Romance Instinto de Sobrevivência

15/12/2013 01:21

 

                                                Agradecimentos

            Agradeço a Deus que me deu o dom de redigir com a maestria da sabedoria oculta em meu ser.

            Também agradeço as pessoas que Deus pôs em minha vida como instrumentos de sua vontade, servindo-o como anjos materializados.

            Agradeço a todas as pessoas que de uma forma ou de outra vieram a fazer parte da minha vida. Algumas delas da forma mais positiva possível, e outras, que através dos males feitos me fizeram crescer.

            Agradeço aos meus pais e irmãos, que sempre estiveram comigo em todas as horas, independentemente de serem momentos alegres ou tristes, mas se mantiveram firmes em dar-me o apoio necessário.

            A minha esposa, que sempre se manteve presente, em todo momento de inspiração da criação desta obra, lendo-a e dando o seu parecer a cada página redigida.

            Também agradeço aos que já partiram, e que nos deixaram como legado de sabedoria a sua história e os seus ensinamentos.

            Deixo aqui de antemão o agradecimento aos que lerem esta obra, mesmo aos que a criticarem negativamente, pois a critica servem como aprendizagem aos que tem coragem de se aventurar por outros horizontes.  

            A todos, eu deixo os meus sinceros agradecimentos, e que Deus esteja sempre em suas vidas, abençoando-lhes e mostrando-lhes o verdadeiro caminho.

 

 
  
  Como o alvorecer incandescente de um novo dia, pessoas se encontram, se olham e se admiram, e o tempo passa por nossos olhos, e a vida tem que prosseguir em seu constante ritmo, para que os destinos se cumpram.
    Assim se criam os momentos e as oportunidades, e em um destes momentos da vida, dois jovens se encontram com um simples olhar penetrante que perfura as suas almas.
    O amor se abre desabrochando como uma tulipa para aqueles jovens. O magnetismo do querer se faz presente.
    Ele, nove anos mais velho, um jovem atraente e bem resolvido em seus atos, com sua vida inteira a construir, já profissionalmente iniciado aos afazeres administrativos, almejando uma vaga em uma grande agência bancária privada.
    Ela uma menina adolescente e sonhadora, que como tantas outras, buscam insanamente seus príncipes encantados com porte heróico e protetor.
    A vida em um golpe mágico, pos estes dois seres de frente um ao outro, acendendo em seus olhares o sentimento da atração, contagiando-se pelo frio na espinha, ocasionado pelos sentimentos que até então para aquela jovem estava oculto em sua existência.
 
Página 08
 
 
 

                                                 Biografia:

        Nasci em uma pequena cidade na serra da Mantiqueira Mineira, chamada Liberdade, moro atualmente em Caxambu, cidade hidromineral do sul das Minas Gerais.    

Em meus estudos sempre fui mediano em Português e Literatura, correndo de suas normas e me irritando com as letras, pois eu as via como um obstáculo em meu caminho, pela dificuldade que eu tinha em distinguir os fonemas.

No passado este foi meu desafio.

Os médicos sempre falavam que eu tinha a língua presa, que este era o motivo real daquele meu problema.

Com a evolução das ciências medicinais, aquela minha dificuldade ficou conhecida por dislexia.

 

Hoje me acalento a beira de um teclado,

 tendo o computador como meu aliado;

deixo meus pensamentos e sonhos nele anotados.

 

E as dificuldades que eu tinha no passado,

não me fizeram ser um derrotado.

Além desta obra, possuo outras a serem publicadas.

A descoberta do dom para a autoria de romances, veio por acaso.

 

Com incentivo de sua esposa Rosilene, filhos Braian e Brendow e alguns amigos, as primeiras linhas foram escritas, logo as linhas viraram capítulos e em seguida já era um livro.

Assim surgia a primeira obra, a segunda, a terceira e outras. 

 

                                                            Conheçam partes de nosso romance.


                          No alvorecer do dia vinte seis de dezembro, o eclipse da vida caiu sobre o dia radiante do patriarca desta família derrubando todas as esperanças de uma aurora vitoriosa, ruindo a alegria semeada nas comemorações da noite anterior...

                         Página 121.

 

 

                        Ao abrir a porta da sala da diretoria do hospital, deparou-se com um verdadeiro Big Ben que se fez a sua frente, sua devassidão se transformou em um imenso buraco negro, retirando todo o alicerce de seus pés, deixando-a sentir na carne o abraço do crocodilo. 

                       Tamanho foi o espanto de Virginia, que pela ausência de atitudes, virou-se debandando em retirada para a sua casa, de cabeça baixa, com o ardor das lágrimas que escorriam em sua face... 
                        Página 51

 

                    A tarde já se punha no horizonte como uma suave dama da noite, fazendo anunciar a chegada do crepúsculo.

                   Uma suave brisa de outono corria para o norte, deixando a bailar as folhas das árvores da mata ciliar.

                   Os pássaros procuravam seus abrigos nas copas das grandes árvores, e os animais noturnos saiam para a mata, ao anunciar do entardecer pelo pio da coruja.

                    Página 144


 

                     O sol ia se pondo no horizonte deixando a tarde ainda mais bela, os campos estavam verdejantes, com gados murmurando sobre as suas pastagens, as seriemas ao longe repicavam seu cantar anunciando a complementação da beleza natural da região, que aos olhos dos viajantes das cidades de pedra, viam nestas cenas as verdadeiras obras criadas com maestria pelas mãos de Deus, para a alegria dos filhos seus.

                    Página 130

 


clubedeautores.com.br/book/151410--Instinto_de_Sobrevivencia