Cidades do meu Brasil.

Cidades do meu Brasil.

Cidades do meu Brasil.

29/06/2014 11:30


Página do site: 29/06/2014

                Deus é aquele que nos leva por suas mãos, e quando nada esperamos, mostra a sua força e bondade.

                Hoje tive mais uma grata surpresa ao ver minhas obras sendo divulgadas na página “Cidades do meu Brasil.” Com 1500 curtidas o texto Louco Carrossel, artigo feito para a coluna do Divulga escritor, texto este publicado a menos de quinze dias.

                Para conhecerem a divulgação deste trabalho convido a todos acessarem a página: 

www.cidadesdomeubrasil.com.br/busca.php?busca=leandro+campos+alves

 


 

  •  
    Para nunca esquecermos que um dia também fomos jovens amantes, e choramos por amor, minha homenagem a todos os adolescentes apaixonados.
    http://escritor-leandro-campos-alves.com/

    Para nunca esquecermos que um dia também fomos jovens amantes, e choramos por amor, minha homenagem a todos os adolescentes apaixonados. http://escritor-leandro-campos-alves.com/
    tributo a paixão 4.jpg
  •  
    Balança da Justiça.

    Por Leandro Campos Alves.
    Livro Cristianismo.
     



            Agora vamos ver a realidade da existência da vida, e pôr na balança da justiça nossas dúvidas. Balança que um dia servira de instrumento para Deus medir nossas realizações, bonificações e benevolências feitas na terra.

    Não diga que este assunto foge a realidade dos textos anteriores, pois esta mesma balança será usada para que descubramos se somos merecedores do reino dos céus.

                Em Mateus cap. 19, Versos 16-29. É relatado a nós o dialogo que põe o mistério das parábolas entre Jesus Cristo e um jovem rico que queria saber como entrar ao reino dos céus para ser merecedor da vida eterna.

            Então disse Jesus que ele deveria guardar todos os mandamentos.

            O jovem na flor da idade e possuidor de riquezas ouviu e achou fácil, porém Jesus continuou sua narração e lhe disse:

            _ Então vá e vende tudo que tens, e dê o dinheiro aos pobres, então vem e segue-me.

            Mas o jovem rico não era passível de agir assim, porque era demasiadamente apegado aos seus bens materiais. Quando, no entanto ele se foi, voltou-se Jesus para seus discípulos e disse-lhes o provérbio da dúvida e do desespero para aqueles que interpretam o novo evangelho pelo olhar do corpo.

     

             “É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus”. 

            Para tantas dúvidas e medo daquelas pessoas que Deus tanto abençoou na terra comimensas riquezas do mundo, venho agora a questionar.

            Você acredita que Deus em sua imensa sabedoria, seria capaz de abençoar ao seu filho bonança material, e depois condená-lo à morte eterna?

            Você põe em dúvida as bênçãos do pai, e acredita que ele é o carrasco de nossas vidas?

            Realmente acha que devemos viver na pobreza extrema, para alcançar a vida eterna e ver um dia a face de Deus?

    Deus é justo e Cristo seu filho sábio com as suas palavras, e realmente é mais fácil um camelo passar pelo furo de uma agulha, do que um rico entrar no reino dos céus. Mas não é todo rico, são aquelas pessoas que Deus abençoa materialmente a sua vida, e no decorrer dos dias, eles esquecem sua origem e as necessidades de seus irmãos.

            São aquelas ricas, que seu apego às coisas materiais são tantas, que eles são capazes de passar por cima de seus irmãos em nome do dinheiro, chegando ao ponto de sentirem prazer em humilhar o próximo, demonstrando toda sua soberba.

            Esta balança da justiça será usada para todo mundo, sem exceção.

            De um lado será posto nossas bênçãos e atitudes aqui na terra.

            Do outro, nossa conduta perante nossos irmãos e os mais necessitados, não apenas os necessitados financeiramente, mas aqueles que muitas vezes precisam apenas de uma palavra amiga, um bom dia, uma boa noite, um Deus lhe abençoe, ou quem sabe apenas um sorriso ou um abraço.

            Ter dinheiro não é pecado.

            Ser rico não é estar condenado à morte eterna.

            A riqueza serve exatamente para provir à vida e ajudar os nossos irmãos, não sejamos contraditórios aos ensinamentos do evangelho, mas nos é revelado pela palavra o verdadeiro sentido da Parábola.

            Se olharmos mais um pouco a Bíblia com o olhar da alma, poderemos ver a passagem que Cristo pousou na casa de Zaqueu em (Lucas 19:1-5).

            Certo dia, Zaqueu soube que Jesus iria passar pela cidade e então resolveu ter um encontro com Ele. Mas a multidão era grande e, se tentasse se aproximar de Jesus, no mínimo seria impedido pela multidão que conhecia a sua fama. Como ele era de baixa estatura e não poderia ver Jesus de longe, resolveu subir em uma árvore.

            E, tendo Jesus entrado em Jericó, ia passando. E eis que havia ali um varão chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico. E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura. E, correndo adiante, subiu a uma figueira brava para o ver; porque havia de passar por ali. E, quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa.

            E se o provérbio viesse a ser levado ao pé da letra, Jesus nunca iria pousar na casa de um pecador.

            Cristo por sua vez conhecia a alma de todos e principalmente a de Zaquel.

            Tanto é verdade que Zaquel por sua vez no dia seguinte mostrou seu desapego às coisas da terra, pois ele devolveu partes dos impostos recolhidos, doou parte de sua riqueza, mantendo apenas aquele valor que lhe seria suficiente para sua vida, conforme em (Lucas:19-8).

            Zaquel anunciou a Jesus.

            “Senhor, eis que eu dou aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado.”

            Entretanto Zaquel ainda continuou rico.

            Então ser rico não é pecado, o pecado é o apego aos bens materiais, é achar-se superior aos mais necessitados pela sua condição social.

            Hoje sabemos que tudo gera em torno de dinheiro neste mundo capitalista, e se não formos possuidor deste bem material, não comeremos, não teremos moradia, saúde e principalmente não poderemos praticar a caridade.

            Então pergunto.

            Se para conseguirmos entrar na vida eterna tivéssemos que fazer voto de pobreza, como poderíamos fazer a caridade e ajudar os necessitados?

            Deus não é injusto, ele nos dá aquilo que somos dignos de receber.

            Vou além...

            Nesta balança não ficará uma alma de fora, mesmo os evangelistas irão por ela passar, por isso não vamos ser hipócritas novamente ao apontar instituições religiosas e os seus evangelistas acusando-os de falsos profetas e de enriquecimento ilícito.

            Ainda não chegamos à esse tempo.

            Vamos buscar em Deuteronômio 18:20-22, a parábola que anuncia sobre os falsos profetas e compreender seus ensinamentos pela visão do espírito.

            “Mas o profeta que tiver a presunção de falar em meu nome alguma palavra que eu não tenha mandado falar, ou o que falar em nome de outros deuses, esse profeta morrerá. E, se disseres no teu coração: Como conheceremos qual seja a palavra que o Senhor falou? Quando o profeta falar em nome do Senhor e tal palavra não se cumprir, nem suceder assim, esta é a palavra que o Senhor não falou; com presunção a falou o profeta; não o temerás”.

            Não podemos nos enganar, os falsos profetas falaram em nome de Deus, porém suas profecias não serão cumpridas e outros morreram em suas profecias, além deste versículo estar no velho Testamento.

            Testamento que foi substituído por Jesus Cristo pelo novo testamento. Pois devemos lembrar que o velho testamento serve para vermos a bondade de Deus com seus filhos, pois no novo testamento Deus retirou os sacrifícios dados como oferenda em seu nome.

            Pois no velho testamento Deus ordenou Abraão a sacrificar seu próprio filho como prova de sua obediência e amor. Hoje através do novo testamento         Deus nos ensina a amar o próximo e a Deus sobre todas as coisas. E através do sangue de seu filho, Jesus Cristo, ele perdoou nossas diferenças e abriu sua graça a outras nações.

            Vamos ver em Segundo Pedro 2:1, no Novo Testamento, o que nos é revelado sobre os falsos profetas.

            Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesma repentina destruição.

            “Negando até o Senhor”

            Lembremos que todas nossas instituições religiosas falam em nome do Senhor Jesus Cristo, e ainda não está entre nós aquela que o nega, com exceção àquelas que vêm dos tempos medievais ou da era antes de Cristo, porém as remanescentes podem estar ainda negando o Messias, mas nunca a Deus.

            Deixemos este assunto para aprofundarmos nos capítulos sobre nossas igrejas e o anticristo.

            Porém sobre os falsos profetas como podemos afirmar que eles estão entre nós?

            Muitos apontam algumas instituições religiosas como falsas que praticam a heresia em nome do senhor, em busca de enriquecimento de sua cúpula, pelo fato de estarem crescendo demais em nome da fé, e em seus rituais cerimoniais pedem dízimos insistentemente.

            Cuidado com o julgamento humano e lembrai-vos, que só a Deus cabe outorgar a sentença do julgamento.

     

    Para conhecerem mais da história e suas fontes de pesquisa acessem: 

    www.escritor-leandro-campos-alves.com/cristianismo-/

     

     

    E descubram também no próximo capítulo,  o movimento da Santa Inquisição



    Leia mais: 

    Cristianismo. :: Escritor Leandro Campos Alves
    Peço licença a todos por entrar em suas vidas de uma forma elucidada, mas assim tenho que fazer nesta semana que lembramos o flagelo de Jesus Cristo. Digo isso por carinho e crença e, eu sei que poderei ser criticado pelos assuntos que aqui serão abordados. Mas pela intuição divina não posso ...
  •  

    Nosso Corpo, Nossa Igreja.

    Copla do Livro Cristianismo:

    Leandro Campos Alves.



     

              Como é fácil e prazeroso falarmos daquilo que nos faz bem, pois muitas vezes ficamos vagando no tempo procurando achar resposta para perguntas que tem em seu conteúdo uma imensa filosofia de vida e muitos mistérios, que muitos preferem não pensar.

              Mas é simples descobrir, e como é simples compreender os dizeres de Deus.  Qual dentre nós não passamos por vários instantes sinuosos, procurando saber:

              Como é Deus?

              Aonde Ele habita?

              Qual a religião que é a correta?

              De onde viemos?

              Para onde vamos?

              Há vida após a morte?

              Deus é uma força tamanha que não conseguimos medir, ver, sequer imaginar, só podemos senti-lo, pois Dele tudo provém, tudo se cria, tudo se faz.

              E se acreditamos em sua existência e termos por Ele fé, somos capazes de operar verdadeiros milagres em seu nome, conforme nos traz “(Marcos 11:23; veja Mateus 17:20; 21:21; e 1 Coríntios 13:2)

    "Porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele”.

     



                    Fé é a força que vem de dentro de cada ser humano, ao descobrirmos esta força perceberemos que o onipotente além de habitar entre nós, ele com toda certeza habita dentro de nós, só que muitas pessoas não são capazes de terem tamanha sensibilidade, para sentir os caminhos e os sinais de sua existência.

                    Antes de prosseguirmos vamos refletir e olharmos um instante para nossas vidas, e veremos que já passamos por fatos e situações elucidadas que não nos prejudicaram nem nos feriram. Nestes momentos chegamos a agradecer a Deus e condicionar estas situações vividas a verdadeiros milagres.

                    Porém tem muitas pessoas após verem a proteção rogada alcançada em sua vida naqueles instantes de necessidades, sentem o desejo de agradecer a Deus por esta proteção, mas a condição humana o impede.

                     Talvez seja por orgulho essa omissão, ou por estarem perto de outras pessoas se sentem acanhadas, mas outras tantas apenas negam o agradecimento a Deus por pura soberba. Porém todos os homens sabem que passamos por um caminho muito difícil e que só superamos porque houve a intervenção do Criador. 

                    Não existe nenhum ser humano imune a este sentimento.

    Pergunto então, qual de nós não passamos por riscos de acidentes, doenças, assaltos e muito mais, e na hora nos surgiu uma imensa força interna, capaz de nos tranquilizar, e nos dar coragem para o que pode estar por vir?

                 Se houver sinceridade nestas respostas, saberemos que Deus habita no verdadeiro templo que deve ser velado, resguardado, limpo e perfeito aos olhos humanos e divinos.

                    Templo que nenhuma arquitetura moderna pode copiar, por mais que tente.

                    Não existe comércio neste templo, também não deve existir a falsidade nem nenhum sentimento de desprezo ou negatividade, devemos ser coerentes e justos, pois neste templo não devemos profanar, o verbo se fez carne em nossa própria existência humana.

                    Resumindo o nosso corpo é a verdadeira morada de Deus, pelo qual o onipotente, onipresente e onisciente, construiu-nos de acordo com a sua imagem espiritual.

                    De terra fomos feitos e para ela voltaremos, mas nosso espírito que habita dentro deste corpo, e que se faz a moradia de Deus, junto ao Pai voltará.

                    E se lermos o livro I Aos Coríntios, Capítulo 03, Parágrafo 16, do novo testamento veremos:

               

                       “Não sabeis vós que sois o templo de Deus, e que o espírito de Deus habita em vós”? 



    Leia mais: 

    Nosso Corpo, Nossa Igreja. :: Escritor Leandro Campos Alves
    Nosso Corpo, Nossa Igreja. Copla do Livro Cristianismo: Leandro Campos Alves. Como é fácil e prazeroso falarmos daquilo que nos faz bem, pois muitas vezes ficamos vagando no tempo procurando achar resposta para perguntas que tem em seu conteúdo uma imensa filosofia de vida e muitos mistérios, ...
     
     
  •  
    Boa noite! +Escritor Leandro Campos Alves 

    Boa noite!
    Capturar.PNG
  •  
    As Mãos que Afagam

    Criei este vídeo com o Editor de vídeos do YouTube (http://www.youtube.com/editor)

  • leandro alves

     em 29/06/2014
     
    Aos meus amigos eu tenho o prazer de apresentar meu primeiro artigo como colunistas doDivulga Escritor, artigos que serão publicados quinzenalmente. Louco Carrossel - por Leandro Campos Alves Louco Carrossel. A vida é como um carrossel. Louco carrossel. Com o nosso nascimento adquirimos direito ao seu passe. Embarcamos neste brinquedo com o nosso primeiro choro. E na roda da vida, aprendemos amar, alimentar e caminhar neste labirinto do destino. Mas algumas vezes o caminho nos surpreende. Como em um blecaute, o carrossel ameaça algumas vezes a parar, porém em outras voltas seguintes, ele se põe rapidamente a girar. Carrossel da vida. Louco carrossel. Algumas pedras em seu caminho, o faz trepidar. Deixando-nos cambaleando em seu lombo, como se fôssemos cair. Mas com desejo pela vida, seguramos firmes no destino, e como crianças esperançosas deste carrossel nós não queremos apear. Da morte sempre tentamos escapar. As voltas podem ser longas, como nossas lembranças do passado. Mas podem andar rápido demais, como nossos momentos de felicidades. Mas quem diria? Somos deste carrossel, meros passageiros, construindo nossa história. A idade nos bate à porta. Amadurecemos e envelhecemos. Mas o carrossel ainda se põe a girar. Carrossel da vida. Louco carrossel. Ontem ainda era uma criança vivendo num mundo de utopias e alegrias, as utopias quase não existem mais. Mas quem diria? Ainda sentimos a tal alegria. Um dia sei que o carrossel irá parar, talvez por uma quebra repentina, que poderá ceifar a nossa vida prematuramente. Ou quem sabe pela longevidade de nossa própria idade. Que o fará girar até seu envelhecimento, deixando-o parar lentamente. Que mal lubrificado seu ruído anuncia o suspiro de sua despedida, levando consigo a nossa humilde vida. Carrossel da vida. Louco carrossel. Quero em sua sela, deixar a minha história. Mesmo que seja por minha humilde oratória. Ou através dos amigos e familiares. Que contarão nossa história de vida, mesmo que ela não seja tão comprida. Carrossel da vida. Louco Carrossel. Em seu lombo ainda queremos ficar, viver e muito amar. Por isso a todos vamos saudar. Abraçar e admirar. Procurando no destino da vida, o nosso lugar encontrar. Antes que a dama da noite chegue, e não nos deixe mais sonhar. Carrossel da Vida. Louco carrossel. Como neste carrossel da vida, lembro-me de um menino que eu conheci em minha juventude, que encaixa bem neste texto. Na minha juventude em plena sala de aula vivenciei um diálogo alterado de um professor, afirmando que o jovem amigo tinha que viver entre os índios, pois se nem falar ele sabia direito, quem diria escrever alguma coisa? O professor ainda fez questão de completar falando que lugar de quem não escreve certo é em aldeia indígena, pois lá todos são analfabetos mesmo e praticamente selvagens. Aquele diálogo deixou em um silêncio profundo toda sala de aula, senti vergonha ao vivenciar aquela situação em plena adolescência. Período este de nossas vidas que se desponta a vaidade e namoricos desta idade. O queimor em meu rosto por aquela situação era grande, mas como o carrossel, a vida tinha continuar. Aquele jovem amigo tinha as suas dificuldades, não por desleixo, mas por um presente do destino que deixou à porta a tal de dislexia. O tempo passou, o jovem se fez homem feito, e pela ironia do destino, o carrossel da vida novamente lhe presenteou. Ontem sentenciado a passar a vida entre índios e andarilhos da vida, na volta deste carrossel do destino, as palavras brotaram em sua vida, os textos tomaram formas e dissertações respeitáveis, e hoje, vinte poucos anos após, quem poderia afirmar não ser o destino irônico? A sentença foi quebrada, e este jovem amigo abençoado por Deus, encontrou em sua vida o caminho menos provável para escrever a sua história, e quebrar paradigmas. Ele se transformou em escritor com obras publicadas, conhecido no meio literário, respeitado por acadêmicos e leitores do país e de alguns países latinos americanos. Sua ascensão firme e constante, baseada na lealdade e na amizade. Carrossel da vida. Louco carrossel. Este jovem senhor, que Deus me deu a prazer de seu convívio, me mostrou que nada se faz impossível diante das dificuldades e dos sonhos. Vale apena sonhar e lutar por aquilo que acreditamos. A história verídica nos mostra que a vida realmente é um carrossel, e o destino somos nós que construímos. Carrossel da vida. Louco Carrossel. Leandro Campos Alves. Para conhecerem mais convido a visitarem meu site e home page, pelos links abaixo. https://www.facebook.com/escritorleandroalves ou, http://www.escritor-leandro-campos-alves.com/news/biografia-colunista-escritor-leandro-campos-alves-/


    Escritor Leandro Alves & Amigos..
    Leandro Campos Alves é natural da cidade Mineira de Liberdade e, mora atualmente na cidade hidromineral de Caxambu M.G. Escritor Romancista e poeta.
  •  
    Nossos poemas
    http://www.escritor-leandro-campos-alves.com/cantinho-das-poesias-/

    Cantinho das poesias. :: Escritor Leandro Campos Alves
    Algumas vezes na vida, olhamos para o que temos a ganhar no futuro, e o que ganhamos no passado, porém esquecemos-nos de olhar para cima ou para dentro de nossos sentimentos, e ver quem realmente é nosso promissor, para podermos agradecer as nossas vitórias. Então eu não podia deixar de ...
  • leandro alves

     em 29/06/2014
     
    Aos meus amigos eu tenho o prazer de apresentar meu primeiro artigo como colunistas do Divulga Escritor.
  • Divulga Escritor, artigos que serão publicados quinzenalmente. Louco Carrossel - por Leandro Campos Alves Louco Carrossel. A vida é como um carrossel. Louco carrossel. Com o nosso nascimento adquirimos direito ao seu passe. Embarcamos neste brinquedo com o nosso primeiro choro. E na roda da vida, aprendemos amar, alimentar e caminhar neste labirinto do destino. Mas algumas vezes o caminho nos surpreende. Como em um blecaute, o carrossel ameaça algumas vezes a parar, porém em outras voltas seguintes, ele se põe rapidamente a girar. Carrossel da vida. Louco carrossel. Algumas pedras em seu caminho, o faz trepidar. Deixando-nos cambaleando em seu lombo, como se fôssemos cair. Mas com desejo pela vida, seguramos firmes no destino, e como crianças esperançosas deste carrossel nós não queremos apear. Da morte sempre tentamos escapar. As voltas podem ser longas, como nossas lembranças do passado. Mas podem andar rápido demais, como nossos momentos de felicidades. Mas quem diria? Somos deste carrossel, meros passageiros, construindo nossa história. A idade nos bate à porta. Amadurecemos e envelhecemos. Mas o carrossel ainda se põe a girar. Carrossel da vida. Louco carrossel. Ontem ainda era uma criança vivendo num mundo de utopias e alegrias, as utopias quase não existem mais. Mas quem diria? Ainda sentimos a tal alegria. Um dia sei que o carrossel irá parar, talvez por uma quebra repentina, que poderá ceifar a nossa vida prematuramente. Ou quem sabe pela longevidade de nossa própria idade. Que o fará girar até seu envelhecimento, deixando-o parar lentamente. Que mal lubrificado seu ruído anuncia o suspiro de sua despedida, levando consigo a nossa humilde vida. Carrossel da vida. Louco carrossel. Quero em sua sela, deixar a minha história. Mesmo que seja por minha humilde oratória. Ou através dos amigos e familiares. Que contarão nossa história de vida, mesmo que ela não seja tão comprida. Carrossel da vida. Louco Carrossel. Em seu lombo ainda queremos ficar, viver e muito amar. Por isso a todos vamos saudar. Abraçar e admirar. Procurando no destino da vida, o nosso lugar encontrar. Antes que a dama da noite chegue, e não nos deixe mais sonhar. Carrossel da Vida. Louco carrossel. Como neste carrossel da vida, lembro-me de um menino que eu conheci em minha juventude, que encaixa bem neste texto. Na minha juventude em plena sala de aula vivenciei um diálogo alterado de um professor, afirmando que o jovem amigo tinha que viver entre os índios, pois se nem falar ele sabia direito, quem diria escrever alguma coisa? O professor ainda fez questão de completar falando que lugar de quem não escreve certo é em aldeia indígena, pois lá todos são analfabetos mesmo e praticamente selvagens. Aquele diálogo deixou em um silêncio profundo toda sala de aula, senti vergonha ao vivenciar aquela situação em plena adolescência. Período este de nossas vidas que se desponta a vaidade e namoricos desta idade. O queimor em meu rosto por aquela situação era grande, mas como o carrossel, a vida tinha continuar. Aquele jovem amigo tinha as suas dificuldades, não por desleixo, mas por um presente do destino que deixou à porta a tal de dislexia. O tempo passou, o jovem se fez homem feito, e pela ironia do destino, o carrossel da vida novamente lhe presenteou. Ontem sentenciado a passar a vida entre índios e andarilhos da vida, na volta deste carrossel do destino, as palavras brotaram em sua vida, os textos tomaram formas e dissertações respeitáveis, e hoje, vinte poucos anos após, quem poderia afirmar não ser o destino irônico? A sentença foi quebrada, e este jovem amigo abençoado por Deus, encontrou em sua vida o caminho menos provável para escrever a sua história, e quebrar paradigmas. Ele se transformou em escritor com obras publicadas, conhecido no meio literário, respeitado por acadêmicos e leitores do país e de alguns países latinos americanos. Sua ascensão firme e constante, baseada na lealdade e na amizade. Carrossel da vida. Louco carrossel. Este jovem senhor, que Deus me deu a prazer de seu convívio, me mostrou que nada se faz impossível diante das dificuldades e dos sonhos. Vale apena sonhar e lutar por aquilo que acreditamos. A história verídica nos mostra que a vida realmente é um carrossel, e o destino somos nós que construímos. Carrossel da vida. Louco Carrossel. Leandro Campos Alves. Para conhecerem mais convido a visitarem meu site e home page, pelos links abaixo. https://www.facebook.com/escritorleandroalves ou, http://www.escritor-leandro-campos-alves.com/news/biografia-colunista-escritor-leandro-campos-alves-/


    Escritor Leandro Alves & Amigos..
    Leandro Campos Alves é natural da cidade Mineira de Liberdade e, mora atualmente na cidade hidromineral de Caxambu M.G. Escritor Romancista e poeta.
  •  

    Louco Carrossel - por Leandro Campos Alves

    Louco Carrossel.

    A vida é como um carrossel.

    Louco carrossel.

     

    Com o nosso nascimento adquirimos direito ao seu passe.

    Embarcamos neste brinquedo com o nosso primeiro choro.

    E na roda da vida,                                      

    aprendemos amar, alimentar e caminhar neste labirinto do destino.

    Mas algumas vezes o caminho nos surpreende.

    Como em um blecaute, o carrossel ameaça algumas vezes a parar,                                                  
    porém em outras voltas seguintes, ele se põe rapidamente a girar.

     

    Carrossel da vida.

    Louco carrossel.

     

    Algumas pedras em seu caminho, o faz trepidar.

    Deixando-nos cambaleando em seu lombo, como se fôssemos cair.

    Mas com desejo pela vida, seguramos firmes no destino,                                                                         
    e como crianças esperançosas deste carrossel nós não queremos apear.

    Da morte sempre tentamos escapar.

     

    As voltas podem ser longas, como nossas lembranças do passado.

    Mas podem andar rápido demais, como nossos momentos de felicidades.

    Mas quem diria?

    Somos deste carrossel, meros passageiros, construindo nossa história.

     

    A idade nos bate à porta.

    Amadurecemos e envelhecemos.

    Mas o carrossel ainda se põe a girar.

     

    Carrossel da vida.

    Louco carrossel.

     

    Ontem ainda era uma criança vivendo num mundo de utopias e alegrias,                                      

    as utopias quase não existem mais.

    Mas quem diria?

    Ainda sentimos a tal alegria.

     

    Um dia sei que o carrossel irá parar,                                                                                               

    talvez por uma quebra repentina, que poderá ceifar a nossa vida prematuramente.

    Ou quem sabe pela longevidade de nossa própria idade.

    Que o fará girar até seu envelhecimento,                                                                               

    deixando-o parar lentamente.

    Que mal lubrificado seu ruído anuncia o suspiro de sua despedida,                                              

    levando consigo a nossa humilde vida.

     

    Carrossel da vida.

    Louco carrossel.

     

    Quero em sua sela, deixar a minha história.

    Mesmo que seja por minha humilde oratória.

    Ou através dos amigos e familiares.

    Que contarão nossa história de vida,                                                                                            
    mesmo que ela não seja tão comprida.

     

    Carrossel da vida.

    Louco Carrossel.

     

    Em seu lombo ainda queremos ficar,                                                                                                          
    viver e muito amar.

    Por isso a todos vamos saudar.

    Abraçar e admirar.

    Procurando no destino da vida,                                                                                                                

    o nosso lugar encontrar.

    Antes que a dama da noite chegue,                                                                                                                               

    e não nos deixe mais sonhar.

     

    Carrossel da Vida.

    Louco carrossel.

     

    Como neste carrossel da vida, lembro-me de um menino que eu conheci em minha juventude, que encaixa bem neste texto.

    Na minha juventude em plena sala de aula vivenciei um diálogo alterado de um professor, afirmando que o jovem amigo tinha que viver entre os índios, pois se nem falar ele sabia direito, quem diria escrever alguma coisa?

    O professor ainda fez questão de completar falando que lugar de quem não escreve certo é em aldeia indígena, pois lá todos são analfabetos mesmo e praticamente selvagens.

    Aquele diálogo deixou em um silêncio profundo toda sala de aula, senti vergonha ao vivenciar aquela situação em plena adolescência. Período este de nossas vidas que se desponta a vaidade e namoricos desta idade.

    O queimor em meu rosto por aquela situação era grande, mas como o carrossel, a vida tinha continuar.

    Aquele jovem amigo tinha as suas dificuldades, não por desleixo, mas por um presente do destino que deixou à porta a tal de dislexia.

    O tempo passou, o jovem se fez homem feito, e pela ironia do destino, o carrossel da vida novamente lhe presenteou.

    Ontem sentenciado a passar a vida entre índios e andarilhos da vida, na volta deste carrossel do destino, as palavras brotaram em sua vida, os textos tomaram formas e dissertações respeitáveis, e hoje, vinte poucos anos após, quem poderia afirmar não ser o destino irônico?

    A sentença foi quebrada, e este jovem amigo abençoado por Deus, encontrou em sua vida o caminho menos provável para escrever a sua história, e quebrar paradigmas.

    Ele se transformou em escritor com obras publicadas, conhecido no meio literário,  respeitado por acadêmicos e leitores do país e de alguns países latinos americanos.  Sua ascensão firme e constante, baseada na lealdade e na amizade.

     

    Carrossel da vida.

    Louco carrossel.

    Este jovem senhor, que Deus me deu a prazer de seu convívio, me mostrou que nada se faz impossível diante das dificuldades e dos sonhos. Vale apena sonhar e lutar por aquilo que acreditamos.

    A história verídica nos mostra que a vida realmente é um carrossel, e o destino somos nós que construímos.

    Carrossel da vida.

    Louco Carrossel.

     

    Leandro Campos Alves.

     





    Leia mais:
     
    Louco Carrossel, por Leandro Campos Alves. :: Escritor Leandro Campos Alves
    Louco Carrossel. A vida é como um carrossel. Louco carrossel. Com o nosso nascimento adquirimos direito ao seu passe. Embarcamos neste brinquedo com o nosso primeiro choro. E na roda da vida,. aprendemos amar, alimentar e caminhar neste labirinto do destino.
     
     
     



Leia mais: http://www.escritor-leandro-campos-alves.com/news/cidades-do-meu-brasil-/
 

Homenagens e Publicações Recebidas por sites e Escritores.

AS MAIS BELAS POESIAS QUE LI NA INTERNET - PARA QUEM GOSTA DE LER POESIAS.

        A vida é feita de lutas, vitórias, sofrimentos e reconhecimentos.        Trabalhamos muito, oramos e sonhamos, descobrimos que tudo vale a pena ser feito quando feito com amor.         Novo ano, novos...

Portal Evangélico Notícias.

           Quero agradecer as palavras do estimado Dom Moysés Barbosa pela menção feita ao nosso trabalho no site Portal Evangélico Notícias.         Parabenizo-o pela sua vida Literária e Evangélica de sucesso, pois Dom Moysés...

People Guide.

          O reconhecimento internacional de um trabalho humilde, sério, movido pelo talento dadiva do Criador.         Que Deus nos dê sempre a sabedoria de expressar-me por meio das letras, romances, reportagens e...

Fundação M. Castelo Branco

        Nosso trabalho rompendo fronteiras e quebrando oceanos, pois o link que acompanha o artigo da Fundação M. Castelo Branco, é o endereço de nossa página na editora Clube de Autores.          De Liberdade...

Geovidz.com

        Nosso trabalho recebendo reconhecimento internacional, alguns vídeos e artigos estão no Site de Hospedagem Americana, “Geovidz”.         As matérias que estão recebendo o reconhecimento, levam consigo a história de lugares, festas...

Escritores sem fronteiras 2.

         Este Blog tem finalidade de que amigos, daqui, dali e de acolá, de qualquer lugar onde a palavra alcançar, editem pequenas, médias e grandes crônicas, contos, poesias, etc ... Estas podem ser individuais ou partilhadas. O nosso idioma, vai...

Divulgando escritores.

        Tenho um imenso carinho e respeito aos amigos confrades que lutam pela literatura Brasileira, e em especial eu deixo a copla de divulgação do artigo da comunidade Grupo de Entrevistas Literárias.    ...

Resenhando.

Agradeço a divulgação dos confrades da Resenhando arte, Vejam artigo abaixo. A cultura só se faz atraves de grandes parcerias.    PRÊMIO SESC DE LITERATURA - INSCRIÇÕES ABERTAS 19:08 | Postado por Aliscia Wendt | Olá, tudo bom com vocês? Espero que...

E.P.GHERAMER.

        Quero agradecer as palavras dirigidas ao romance "Instinto de Sobrevivência", redigidas por este grande amigo e um verdadeiro mestre literário.     E.P. GHERAMER compartilhou a postagem de Escritor Leandro Campos...

Adoro Livros.com

            Agradeço a todos pelo reconhecimento do meu trabalho, pois hoje eu encontrei mais uma divulgação no site, Adoro Livros.com.          A maior satisfação de um escritor e ver seu trabalho sendo divulgado, compartilhado...

Jornal da Cidade online.

Publicação no jornal da cidade, dia 18/03/2014, entre os poemas publicados esta o Tempo de minha autoria.    www.jornaldacidadeonline.com.br/leitura_artigo.aspx?art=6906 Jornal da Cidade - 18/03/2014     SÓ...

Editora Vale dos Livros.

    ANTOLOGIA ENCERRADA LIVRO PUBLICADO E DEVIDAMENTE ENTREGUE AOS AUTORES:   AUTORES: CLIQUE E CONHEÇA A PEQUENA BIOGRAFIA DO AUTOR: Albertina Laufer Ana Angélica Anna Ribeiro Arlete Trentini dos Santos Carlos Alberto Escudeiro Efigênia...

newsletter@liberarti.

  As contos e poemas recentes em Setembro   Dez coisas que toda mulher precisa saber.  di Angela Maria da Silva  1- Você é especial, criada por Deus, gerada de sua própria essência, o amor, por...

Hilda Dos Santos Milk‎.

        Quero compartilhar com meus amigos o comentário que a Escritora Hilda Milk fez sobre o romance Instinto de Sobrevivência. Obrigado amiga pelo carinho e por suas palavras.     Hilda Dos Santos Milk‎-Escritores Sem...

Homenagem dos blogs, Literatura entre Amigos e Kellbet.

1 Ano do Livro Instinto de Sobrevivência!      Parabéns Leandro Campos Alves, por nos presentear com a cultura nacional e com seu livro Instinto de Sobrevivência!   Desejo sucesso sempre! Para conhecerem os Blogs Literários, Literatura entre...

REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA

REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA O Blog Oficial do Escritor ADhemyr Fortunatto. Autor do livro: REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA. Colunista do Portal Show&Art, (showeart.com.br). Cronista do JR NOTÍCIAS, São Paulo - SP. adhemyr_fortunato@yahoo.com.br Facebook.com/ADhemyr...

Literatura entre Amigos.

Literatura entre Amigos. 01/08/2014 22:53 Texto publicado no site Literatura entre amigos   Terça feira, 29 de julho de 2014.   Resposta Divina, por Leandro Campos Alves. O nosso caminho é penoso e distante, nosso corpo sente dor e...

Manuseio de Amar Você por Luciana Bianchini.

Manuseio de Amar Você, por Luciana Bianchini. 01/08/2014 21:25     Agradeço a Deus toda a oportunidade que ele me dá, para que eu possa me fazer um ser humano melhor a cada dia.     E a todos meus amigos que também fazem parte desta minha...

Beco dos Poetas.

Beco dos Poetas. 07/07/2014 19:40 Visite nossa Livraria!!! Acompanhe nosso perfil no Facebook ÚLTIMAS ATIVIDADES Editar Compartilhar:Mensagem do...

Para Cruzar o Atlântico por Simone Guerra.

Para Cruzar o Atlântico 02/07/2014 19:59 Homenagem feita pelo blog da Escritora Simone Guerra.   Para Cruzar o Atlântico 2 de julho de...

Cidades do meu Brasil.

Cidades do meu Brasil. 29/06/2014 11:30 Página do site: 29/06/2014                 Deus é aquele que nos leva por suas mãos, e quando nada esperamos, mostra a sua força e...

Professor NEGREIROS

Professor NEGREIROS 17/06/2014 20:28             Deus é aquele que move folhas e ventos, traz-nos amigos e retalha os inimigos, e por esta metáfora eu tenho só a agradecer a ele e aos amigos o caminho literário que se...

Escritores sem Fronteiras por Guerreira Xué.

Escritores sem Fronteiras 19/04/2014 18:55 Homenagem dos Escritores sem Fronteiras.  Blog de uma grande amiga, com o pseudônimo:                      guerreira xue Este Blog tem finalidade de que amigos,...

Cia Literária por Erick Silva.

                Agradeço a homengem da Cia Literária, de meu amigo Ator Erick Silva, Proprietári da página...

Poeta Hei de Ser por André Anlub

            Agradeço a homenagem feita por este grande amigo, escritor e poeta da Academia de Artes e Letras de Iguaba Grande Rio de Janeiro.    Espaço na Página que o amigo escritor Leandro Campos Alves fez e me...