de Administração e Economia e na CEAFA da UNESP; membro do Conselho de Ética da FAAC e Associação dos Docente de Bauru. (Fonte: Currículo Lattes)

 

 Márcio Campos.

 

Jornalista  Márcio Campos.

        O jornalista Márcio Campos é filho do libertense Zé Lamim, e neto do saudoso “Dão Dias”, o jornalista é natural de Cruzília, ele foi criado até os cinco anos em Liberdade no distrito de Augusto Pestana.

 

 

 

Marcio Campos, é um jornalista brasileiro. 

Nascimento: 1974, Cruzília, Minas Gerais

Obra: A tragédia de Eloá: uma sucessão de erros

 

        Com cinco anos, mudou-se para Cruzeiro, no Vale do Paraíba, com sua família, que possuía um bar-restaurante, local onde aprendeu a lidar com o público.

        No ano de 1992, passou a cursar jornalismo na Faculdade de Comunicação Social da Universidade de Taubaté. Já formado, tornou-se repórter de diversas rádios, tais como Cultura, Cacique, Difusora, além de trabalhar no Jornal Vale Paraibano.

        Estreou na Televisão na TV Alterosa de Varginha, afiliada do SBT. Já no ano de 1996, retornou à cidade de Taubaté, com o objetivo de atuar na Band Vale. Após três anos, chegou à Band SP, e no ano seguinte, transferiu-se para a TV Record, onde trabalhou em diversos telejornais, o último deles o Cidade Alerta', atuando com José Luís Datena. Após três anos, retornou à Band, continuando a atuar com Datena, agora, à frente do Brasil Urgente.

        Em dezembro de 2008 lançou o livro A tragédia de Eloá – Uma sucessão de erros sobre o assassinato de Eloá Pimentel.

        No dia 17 de junho de 2011, tornou-se apresentador do Primeiro Jornal, em substituição a Luciano Faccioli. Após deixar a apresentação do Primeiro Jornal, continuou apresentando eventualmente o Brasil Urgente. No dia 2 de junho de 2012 ganhou seu próprio telejornal, o Acontece.


 

 

Rone Wulff Araújo de Carvalho Filho.

            Jovem amante das artes, que escreve livros desde os seus seis anos de idade e, o seu primeiro livro foi “O livro mágico”, um livro escrito por hobby.

Aos dez anos, escreveu “Acordar” seu primeiro livro a ser registrado no EDA (Escritório de Direitos Autorais), embora não publicado. Atualmente mora em Liberdade – MG

            Publicou pela editora Clube de Autores a trilogia, “A Tormenta dos Reinos, Volume 1”, “A Tormenta dos Reinos, volume dois”, “A Tormenta dos Reinos, os Três Reis”. 

           Mesmo morando em uma cidade pequena, ele não se deixa desanimar pelas dificuldades que encontra para produzir seus curtas, e com ajuda de amigos e familiares, Rone constrói seus filmes com muita criatividade. ( Fonte: Clube de Autores)

 

Leandro Campos Alves.


 

        Leandro Campos Alves é natural da cidade Mineira de Liberdade.

        Membro da Academia de Letras de Teófilo Otoni, AMOR VINCIT OMNIA.

        Cronista, Colunista Literário, Poeta e Escritor romancista que desponta na literatura Brasileira.

        Publicou em 09/2013 a o romance “Instinto de Sobrevivência” pelo Clube de Autores e o E-book pela Editora Saraiva; participou da Antologia “Além do Olhar” pela Editora Sucesso em 01/2014; em 27 de fevereiro de 2014 publicou a nova forma literária de redigir romances,     “O Lamento de José”, pelo Clube de Autores e o E-book pela Editora Saraiva; em outubro de 2014 participou da Antologia “Nasce um Poeta” pela Editora SAMPA; em fevereiro de 2015 publicou seu primeiro livro de poemas e crônicas, “Metáforas da Vida”, pela editora Clube de Autores e E-book pela Editora Saraiva; em 30 de outubro de 2015 organizou sua primeira Antologia,” Liberdade dos Poetas”, pelo Clube de Autores e Publique Saraiva; participou de seu primeiro trabalhado pela Academia de Letras Teófilo Otoni em novembro de 2015, com o poema Paz, na Revista Literária Café-com-Letras.

        Foi jurado da segunda amostra de Raízes de poesias em Aiuruoca MG em 12/2013.

        Têm em seu currículo várias entrevistas, entre elas, a do Divulga Escritor, Conexão Portal PB, Pensando Fora da Caixa, elaboradas pela Jornalista Shirley M. Cavalcante, de João Pessoa Paraíba, reeditada na edição especial de natal de 2013, Revista Literária da Lusofonia - Divulga Escritor, e divulgada em Portugal.

        Em abril de 2014, participou da edição especial comemorativo de um ano da Revista Literária da Lusofonia - Divulga Escritor, com artigo sobre o romance Lamento de José.

        Participou de uma nova reportagem para Revista Gota D’água, Edição 10 de Janeiro 2014. Revista circulante para os funcionários da Companhia de Saneamento do Estado de Minas Gerais.

        Artigos no Jornal Correio do Papagaio edição 894 de outubro de 2015, novo artigo com uma página no mesmo jornal edição 903 de 31 de dezembro de 2015, e destaque na página inicial.

        Artigo no Jornal Panorama edição 1180 em 18 de dezembro de 2015, de uma página e destaque na página inicial, sobre o lançamento da Antologia Liberdade dos Poetas.

        Em setembro de 2014, participou da entrevista feita pela Escritora Roberta Kelly, para o portal Literatura entre Amigos, São Paulo Capital.

        Colaborador de várias comunidades literárias no país e outras em países latino americanos, integrante e colaborador da ”Social Rearde Writer Artist” no Brasil, Milan e Roma; Recanto das Letras; Beco dos Poetas, Poetas e Escritores do Amor e da Paz e Poesia Fã Clube.

        Em Junho de 2014, iniciou os trabalhos como Colunista do projeto Divulga Escritor, de João Pessoa Paraíba.

        Escritor do Clube dos Autores desde 2013, em 2014 firmou contrato com a Editora publique/Saraiva.

 

        Ainda vamos buscar a biografia de nossos fraternos escritores, José Niuton Alves, Onofrina A Silva Campos, Maria Angela e outros...

 

Conheçam um pouco da História de nosso municipio.

 

        A primeira capela foi construída há 212 anos. Cidade no Sul de Minas, emancipada em 1923, tem economia baseada na agricultura, pecuária, indústria e comércio. O Jubileu do Senhor do Bom Jesus é sua principal festa, que tem participação de romeiros vindos de todas as partes do País. 
        O aspecto geral de seu território é montanhoso, com a sede à 1200 metros acima do nível do mar. Capivaras, pacas, jacus, marrecos, codornas e várias outras espécies de aves constituem sua  fauna.
        Livramento, antigo nome da cidade, foi elevado à freguesia em 1855. Foi no ano de 1923 que a denominação foi mudada para Liberdade, nome mantido pelo município criado em 1938. A história do local se baseia na fé de seus moradores. 
        A igreja matriz da cidade, construída em 1775, abriga a imagem do padroeiro Bom Jesus, notável pela altura de 1,90 m e pelas formas esculpidas em cedro inteiriço. A origem da imagem encontra registro apenas em uma lenda contada pelos habitantes do lugar. Segundo a lenda, apareceu no povoado, um velho peregrino disposto a fazer a imagem de Bom Jesus, satisfazendo o desejo dos moradores. 
        Esse peregrino solicitou apenas uma ferramenta e um compartimento fechado, onde pudesse trabalhar sozinho. Depois de algum tempo, sem qualquer indício da presença do velho, os moradores do povoado resolveram arrombar a porta e deparou-se com a imagem e nenhum sinal do artista. O acontecimento foi considerado por todos como um milagre. Atualmente, no mês de setembro, é comemorado o jubileu do Senhor Bom Jesus do Livramento, quando é grande a presença de romeiros envolvidos com as festividades e cerimônias.    

(Fonte:SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA)

O País e o Mundo.

Tragédia em Pedrógão.

        Simplesmente não tenho palavras para falar neste momento sobre a tragédia que passam meus amigos em Portugal, alguns amigos moram na região que está em chamas e por eles eu oro, e também peço a Deus o conforto aos familiares e a toda população que estão no meio...

Zé Fumaça Dionísio

        Aos amigos leitores, peço licença e abro espaço carinhosamente na Literatura para apresentar este talento de Minas. Um grande intérprete que nos leva à felicidade de saber, que boas músicas como as interpretadas por Raul, Zé Geraldo, Ventania entre outros,...

Safra recorde 2017.

        Não sabia que o governo Brasileiro tinha o poder divino de Deus? ...         O Brasil anuncia safra recorde em 2017, e nosso presidente anuncia que é resultado de seu governo.         2013 – 2014 –...

Benfeitor Luís Antônio Caldas Hermida Marques.

          O mundo não tem limites, é vergonhoso ver a existência de pessoas que não promovem o bem, e denigre quem o faz.         Nesta semana o face do benfeitor Luís Antônio Caldas Hermida, foi “Rackeado” de uma forma infame, e...

Censura democrática? Ou Ditadura em cordeiro?

        Nesta semana o poder político nos mostra a sua face cruel novamente, pois na calada da ignorância e do medo dos movimentos populares, a classe política de nosso país mandou retirar do ar o vídeo que a igreja protege os menos favorecidos do nosso país, falando...

Débora Artes.

        A você meu amigo lojista, floristas ou noivas que estão organizando o sonho de sua vida, venho apresentar uma artesã que muito me chamou a atenção pelo seus trabalhos.          A perfeição das flores chega ao extremo de...

Tainã Falcão interpreta Elis Regina.

        Caxambu nos revela a cada dia a Cidade da Cultura, do laser, das descobertas.         Neste sábado 12 de maio de 2017, estava andando pelo centro de Caxambu, quando uma voz suave me chamou atenção, acompanhei os acordes e tive o...

1ª Feira de Gado e 6º Leilão de Gado Em Geral.

        Oportunidade de grandes negócios acontecerá no Recinto de Eventos Fabrícia Andrade Leilões em Liberdade Minas Gerais.         Você amigo pecuarista não pode ficar fora deste grande evento Regional, nos dias 25 – 26 e 27 de maio de...

Hotel e Restaurante Lagos da Mantiqueira

        O que falar de Paz?         Como achá-la?         É incrível termos um lugar assim tão perto, um lugar onde as pessoas nós atende com muito carinho e respeito, além de encontrarmos no meio do silêncio...

Liberdade ROCK RACER 2017

        Nossa cidade natal estará em festa nos dias 29 e 30 de Julho de 2017; cultura, esporte radical e encontro dos amantes em duas rodas.         O "Point" do encontro da emoção, alegria e boa música acontecerá em Liberdade nas Minas...
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>